Momento Economia

Privatização da Eletrobras pode ter aval do TCU em fevereiro

Publicados

em


source
TCU
Divulgação/TCU

TCU

Ministros do Tribunal de Contas da União (TCU) avaliam que será possível dar continuidade ao processo que analisa a privatização da Eletrobras na primeira quinzena de fevereiro, o que beneficia os planos do governo de vender a estatal de energia até maio.

O julgamento do primeiro dos dois processos que tratam da privatização foi suspenso no ano passado após um pedido de vista do ministro Vital do Rêgo, mesmo com maioria dos ministros da corte já tendo sinalizado ser favoráveis ao modelo de desestatização.

O prazo do pedido de vista de Rêgo só termina em março, mas ele admitiu internamente que trabalha para devolver o processo antes do previsto. Com isso, o assunto pode entrar na pauta no dia 9 ou no dia 16.

O governo corre contra o tempo para privatizar a estatal, numa agenda considerada prioritária pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

O gabinete do ministro já trabalha no voto sobre a autorização de assinar os novos contratos de hidrelétricas, base da desestatização. Vital do Rêgo tem reuniões marcadas com integrantes governo e da Eletrobras para esclarecer pontos do modelo de privatização.

Leia Também

A sinalização do TCU em avançar com o processo foi lida no mercado como um aceno de que, de fato, a privatização vai sair neste ano, apesar das dúvidas sobre o andamento da desestatização. O tribunal precisa avaliar dois aspectos da privatização: os novos contratos de usinas hidrelétricas e a capitalização.

Em fevereiro, deve ser colocado em pauta apenas a primeira análise, que é considerada a mais complexa para o TCU.

O governo estima que vai receber R$ 25,3 bilhões com a venda da estatal, que será feita por meio de uma capitalização nas bolsas de São Paulo e de Nova York.

A Eletrobras já convocou Assembleia Geral Extraordinária de acionistas para aprovar as mudanças no estatuto necessárias para a privatização. A assembleia está marcada para o dia 22 de fevereiro, mas integrantes da estatal avisaram ao TCU que a votação só vai ocorrer de fato após o aval do tribunal. 

Leia Também:  Guedes minimiza troca na Petrobras: 'O conselho define os preços'

A convocação da assembleia foi uma maneria de agilizar o processo, já que é preciso respeitar um prazo de 30 dias de antecedência entre o chamamento dos acionistas e a data da reunião. Apenas os acionistas minoritários votarão nessa assembleia, que deve aprovar as mudanças no estatuto necessárias para a privatização. 

Propaganda

Momento Economia

Mercados da Europa ficam no azul: o PIB alemão subiu 0,2%

Publicados

em

source
Mercados da Europa ficam no azul: o PIB alemão subiu 0,2%
Ivonete Dainese

Mercados da Europa ficam no azul: o PIB alemão subiu 0,2%

Os mercados de ações europeus fecharam em campo positivo. Por lá, como nos demais, as expectativas estavam elevadas para as declarações de membros dos bancos centrais e também para a ata da última reunião do Comitê de Mercado Aberto – Fomc, do Federal Reserve. O resultado do PIB da Alemanha também ficou no radar.

O índice Stoxx Europe 600 ficou em alta de 0,63% aos 434.31. O FTSE-100, bolsa de Londres, ficou em alta de 0,51% aos 7.522. O FTSE MIB, bolsa de Milão, ficou em alta de 1,57% aos 24.250. O DAX-30, bolsa de Frankfurt, subiu 0,63% aos 14.007. O CAC-40, Paris, ficou em alta 0,73% aos 6.298. O Ibex 35, bolsa de Madri, ficou em alta 1,49% aos 8.760. O PSI-20, bolsa de Lisboa, ficou em alta de 0,88% aos 6.184.

Enquanto isso, na Alemanha, o PIB subiu 0,2% no 1T22 no comparativo trimestral. O que se viu foram ajustes de preços, variações sazonais e de calendário. Comparado com o 4T19, o início da crise da Covid-19, o PIB era de 0,9% menor.

Leia Também:  Dividendos do 1T22: é rentável investir?

O Destatis informou que isso corresponde aos resultados comunicados no dia 29 de abril de 2022. “A guerra na Ucrânia e a contínua pandemia de Covid-19 intensificaram as distorções existentes, incluindo interrupções nas cadeias de suprimentos e aumento dos preços”, disse o presidente do Destatis, Georg Thiel. “Apesar das difíceis condições de enquadramento na economia global, a economia alemã iniciou 2022 com um ligeiro crescimento”, continuou Thiel.

Para a Alemanha, ainda, a GfK está prevendo queda de 26,0 pontos no sentimento do consumidor para junho, alta de 0,6 ponto em relação a maio deste ano (revisado de -26,6 pontos).

Por fim, a presidente do Banco Central Europeu – BCE, Christine Lagarde, viu mais membros da instituição apoiando o plano de endurecer com a política monetária para trazer a inflação para a meta. Os juros estão pouco acima do território negativo e recentemente Lagarde estava mantendo o tom “dovish” sobre o assunto e que não queria cometer erros do passado. A chairman do BCE comandava o Fundo Monetário Internacional – FMI.

Leia Também:  Guedes minimiza troca na Petrobras: 'O conselho define os preços'

Se você gostou deste conteúdo e quer continuar por dentro do mundo dos investimentos, não se esqueça de clicar aqui

Entre no nosso grupo de trader

O post Mercados da Europa ficam no azul: o PIB alemão subiu 0,2% apareceu primeiro em 1 Bilhão Educação Financeira .

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA