Momento Educação

Começam hoje inscrições para bolsas remanescentes do Prouni

Publicados

em


.

Começam hoje (15) as inscrições para o processo seletivo de bolsas remanescentes do Programa Universidade para Todos (Prouni), para o segundo semestre deste ano. Ao todo, serão ofertadas cerca de 90 mil bolsas que não foram ocupadas no decorrer do processo seletivo regular.

A disponibilidade dessas bolsas ocorre por desistência dos candidatos pré-selecionados ou falta de documentação, por exemplo. O prazo para inscrição termina em 30 de setembro e o estudante interessado deve acessar a página do Prouni na internet [http://prouniportal.mec.gov.br/#principal].

De acordo com o Ministério da Educação, nesta edição, o prazo de inscrição será único, tanto para candidatos não matriculados na instituição de ensino superior para a qual desejam se inscrever para disputar uma bolsa, como para candidatos já matriculados na mesma instituição para a qual querem fazer a inscrição.

O Prouni é o programa do governo federal que oferece bolsas de estudo, integrais e parciais (50%), em instituições particulares de educação superior. Para concorrer às bolsas integrais, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. Para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

Leia Também:  Inscrições para bolsas remanescentes do ProUni terminam quarta-feira

Edição: Maria Claudia

Propaganda

Momento Educação

Justiça autoriza volta às aulas nas escolas particulares no Rio

Publicados

em


As escolas privadas do município do Rio de Janeiro podem retornar às aulas a partir de amanhã (1º). A decisão é da 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça (TJ), anunciada hoje (30). Os desembargadores julgaram recurso do município do Rio.

A prefeitura se manifestou sobre a decisão do TJ, dizendo que, de acordo com a Subsecretaria de Vigilância Sanitária e o Comitê Científico, as escolas privadas têm condições sanitárias de voltar às aulas, se assim quiserem. “Cabe deixar claro que são os estabelecimentos privados que decidem se voltam às atividades. A prefeitura somente autoriza o retorno aos locais do ensino privado desde que cumpridas as rígidas regras sanitárias”, informou a prefeitura, em nota.

O Sindicato dos Professores do Município do Rio de Janeiro e Região (Sinpro-Rio) também se posicionou em nota, lembrando que a categoria está em greve e que a questão será debatida em assembleia geral, no próximo sábado (3). “O patronato e a prefeitura, mais uma vez, se apoiaram no princípio do lucro e da economia, além de colocarem as crianças reféns de um discurso que, sabemos bem, eles não defendem no seu dia a dia”, disse. O sindicato acrescentou que a categoria está em “em greve pela vida” e ressaltou que dia 15 de outubro haverá audiência no Tribunal Regional do Trabalho.

Leia Também:  Governo lança política de educação para estudantes com deficiência

Segundo o Sindicato dos Estabelecimentos de Educação Básica do Rio de Janeiro (Sinepe-Rio), a rede privada no município do Rio representa 481.369 matrículas na educação básica, com 2.031 estabelecimentos e 27.820 docentes.

Edição: Kelly Oliveira

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA