Momento Entretenimento

Mônica Martelli fala sobre morte de Paulo Gustavo: “Você transformou minha vida”

Publicados

em


source
Mônica Martelli, artiz e amiga de Paulo, postou homenagem
Instagram/Reprodução

Mônica Martelli, artiz e amiga de Paulo, postou homenagem

Após o anúncio da morte do ator e humorista Paulo Gustavo nesta terça-feira (4) em decorrência da covid-19, Mônica Martelli, amiga e colega de trabalho de Paulo se pronunciou em seu Instagram sobre a perda.

A atriz, que ao longo da luta do ator pela recuperação manteve seus seguidores informados sobre o estado de saúde e fez diversas homenagens nesse tempo, hoje também se manifestou sobre a confirmação da morte do humorista.

“Meu irmão, eu te amo e pra sempre vou te amar. Você foi muito bravo e agora pode descansar. Vamos lembrar de você sempre assim. Sorrindo, criando, fazendo o Brasil gargalhar”, começou.

“TE AMO. Obrigada por ter sido meu amigo, parceiro, irmão, confidente… Você transformou minha vida, você sempre irá me influenciar”, finalizou a artista.

A emissora Multishow, em que Paulo e Mônica trabalharam, também emitiu uma nota de pesar pelo falecimento de paulo gustavo. Leia abaixo na íntegra:

Ao nosso amado Paulo Gustavo, da Família Multishow

Hoje, o Brasil perde um de seus artistas mais queridos. Para o público, um ídolo, um gênio da comédia. Para nós do Multishow, além de tudo isso, também um amigo e uma parte importante da nossa história.

Você viu?

Paulo Gustavo era energia pura, um talento nato, um grande artista. Fazia seu trabalho com maestria e foi responsável por encorajar e abrir portas para toda uma nova geração de humoristas. Democratizou o humor e levou para a TV toda a sua capacidade artística, seus personagens que eram intensos e reais. Além de excelente ator, ele foi um roteirista preciso, com textos leves e recheados de nuances. Usou seus personagens e sua própria imagem como voz ativa na luta por pautas importantes da sociedade, como o racismo e a homofobia.

Chegou ao Multishow em 2011 com o “220 Volts – A Série”, levando para a telinha personagens que ficaram na história e levaram muita diversão para a vida dos brasileiros, como Senhora dos Absurdos, Sem Noção e a inesquecível Dona Hermínia, inspirada em sua mãe, Dona Déa, com quem milhões de famílias se identificam.

Nessa década de sucessos, Paulo estrelou “Vai Que Cola” (2013), ao lado de grandes parceiros e amigos como Marcus Majella, Tatá Werneck e Samantha Schmütz; “Paulo Gustavo Na Estrada” (2014), que mostrou os bastidores de sua turnê pelos teatros do Brasil; “A Vila” (2017), uma sitcom que mostrava as confusões do ex-palhaço Rique, e “Além da Ilha”, uma comédia thriller em parceria com o Globoplay.

Versátil, dinâmico e com um talento incrível para transmissões ao vivo, Paulo Gustavo comandou seis edições do Prêmio Multishow, dividindo o palco com nomes como Ivete Sangalo, Tatá Werneck, Anitta, Iza e Didi Wagner. Seu último trabalho no Multishow foi o “Especial 220 Volts”, feito em parceria com a TV Globo e exibido no Natal de 2020.

À família do Paulo – Dona Déa, Júlio Marcos, Ju Amaral, Thales e os meninos, Gael e Romeu – todo o nosso carinho e solidariedade.

Que a longa e difícil luta do Paulo pela vida seja um marco para que nosso país se una no combate à pandemia.

Nós, da Família Multishow, estamos profundamente abalados, mas seguiremos com a missão do Paulo Gustavo, que era a de tornar o humor uma forma de cura, de alento, de escape para essa loucura toda que vivemos.

Muito obrigado por ter dividido com o Brasil todo seu talento e sua alegria. Você marcou a nossa história. Palmas eternas para você, nosso amado PG.”

Fonte: IG GENTE

Leia Também:  Cinderela: Trailer oficial é lançado e Camila Cabello estrela como heroína; veja
Propaganda

Momento Entretenimento

Ex-BBB Dicesar defende Gorete Milagres e critica Carlos Alberto de Nóbrega; veja

Publicados

em


source
Dicesar Ferreira, Gorete Milagres e Carlos Alberto de Nóbrega
Reprodução/Instagram

Dicesar Ferreira, Gorete Milagres e Carlos Alberto de Nóbrega


Carlos Alberto de Nóbrega  afirmou, em entrevista ao podcast “Mais Que 8 Minutos”, de Rafinha Bastos, que  Gorete Milagres foi a “pior colega” de trabalho que já teve. A partir daí, a coisa degringolou. Caracterizada como Filomena, sua personagem mais famosa, a atriz rebateu as falas do comandante do humorístico “A Praça É Nossa”, do SBT. 

“Estou exausta e chateada e achei que relatar os fatos com a Filó ficaria mais leve. O vídeo ficou longo, mas foi necessário! Há mais de dez anos, eu ouço inverdades e esta mágoa descabida desse senhor. Isto é abusivo, perverso e violento! Chega! Por favor, Carlos Alberto de Nóbrega, me deixe em paz!”, pediu Milagres nas redes sociais. 


Você viu?

Em meio à troca de farpas,  Dicesar Ferreira, do “Big Brother Brasil 10”, comprou a briga de Gorete e trouxe à tona questões mal resolvidas, como uma gravação para o dominical de Eliana e a reprovação em um teste que fez para a “Praça”, deixando subentendido que o apresentador “não gosta de gay”. “TV é um antro de mentiras, fofocas e egos”, completou.    

Print do comentário de Dicesar no Facebook
Reprodução

Print do comentário de Dicesar no Facebook


Procurado, o intérprete da drag queen Dimmy Kieer agradeceu o contato, mas disse que, no momento, não quer falar sobre isso, alegando ter sido “apenas um desabafo”. 


Fonte: IG GENTE

Leia Também:  Morre Jay Pickett no set do seu novo filme
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA