Momento Economia

Setor de serviços avança 0,7% em abril, mas segue abaixo de patamar pré-pandemia

Publicados

em


source
Ministério da Economia
Geraldo Magela/Agência Senado

Ministério da Economia

O setor de serviços avançou 0,7% em abril , na comparação com março, segundo dados divulgados nesta sexta-feira pelo IBGE. O resultado é reflexo do afrouxamento das restrições à circulação, após medidas mais duras no mês anterior.

Analistas ouvidos pela Reuters projetavam alta de 0,6% no mês e 18,2% no ano.

Considerado motor do PIB brasileiro , o setor de serviços veio perdendo fôlego desde dezembro e interrompeu nove meses seguidos de taxas positivas em março, quando caiu 4%. Com o resultado de hoje, o setor retoma sua trajetória de recuperação, mas ainda se encontra 1,5% abaixo do patamar de fevereiro do ano passado, período pré-pandemia.

Perspectivas

Economistas avaliam que o afrouxamento das medidas de isolamento social, na esteira de avanços da vacinação contra a Covid-19, tende a colocar o setor de serviços em trajetória de retomada sem novos tropeços.

Índice de Confiança de Serviços, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), cresceu 6,4 pontos na passagem de abril para maio, chegando a 88,1 pontos. Foi o maior patamar registrado pela pesquisa desde o período pré-pandemia, em fevereiro do ano passado.

“A expectativa é que a expansão do programa de vacinação atingindo uma parcela maior da população contribua para a continuidade da recuperação no setor bastante afetado durante todo o período da pandemia”, disse Rodolpho Tobler, economista da FGV.

Propaganda

Momento Economia

Petrobras tem R$ 3 bi para programa de distribuição de gás, diz Bolsonaro

Publicados

em


source
Bolsonaro diz que Petrobras tem R$ 3 bi para programa de distribuição de gás
Luciano Rodrigues

Bolsonaro diz que Petrobras tem R$ 3 bi para programa de distribuição de gás


O presidente Jair Bolsonaro deu, na noite desta sexta-feira (31), um pouco mais de detalhes do programa de vale-gás que pretende instituir no país. Ele afirmou que a Petrobras já tem reservado cerca de R$ 3 bilhões para esse fim.

Ele afirmou que o estudo do programa ainda está em conclusão, mas que a ideia é distribuir um botijão a cada dois meses para cada família de baixa renda:

“O novo presidente da Petrobras, general Silva e Luna, está com uma reserva de aproximadamente R$ 3 bilhões para atender realmente esses mais necessitados. O equivalente, está sendo estudado ainda, é de um bujão de gás a cada dois meses”, afirmou Bolsonaro, em entrevista ao Programa do Ratinho, exibido na noite desta sexta-feira, no SBT.

O vale-gás é visto como uma ação do governo para também alavancar a popularidade do presidente, na véspera do ano eleitoral.

Bolsonaro voltou a afirmar que o alto preço do gás de cozinha cobrado hoje do consumidor, que chegou a ultrapassar os R$ 100, não é culpa do governo, embora a Petrobras tenha elevado os preços para as distribuidoras recentemente por causa da alta do preço internacional do petróleo e do câmbio:

“Zerei o imposto federal do gás de cozinha, que custa R$ 45 onde é engarrafado. O resto é ICMS, margem de lucro e frete.”

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA