Momento Economia

Restaurante Madero é multado em R$ 442 mil por pagamento de propina a fiscais

Publicados

em


source

Brasil Econômico

Madero
Madero/Divulgação

Madero pagou propina a fiscais do Ministério da Agricultura e foi multado pela CGU

O restaurante  Madero foi multado em R$ 442 mil pela CGU (Controladoria Geral da União) por pagar propina em dinheiro e alimentos a funcionários do Ministério da Agricultura. Os funcionários federais fiscalizavam lojas da rede nas cidades de Balsa Nova e Ponta Grossa, no Paraná.

O pagamento de R$ 442 mil determinado pela CGU equivale a 0,1% do valor do faturamento bruto da empresa no ano de 2017, excluídos os tributos e a multa aplicada.

Madero também deverá publicar sobre a multa da CGU em uma edição de um dos quatro jornais de maior tiragem e circulação nacional, comunicando o caso na entrada principal das unidades em que ocorreram os casos e divulgando os fatos no site da empresa por 30 dias.

Leia Também:  LATAM Peru retomará operações em São Paulo e mais 8 cidades

Outros problemas do Madero

As polêmicas do restaurante Madero  tiveram foco quando Junior Durski, dono da rede, minimizou o fechamento do comércio por conta da pandemia de Covid-19.

Durski disse que o Brasil enfrentaria “consequências muito maiores” do que as  “5 mil ou 7 mil pessoas que vão morrer por conta do coronavírus”. Na semana passada, o país ultrapassou a marca de 150 mil mortos por Covid-19 .

No mês de abril, o Durski cortou 600 funcionários do Madero, que segundo ele, faziam parte das equipes que fariam a expansão da rede.

A empresa queria abrir 65 unidades neste ano. Em julho, foram abertas: uma do Madero no Shopping Tijuca (no Rio de Janeiro) e uma unidade do Jeronimo Burguer, da mesma companhia, na Vila Olímpia (em São Paulo).

Também em julho, Luciano Huck, apresentador da Rede Globo, vendeu sua participação na rede Madero.

Propaganda

Momento Economia

Venezuelana Aerolíneas Estelar realiza operação pontual no Brasil

Publicados

em


source

Contato Radar

undefined
Calebe Murilo

Venezuelana Aerolíneas Estelar realiza operação pontual no Brasil

A companhia aérea de bandeira venezuelana Aerolíneas Estelar realizou hoje, 27, uma operação pontual no Brasil. A missão foi transportar o time de futebol Caracas, que disputará um jogo da Copa Sul-Americana contra o clube Vasco da Gama.

Com isso, o voo ETR 8782 foi realizado pelo Boeing 737-300 de matrícula YV642T. A jornada teve início ontem, 26, em Caracas (CCS), com cerca de 10 horas de atraso, por conta da Estelar não ter recebido a tempo uma autorização da ANAC para realizar a operação.

Após decolar da cidade venezuelana às 21:40, hora local, e passar por Manaus (MAO), o pouso se deu no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (GIG) na manhã de hoje.

Com algumas horas de passagem pelo aeroporto carioca, o jato decolou novamente para a capital amazonense, onde realizou uma escala técnica e posteriormente seguiu rumo a Venezuela.

Fundada em 2009, a Aerolíneas Estelar possui uma frota de 5 aeronaves Boeing 737, nas versões 200 e 300, operando a partir da capital Caracas (CCS). Atualmente, apenas o Boeing 737-300 de matricula YV642T está em serviço ativo, com os demais jatos estocados, de acordo com dados do PlaneSpotters.

Leia Também:  Emirates aposenta de sua frota o primeiro Airbus A380

O post Venezuelana Aerolíneas Estelar realiza operação pontual no Brasil apareceu primeiro em Contato Radar – Notícias de aviação .

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA