Momento Economia

Mega-Sena sorteou R$ 103 milhões nesta quarta (7): veja os números!

Publicados

em


source

Brasil Econômico

Os números sorteados da Mega-Sena acumulada em R$ 100 milhões saíram às 20h, no sorteio da Caixa, transmitido pelo YouTube
Divulgação Mega-Sena

Os números sorteados da Mega-Sena acumulada em R$ 100 milhões saíram às 20h, no sorteio da Caixa, transmitido pelo YouTube

Mega-Sena  sorteou, nesta quarta-feira (7), um prêmio acumulado de R$ 103 milhões.sorteio das seis dezenas do concurso 2.306 foi transmitido pelo canal do YouTube da Caixa às 20h no Espaço Loterias Caixa, no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo. Confira os números da Mega que acabaram de sair.

Os números da Mega-Sena valendo R$ 103 milhões  nesta quarta (7) foram:

28 – 58 – 19 – 03 – 57 – 33

Concurso da Mega-Sena
Foi possível apostar até as 19h (horário de Brasília) de hoje, em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa em todo o país. O bilhete simples da Mega-Sena, com seis dezenas, custa R$ 4,50. Também dá para apostar pela internet, sem sair de casa.

Leia Também:  Primeiro ATR 72-600F é visto com as cores da FedEx

No concurso da Mega-Sena anterior, de número 2.305, do último sábado (3), foram sorteadas as dezenas: 7 – 16 – 22 – 38 – 55 – 57. No sábado, não houve ganhador e o prêmio acumulou de R$ 90 milhões para os R$ 100 milhões sorteados nesta quarta-feira (7).

Como apostar online na Mega-Sena
Para aqueles que apostarem pela internet, não é possível optar pela aposta mínima, de R$ 4,50. No site da Caixa, o valor mínimo para apostar na  Mega-Sena  é de R$ 30, seja com uma única aposta ou mais de uma.

Para fazer uma aposta maior, com 7 números, dando uma maior chance de ganhar, o preço sobe para R$ 31,50. Outra opção para atingir o preço mínimo é fazer sete apostas simples, que juntas têm o mesmo valor, R$ 31,50. Além disso, os bolões, disponíveis online, são outra opção viável.

Como funciona a Mega-Sena
O concurso é realizado pela  Caixa Econômica Federal e o vencedor pode receber milhões de reais se acertar as seis dezenas. Os sorteios ocorrem pelo menos duas vezes por semana – geralmente, às quartas-feiras e aos sábados. O apostador também pode ganhar prêmios com valor mais baixo caso acerte quatro ou cinco números, conhecidas como Quadra e Quina, respectivamente.

Leia Também:  Safadão visita estúdio do Summit Êxito onde dará palestra sobre empreendedorismo

Na hora de jogar, o apostador pode escolher os números ou tentar a sorte com a Surpresinha. Esse modelo consiste na escolha automática, realizada pelo sistema, das dezenas jogadas. 

Outra opção é manter a mesma aposta por dois, quatro ou até oito sorteios consecutivos, conhecida como a Teimosinha.

Premiação
Os prêmios costumam iniciar em, aproximadamente, R$ 3 milhões para quem acertar as seis dezenas. Dessa forma, o valor vai acumulando a cada concurso sem vencedor.

Também é possível ganhar prêmios ao acertar quatro ou cinco números dentre os 60 disponíveis no volante de apostas. Para isso, é preciso marcar de seis a 15 números do volante.

O prêmio bruto da  Mega-Sena  corresponde a 43,35% da arrecadação. Deste valor:

35% são distribuídos entre os acertadores dos seis números sorteados;
19% entre os acertadores de cinco números (Quina);
19% entre os acertadores de quatro números (Quadra);
22% ficam acumulados e distribuídos aos acertadores dos seis números nos concursos terminados em zero ou cinco; e
5% ficam acumulado para a primeira faixa (Sena) do último concurso do ano de final zero ou cinco.

Propaganda

Momento Economia

Ministra da Agricultura diz que nova safra pode reduzir preço do arroz

Publicados

em


A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, disse hoje (29) que o preço do arroz poderá ser reduzido com a chegada da nova safra, em janeiro. A ministra participou da live do presidente Jair Bolsonaro nas redes sociais e explicou as medidas que foram tomadas para conter o preço do produto nas prateleiras dos supermercados. 

Tereza Cristina explicou que a pandemia da covid-19 desequilibrou o mercado de grãos em todo o mundo. Segundo a ministra, a pandemia provocou aumento no consumo do produto pelos brasileiros e o preço aumentou. Para conter o aumento, o Brasil autorizou a importação da Guiana e do Paraguai para equilibrar o mercado. 

“No mundo houve um desequilíbrio em vários preços dos produtos das commodities. O arroz foi um desses. Nós passamos a comer mais arroz, o auxílio emergencial fez também o aumento dessa demanda. Nós, em setembro, tiramos o imposto de importação, ele parou de subir e hoje tem ligeira queda. Vamos ter nova sofra chegando em janeiro e os preços vão reduzir”, afirmou a ministra. 

Plano Safra

A ministra também informou que todos os recursos previstos no Plano Safra deste ano foram contratados e estão sendo investidos pelo setor agrícola, por exemplo, na construção de instalações para produção de aves, suínos e confinamento de gado. 

Leia Também:  Petrobras recupera venda de combustíveis e receitas no 3º trimestre

“O Plano Safra foi um sucesso e hoje nós temos um bom problema, porque o dinheiro de investimento já terminou praticamente”.

A ministra disse ainda que os recursos do plano também estão sendo utilizados na agricultura familiar. Além disso, vários títulos de regularização de terras já foram entregues para produtores rurais que fazem parte do programa. 

“Nós estamos trabalhando para fazer assistência técnica, e o dinheiro do Plano Safra foi muito maior para esse público da pequena agricultura”.

Edição: Liliane Farias

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA