Momento Economia

Restaurante Madero é multado em R$ 442 mil por pagamento de propina a fiscais

Publicados

em


source

Brasil Econômico

Madero
Madero/Divulgação

Madero pagou propina a fiscais do Ministério da Agricultura e foi multado pela CGU

O restaurante Madero foi multado em R$ 442 mil pela CGU (Controladoria Geral da União) por pagar propina em dinheiro e alimentos a funcionários do Ministério da Agricultura. Os funcionários federais fiscalizavam lojas da rede nas cidades de Balsa Nova e Ponta Grossa, no Paraná.

O pagamento de R$ 442 mil determinado pela CGU equivale a 0,1% do valor do faturamento bruto da empresa no ano de 2017, excluídos os tributos e a multa aplicada.

Madero também deverá publicar sobre a multa da CGU em uma edição de um dos quatro jornais de maior tiragem e circulação nacional, comunicando o caso na entrada principal das unidades em que ocorreram os casos e divulgando os fatos no site da empresa por 30 dias.

Leia Também:  KLM já tem data para seu último voo com o Boeing 747

Outros problemas do Madero

As polêmicas do restaurante Madero tiveram foco quando Junior Durski , dono da rede, minimizou o fechamento do comércio por conta da pandemia de Covid-19.

Durski disse que o Brasil enfrentaria “consequências muito maiores” do que as “5 mil ou 7 mil pessoas que vão morrer por conta do coronavírus”. Na semana passada, o país ultrapassou a marca de 150 mil mortos por Covid-19 .

No mês de abril, o Durski cortou 600 funcionários do Madero, que segundo ele, faziam parte das equipes que fariam a expansão da rede.

A empresa queria abrir 65 unidades neste ano. Em julho, foram abertas: uma do Madero no Shopping Tijuca (no Rio de Janeiro) e uma unidade do Jeronimo Burguer, da mesma companhia, na Vila Olímpia (em São Paulo).

Também em julho, Luciano Huck, apresentador da Rede Globo, vendeu sua participação na rede Madero.

Confira o posicionamento da empresa

Foi publicada, hoje, no Diário Oficial da União, a decisão da Controladoria-Geral da União (CGU) condenando Madero Indústria e Comércio S.A. (“Grupo Madero” ou “Companhia”) à pena de multa no valor mínimo legal.

A Companhia não concorda com a manifestação da CGU e vai adotar todas as medidas legais cabíveis para recorrer dessa decisão, porque, na realidade,em 2015 foi vítima de ameaças e extorsões de fiscais do MAPA, e, por iniciativa própria, procurou a Polícia Federal para comunicar esses fatos, tendocolaborado, desde o início, de maneira efetiva com as investigações policiais.

A Polícia Federal, o Ministério Público Federal e a Justiça Federal, inclusive, já analisaram esses mesmos fatos e não imputaram qualquer tipo de responsabilidade à Companhia ou a seus representantes.

A própria decisão da CGU destaca que a apuração dos fatos foi oriunda da autodenúncia da empresa.

O Grupo Madero é uma empresa sólida, idônea e que se pauta pela seriedade, qualidade de seus produtos e serviços, bem como na ética que rege a conduta de seus representantes e funcionários.
Atenciosamente,

Madero Indústria e Comércio S.A.

Propaganda

Momento Economia

Airbus planeja aumentar produção de A320 em 2021

Publicados

em


source

Contato Radar

undefined
Guilherme Dotto

Airbus planeja aumentar produção de A320 em 2021

Em anuncio aos seus fornecedores, a Airbus almeja aumentar sua fabricação de A320 no ano de 2021. A solicitação feita a seus parceiros foi para se prepararem para julho do próximo ano, onde a produção aumentará de 40 para 47 aeronaves por mês.

A fabricante francesa vai aumentar 18% da produção de suas aeronaves da família A320. A mudança é um sinal de percepção de melhora para um setor que teve pouco sucesso durante a crise.

Já era planejado o aumento da produção de A320 antes da pandemia, com possuia um número de pedidos se estendendo até 2025. Antes da crise, eram fabricadas 60 aeronaves da família A320.

Em um enorme desafio a ser cumprido no atual momento, no processo de fabricação do jato, são envolvidas instalações pelo mundo. Alemanha, França, China e Estados Unidos, com peças movendo-se entre elas.

Entre abril e junho, a Airbus recebeu apenas oito pedidos de novos aviões comerciais, mas também com empresas cancelando seus pedidos.

Leia Também:  Acumulou! Mega-Sena não tem vencedor e prêmio vai a R$ 38 milhões; veja números

No entanto, como já noticiado pelo Contato Radar, em setembro, a fabricante francesa entregou 57 aviões, a maior quantidade neste ano, e recentemente comemorou a entrega do 10.000º jato da família A320.

O post Airbus planeja aumentar produção de A320 em 2021 apareceu primeiro em Contato Radar – Notícias de aviação .

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA