Momento Entretenimento

Cabeleireira Leila e sobrinho-neto morreram em série americana

Publicados

em


source
Luís Claudio e Leila
Reprodução

Luís Claudio e Leila


A cabeleireira Leila e o seu sobrinho-neto Luís Claudio,  que viralizaram em esquete do programa de Eduardo Sterblitch na Globoplay, apareceram na série “The Boys”, da Amazon. A dupla surge no minuto 5:54 do quarto episódio da segunda temporada da produção.

No Twitter, um usuário compartilhou o momento em que a foto dos dois aparece em um pequeno memorial de vítimas de um atentado. “E a cabeleleila leila e seu sobrinho neto Luís Cláudio que morreram em the boys?????? Gente usaram a mesma foto! Aaaaa”, disse.


Fonte: IG GENTE

Leia Também:  Ex-modelo descoberta por Giovanna Antonelli no lixão muda de vida
Propaganda

Momento Entretenimento

Matheus Mazzafera conta que já tentou suicídio por causa de homofobia

Publicados

em


source

Matheus Mazzafera completou 40 anos de idade e gravou um vídeo para o YouTube refletindo um pouco sobre algumas experiências pelas quais passou. Ele aproveitou o gancho do setembro amarelo, época de conscientização para a prevenção do suicídio , e contou que tentou se matar quando era jovem. 

Matheus Mazzafera
Reprodução/Instagram

Matheus Mazzafera fala que já tentou suicídio

O apresentador refletiu sobre a importância de todos serem mais empáticos com as pessoas e contou que tentou suicídio por conta da homofobia que sofria. “Eu nunca me encachei no mundo masculino. Tinha medo de ir para a escola todos os dias, sofria muito bullying. Sei dos meus privilégios, tenho muitos privilégios, sou homem, branco, rico. Tenho inúmeros privilégios, mesmo assim eu sofri muito na minha infância e adolescência”, revelou. 

Mazzafera disse que sofria o preconceito na escola e quando chegava em casa não podia contar isso para os pais. Ele reforça que hoje em dia tem “os melhores pais do mundo”, mas na época eles não compreendiam o que era ser gay. “Eu nunca quis morrer, eu sempre amei a vida. Só que era um momento da minha adolescência em que eu estava sofrendo muita homofobia e eu queria chamar atenção dos meus pais”, ele comenta sobre a tentativa de suicídio.

Passados anos desse episódio, Matheus Mazzafera deixa uma mensagem positiva de que  situação melhorou muito e hoje ele quer ser uma voz para a comunidade LGBTQ+. “Eu gosto de ser gay, gosto de ser afeminado. Eu gosto de tudo em mim hoje em dia. Eu estou aprendendo a gostar e estou gostando de verdade. Se eu pudesse escolher, eu escolheria sim ser gay”, ele conclui.


Fonte: IG GENTE

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA