Momento Economia

Regra de transações gratuitas do Pix muda nesta segunda-feira; entenda

Publicados

em


source
Brasileiros poderão movimentar mais dinheiro sem custos pelo Pix a partir desta segunda, 1º de março
Divulgação

Brasileiros poderão movimentar mais dinheiro sem custos pelo Pix a partir desta segunda, 1º de março

Os brasileiros poderão, a partir desta segunda-feira (dia 1º), movimentar mais dinheiro por meio do Pix , sistema de pagamento desenvolvido pelo Banco Central (BC). O limite ainda estará vinculado ao perfil do cliente de um banco, levando em conta o poder aquisitivo, mas será aumentado com regra prevista para entrar em vigor hoje.

As instituições financeiras podem prever restrições e limites ao Pix . Mas há alteração na regra sobre o mínimo de movimentação possível. Até este domingo, o limite mínimo era equivalente a 50% do previsto para transferências em TED (transferência bancária) ou 100% do limite para gastos em cartão de débito.

Agora, o limite mínimo é de 100% do valor permitido em TED e também o total permitido de gastos em cartão de débito .

Essa transição da norma já estava prevista desde o lançamento do sistema de pagamento simultâneo.

Ao jornal EXTRA, o BC confirmou que a regra será modificada nesta segunda-feira.

Para saber o limite exato de transferência por Pix, o correntista deve entrar em contato com o banco ou informar-se por meio de aplicativo da instituição financeira.

Propaganda

Momento Economia

Governo autoriza segunda rodada de excedentes da cessão onerosa

Publicados

em


O presidente Jair Bolsonaro aprovou as regras que autorizam a realização da segunda rodada de licitação dos volumes excedentes da cessão onerosa do pré-sal nos campos de Atapu e Sépia. Os parâmetros técnicos e econômicos estão na Resolução nº 5, de 20 de abril de 2021, do Conselho Nacional de Política Energética. 

Em nota, a Subchefia para Assuntos Jurídicos da Presidência informa que a nova rodada refere-se aos campos que não foram arrematados em 2019. De acordo com o órgão, o modelo da licitação pretende dar maior atratividade e competitividade ao leilão, “aumentando a possibilidade de sucesso na contratação das áreas remanescentes”. 

“A resolução aprovada constitui de mais uma etapa importante na estruturação do respectivo leilão e autoriza à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) a realizar o certame, além de prever os blocos a serem ofertados e os parâmetros técnicos e econômicos da licitação, assim como dos contratos de partilha a serem firmados com os novos contratados com vistas a promover o devido aproveitamento racional dos recursos petrolíferos nacionais”, diz a nota. 

Leia Também:  FGV: aumento de 1,4% no PIB mostra que economia continua a crescer

Edição: Fábio Massalli

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA