Momento Economia

Vai vender milhas? Veja dicas para não ser vítima de fraudes

Publicados

em


source
Cartões de crédito empilhados sobre uma mesa
Marcos Santos/USP Imagens

ABEMF alerta para o perigo de fraudes na venda de milhas




Devido a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2), muita gente que passou meses juntando milhas para trocar por passagens aéreas procurou maneiras de aproveitar os pontos acumulados. Como opções, encontraram a troca por produtos ou a venda de milhas. Mas é preciso ficar alerta!





Segundo a a Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (ABEMF), quem opta por vender pontos ou milhas de programas de fidelidade, está infringindo o regulamento que aceitou no momento de adesão ao programa. 

Os pontos e as milhas são acumulados com uso do cartão de crédito e na compra de passagem de avião. Esses pontos e milhas podem ser trocados por produtos nos programas de fidelização ou vendidas em sites específicos para isso. 

Leia Também:  Tradicional aniversário do supermercado Guanabara é cancelado

No entanto, a associação alerta para os riscos deste tipo de comercialização. Ela diz que o consumidor “abre mão de sua segurança, uma vez que para vender o saldo, ele precisa fornecer dados sensíveis como o seu login e senha a terceiros, o que facilita a ocorrência de fraudes “.

Milhas trocadas por produtos

Este ano, os indicadores da ABEMF apontaram que 30% dos pontos e milhas foram trocados por produtos do varejo nos três primeiros meses do ano. No segundo trimestre, devido a pandemia, esse percentual foi para 100%. Antes das medidas sanitárias, o destino destes pontos era quase de 80% para bilhetes aéreos.

Nos primeiros seis meses do ano, os participantes dos programas de fidelidade associados à ABEMF resgataram um total de 80,2 bilhões de pontos/milhas. 

Propaganda

Momento Economia

Auxílio emergencial: 5,6 milhões têm acesso ao benefício nesta terça

Publicados

em


source

Brasil Econômico

Pessoa segurando notas de 10 e 50 reais
Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Nascidos em outubro podem sacar e transferir e beneficiários do Bolsa Família recebem R$ 300


Nesta terça-feira (20), mais de 5,6 milhões de pessoas receberão o auxílio emergencial : 1,6 milhões de trabalhadores receberão o auxílio pelo Bolsa Família , referente à  2ª parcela de R$ 300. Os outros 4 milhões, nascidos em outubro e que não fazem parte do Bolsa Família, poderão sacar e transferir o dinheiro, que foi depositado anteriormente na conta poupança digital.


Os trabalhadores nascidos em outubro , que receberam a parcela do benefício original de R$ 600 em 28 de setembro, já podiam pagar contas e realizar compras utilizando o cartão virtual. 

Já os trabalhadores beneficiários do Bolsa Família , apenas aqueles com final 2 no NIS, irão receber o auxílio da mesma forma que o benefício original. E ainda há outras duas parcelas de R$ 300 a serem pagas, uma em novembro e outra em dezembro.

Leia Também:  Dólar deve demorar a abaixar de R$ 5: entenda como isso afeta o seu bolso

Parcelas a mais de R$ 300

O governo divulgou, no final de setembro, as datas de pagamento das parcelas extras do auxílio emergencial , no valor de R$ 300, para beneficiários fora do Bolsa Família. Veja como ficou o calendário:

Quem pode movimentar a partir de terça

Trabalhadores do Bolsa Família com número do NIS terminado em 2: vão receber a 2ª parcela de R$ 300

Trabalhadores do Cadastro Único e inscritos via site e app poderão sacar ou transferir:

Nascidos em outubro:

  • – aprovados no primeiro lote poderão sacar a quinta parcela;
  • – aprovados no primeiro lote, mas que tiveram o benefício suspenso, poderão sacar a quinta parcela
  • – aprovados no segundo lote poderão sacar a quarta parcela;
  • – aprovados no terceiro lote poderão sacar a terceira parcela;
  • – aprovados no quarto lote poderão sacar a terceira parcela;
  • – aprovados no quinto lote poderão sacar a segunda parcela;
  • – aprovados no sexto lote poderão sacar a segunda parcela;
  • – aprovados no sétimo lote poderão sacar a primeira parcela;
  • – reavaliados (que tiveram o benefício suspenso em agosto) poderão sacar todas as parcelas já recebidas em poupança digital
Leia Também:  Janguiê Diniz, engenheiro da Educação e do Empreendedorismo do Brasil

Bolsa Família:

  • 19 de outubro: NIS final 1;
  • 20 de outubro: NIS final 2;
  • 21 de outubro: NIS final 3;
  • 22 de outubro: NIS final 4;
  • 23 de outubro: NIS final 5;
  • 26 de outubro: NIS final 6;
  • 27 de outubro: NIS final 7;
  • 28 de outubro: NIS final 8;
  • 29 de outubro: NIS final 9; e
  • 30 de outubro: NIS final 0.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA