Momento Economia

PF apura suposto esquema de contrabando de veículos de luxo no Paraná

Publicados

em


source
PF apura suposto esquema de contrabando de veículos de luxo no Paraná
Agência Brasil

PF apura suposto esquema de contrabando de veículos de luxo no Paraná

Policiais federais e servidores da Receita Federal no Paraná cumprem seis mandados judiciais de prisão e de busca e apreensão cujos alvos são suspeitos de participar de um sofisticado esquema de contrabando de veículos de luxo.

Deflagrada nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (8), a chamada Operação Super Trunfo é fruto de uma investigação que, segundo a Polícia Federal ( PF ), já dura dois anos, e apura também a indícios de evasão de divisas, crimes fiscais e lavagem de dinheiro.

Um mandado de prisão preventiva, dois de prisão temporária e três de busca e apreensão estão sendo executados nas cidades de Maringá ( PR ) e de Cândido de Abreu (PR). Além disso, a Justiça decretou o bloqueio de R$ 15 milhões em veículos, imóveis e contas bancárias pertencentes aos suspeitos.

Leia Também:  Auxílio emergencial: pagamentos da semana começam na 2ª; confira a programação

Em nota, a PF afirma que os investigados são suspeitos de licenciar veículos esportivos de luxo no Paraguai e, depois, revendê-los ou utilizá-lo no Brasil, onde circulavam com placas paraguaias. Alguns dos automóveis adquiridos supostamente de forma ilícita valem mais de R$ 2 milhões.

Os investigadores também afirmam ter provas de que os envolvidos compravam veículos e imóveis no Brasil por meio de transações financeiras ilegais, de forma a ocultar os reais valores envolvidos nos negócios – o que, segundo a PF , caracteriza crime de lavagem de dinheiro.

Propaganda

Momento Economia

CNI: confiança do empresário industrial cresce em todos os setores

Publicados

em


A retomada da atividade econômica melhorou a expectativa da indústria em relação à economia. Divulgado hoje (28) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) apresentou alta em todos os setores pesquisados.

Em relação à indústria de transformação, o Icei atingiu 62,6 pontos em setembro, alta de 5,1 pontos em relação a agosto. Esse foi o quinto mês seguido de aumento no indicador. Em relação a abril, quando o índice havia despencado para 34,3 pontos, o índice acumula alta de 28,3 pontos.

Na avaliação da CNI, a confiança dos empresários da indústria está cada vez mais alta e mais disseminada depois da retomada da produção industrial em agosto. O Icei não apenas subiu em todos os 30 setores da indústria da transformação pesquisados como está acima de 50 pontos em todos os segmentos. Em 19 setores, o Icei alcançou níveis superiores aos de setembro de 2019.

Setembro foi o segundo mês consecutivo em que o Icei da indústria de transformação supera a marca de 50 pontos. De acordo com a metodologia da CNI, índices acima dessa linha divisória representam otimismo em relação aos próximos meses na avaliação dos empresários pesquisados.

Leia Também:  Projeto que fecha empresas públicas em SP pode ser votado nesta segunda

Indústria da construção e extrativa

Na indústria da construção, o Icei também cresceu pelo quinto mês seguido em setembro, alcançando 56,7 pontos. Todos os três setores da construção registraram melhoria no indicador. Na comparação com abril, o índice acumula crescimento de 21,9 pontos. O Icei da indústria extrativa subiu 2,7 pontos no mês, somando 59,9 pontos, repetindo a alta contínua desde maio registrada nos outros dois tipos de Icei.

A pesquisa foi feita com 2.312 empresas em todo o país entre 1º e 14 de setembro. Desse total, 904 são de pequeno porte, 848 de médio porte, e 560 de grande porte.

Edição: Lílian Beraldo

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA