Momento Economia

Tratamento precoce: MP quer que governo devolva dinheiro gasto com divulgação

Publicados

em


source
MP envia representação ao TCU para pedir devolução de R$ 23 milhões que governo gastou com divulgação de remédios ineficazes contra a Covid-19
Divulgação/TCU

MP envia representação ao TCU para pedir devolução de R$ 23 milhões que governo gastou com divulgação de remédios ineficazes contra a Covid-19

O Ministério Público quer que o governo federal devolva os R$ 23 milhões gastos para divulgar o “tratamento precoce” com remédios que foram comprovados pela ciênia como ineficazes contra o coronavírus. Uma representação pedindo a devolução do dinheiro foi enviada ao Tribunal de Contas da União (TCU) .

O subprocurador-geral Lucas Rocha Furtado disse que o gasto do governo com a divulgação do medicamento ineficaz deve ser apurado e os responsáveis devidamente penalizados.

Ele também argumentou que essa divulgação traz problemas à saúde da população, além de desestimular a procura por atendimento médico e a vacinação. 

“Fica cada vez mais claro que o governo federal tem reiteradamente praticado atos que põem a saúde e a vida da população em perigo, além de representarem prejuízo ao erário”, escreveu Furtado na representação enviada à ministra do TCU, Ana Arraes, a que o UOL teve acesso. 

Leia Também:  INSS: solicitou o auxílio-doença e não obteve a resposta? Veja como resolver

Propaganda

Momento Economia

Deputados enviam “cheque em branco” para prefeituras comandadas por familiares

Publicados

em


source
Aécio Neves, relator da PEC
Reprodução: iG Minas Gerais

Aécio Neves, relator da PEC

As ” emendas cheque em branco ” como são conhecidas, foram responsáveis por repasses de R$ 27,6 milhões para prefeituras de familiares de congressistas. Como revelou o Estadão, esses recursos podem ser transferidos sem critérios técnicos e sem fiscalização de órgão de controle. 

Aécio Neves relator da PEC que criou o modelo de repasse, transferiu R$ 300 mil para Cláudio (MG), onde o Ministério Público investigou a construção de um aeroporto em um terreno da família do deputado

Outro exemplo é o deputado Fernando Coelho Filho (DEM-PE), filho do líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), transferiu R$ 500 mil para Petrolina (PE), onde o irmão Miguel Coelho é prefeito. 

O maior repasse, feito por Valdir Rossoni (PSDB-PR),  destinou R$ 8,1 milhões ao município de Bituruna (PR), onde seu filho, Rodrigo Rossoni, é prefeito. A modalidade também foi usada pela deputada Clarissa Garotinho (PL-RJ), que enviou R$ 4,5 milhões para Campos de Goytacazes, que tem como prefeito seu irmão, Wladimir Garotinho.

Os deputados dizem que o formato permite mais “rapidez” no repasse dos recursos. Até o momento, as prefeituras não indicaram quais obras serão realizadas com as verbas. 

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA