Momento Economia

Mega-Sena sorteia R$ 11 milhões nesta quarta; confira as dezenas

Publicados

em


source
Mega-Sena sorteia R$ 12 milhões nesta quarta-feira
João Bidu

Mega-Sena sorteia R$ 12 milhões nesta quarta-feira

A Caixa Econômica Federal realizou nesta quarta-feira (1º) o sorteio 2.433 da Mega-Sena com prêmio estimado em R$ 11 milhões. A Caixa deve divulgar os vencedores nas próximas horas. Em caso de nenhum acerto das seis dezenas, o prêmio irá acumular e se aproximar de R$ 20 milhões no próximo sorteio.

Confira os números sorteados:

08 – 09 – 32 – 52 – 53 – 57

Como participar do próximo sorteio?

O próximo concurso da Mega-Sena acontece no sábado (04), às 20h  . É possível apostar até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio , em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa do país.

Também é possível apostar pela internet. O bilhete simples da Mega-Sena, com seis dezenas, custa R$ 4,50.

Como apostar online na Mega-Sena?

Para aqueles que apostarem pela internet, não é possível optar pela aposta mínima, de R$ 4,50. No site da Caixa, o valor mínimo para apostar na Mega-Sena é de R$ 30, seja com uma única aposta ou mais de uma.  Veja aqui como apostar.

Leia Também:  Projeto no Senado pode reduzir preço dos combustíveis em até R$ 3

Leia Também

Leia Também

Leia Também

Para fazer uma aposta maior, com 7 números, dando uma maior chance de ganhar, o preço sobe para R$ 31,50. Outra opção para atingir o preço mínimo é fazer sete apostas simples, que juntas têm o mesmo valor, R$ 31,50. Além disso, os bolões, disponíveis online, são outra opção viável.

Como funciona a Mega-Sena?

O concurso é realizado pela Caixa Econômica Federal e o vencedor pode receber milhões de reais se acertar as seis dezenas. Os sorteios ocorrem pelo menos duas vezes por semana – geralmente, às quartas-feiras e aos sábados. O apostador também pode ganhar prêmios com valor mais baixo caso acerte quatro ou cinco números, conhecidas como Quadra e Quina, respectivamente.

Na hora de jogar, o apostador pode escolher os números ou tentar a sorte com a Surpresinha. Esse modelo consiste na escolha automática, realizada pelo sistema, das dezenas jogadas. Outra opção é manter a mesma aposta por dois, quatro ou até oito sorteios consecutivos, conhecida como Teimosinha.

Leia Também:  IPVA SP: acaba hoje prazo de pagamento com desconto para novo grupo

Premiação da Mega-Sena

Os prêmios costumam iniciar em, aproximadamente, R$ 3 milhões para quem acertar as seis dezenas. Dessa forma, o valor vai acumulando a cada concurso sem vencedor.

Também é possível ganhar prêmios ao acertar quatro ou cinco números dentre os 60 disponíveis no volante de apostas. Para isso, é preciso marcar de seis a 15 números do volante. O prêmio total da Mega-Sena corresponde a 43,35% da arrecadação. Deste valor:

  • 35% são distribuídos entre os acertadores dos seis números sorteados;
  • 19% entre os acertadores de cinco números (Quina);
  • 19% entre os acertadores de quatro números (Quadra);
  • 22% ficam acumulados e distribuídos aos acertadores dos seis números nos concursos terminados em zero ou cinco; e
  • 5% ficam acumulado para a primeira faixa (Sena) do último concurso do ano de final zero ou cinco.

Propaganda

Momento Economia

Reduzir a desigualdade é mais importante que teto de gastos, diz Lula

Publicados

em


source
Reduzir a desigualdade é mais importante que teto de gastos, diz Lula
Reprodução/Youtube

Reduzir a desigualdade é mais importante que teto de gastos, diz Lula

Em entrevista a sites independentes nesta quarta-feira (19), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que combater a desigualdade no país é mais importante do que respeitar a regra do teto de gastos. “É preciso que a gente recupere a democracia para que possa colocar a desigualdade como prioridade do governo, e não colocar como prioridade o teto de gastos”, disse ele.

Lula ainda afirmou que o Brasil deve ter um “compromisso com a evolução social da sociedade e deixar em segundo plano o compromisso fiscalista do governo”.

A regra do teto de gastos foi criada no governo de Michel Temer (MDB), em 2016, e está em vigor desde 2017. Ela limita o crescimento das despesas da União à inflação acumulada em 12 meses até junho do ano anterior.

O texto voltou ao debate público após o atual ministro da Economia, Paulo Guedes,  admitir no ano passado a possibilidade de furar o teto de gastos para bancar o Auxílio Brasil,  quando a PEC dos Precatórios ainda não havia sido aprovada pelo Congresso Nacional. A emenda constitucional acabou se tornando a solução da gestão de Jair Bolsonaro (PL) para abrir espaço no orçamento e bancar o benefício de R$ 400 do programa substituto do Bolsa Família.

Leia Também:  Petrobras atinge recorde de produção no pré-sal em 2021

Leia Também

O petista, no entanto, já defendeu mais de uma vez que o auxílio fosse de R$ 600. Em outubro do ano passado,  quando Bolsonaro confirmou o valor do Auxílio Brasil, Lula publicou nas redes sociais: “Tô vendo o Bolsonaro dizer agora que vai dar R$ 400 de auxílio. Tem gente dizendo que é auxílio eleitoral, que não podemos aceitar. Não penso assim. O PT defende um auxílio de R$ 600 desde o ano passado. O povo precisa. Ele tem que dar. Se vai tirar proveito disso, problema dele”.

Esta não foi a primeira vez que o ex-presidente critica a regra do teto de gastos. Também em outubro, em entrevista à rádio Jovem Pan de Sorocaba (SP), ele chegou a afirmar que “um governo responsável não precisa de uma lei dizendo o que ele pode gastar”. “De vez em quando, eu critico o teto de gastos e me criticam dizendo ‘ah o Lula quer gastar’. Ora, um governo responsável não precisa de uma lei dizendo o que ele pode gastar”, alfinetou.

Leia Também:  Projeto no Senado pode reduzir preço dos combustíveis em até R$ 3

Nesta quarta, Lula também disse que, para solucionar o problema do país, “a gente tem primeiro que colocar o pobre no orçamento e, segundo, colocar o rico no Imposto de Renda”, se referindo à reforma tributária, travada no Senado. A proposta prevê taxar lucros e dividendos em 15%, enquanto reduz os tributos cobrados de empresas.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA