Momento Entretenimento

Novo EP de Sandy bomba e ela nega inspiração em Taylor Swift

Publicados

em


source

Um ano após a turnê ‘Nossa História’ parar o Brasil, Sandy anuncia a retomada de sua carreira solo com o EP ’10:39′, inspirado na pandemia. O novo projeto foi lançado nesta quarta-feira (14) e conta com três músicas: “Piloto Automático”, releitura da banda Supercombo, que participou do programa ‘Superstar’, do qual ela foi jurada, “Lua Cheia”, do 5 to Seco, e uma nova versão de “Tempo”, canção escrita pela própria cantora, em parceria com o marido Lucas Lima, para seu álbum de estreia, há dez anos.

Sandy
Reprodução/Youtube

Sandy lançou um novo EP


“Ele foi idealizado durante a quarentena, exatamente pela necessidade que eu estava sentindo de me expressar em relação a tudo isso. O que está acontecendo no mundo muda nosso olhar para muita coisa, comecei a escutar certas músicas de uma maneira diferente, como nunca antes e me emocionaram muito. Estava correndo o risco de soar clichê ou de não ser suficiente na minha expressão e nelas encontrei tudo aquilo que eu queria dizer. Mal dormi essa noite. Estava muito ansiosa para lançar isso e esse momento chegou, finalmente”, inicia Sandy.

“Sinto esses três clipes como uma catarse. Eles fazem o desenho de como essa pandemia está sendo para mim, daquele momento em que você está completamente perdido, sem o controle da situação e está se descobrindo”, completa.

Segundo ela, a sonoridade desse trabalho é diferente de tudo o que já fez. “Assim como a pandemia é uma exceção na nossa vida, esse EP também poderia ser. Não sei o que vem daqui para frente. Não sei se vou continuar nessa onda ou se me identifiquei só nesse momento. Só sei que se eu pudesse me traduzir em uma música seria assim, com esses arranjos e essa composição”.

O vídeo foi gravado no haras “Três Rios”, que pertence a um amigo de infância de Sandy, no interior de São Paulo. “A ideia era expor o menos possível a minha equipe, por isso foi gravado em duas tardes”. Os vocais foram feitos no estúdio em sua casa, também em dois dias.

As músicas carregam um tom otimista e sensível diante de tudo o que vivemos por conta da Covid-19. Por essa razão, Sandy conta que gostaria que os fãs assistissem os três clipes de uma só vez para entender a mensagem que ela quer passar.


“Fiz com a intenção de que as pessoas vissem os três clipes juntos e escutassem as três músicas na sequência e, por isso, o EP chama 10:39. É o tempo que dura [os três clipes]. É uma coisa só, uma unidade. Mas eles podem ser vistos de maneira independente também”, explica.

Leia Também:  Marília Mendonça sobre foco em emagrecimento: "Vão falar que fiz bariátrica"

Comparações com Taylor Swift

Antes do novo trabalho ser lançado oficialmente, um teaser misterioso foi divulgado e os fãs começaram a comparar o design gráfico do último álbum de Taylor Swift, o “Folklore”. Sandy diz que ficou surpresa com a repercussão e nega que tenha se inspirado na cantora norte-americana. “Demorei a entender do que estavam falando. Nem sabia como era a faixa visual do disco da Taylor. Foi uma coincidência, mas eu deveria saber né, já que sou uma cantora (risos). Desculpa! Tem um artista que sou muito fã e me inspira bastante, o Bon Iver, que produziu o disco dela. Então, se a gente pode fazer alguma comparação, está aí”.

2020 cancelado

Sandy tinha um plano traçado para retomar seu trabalho individual. A mãe de Theo revelou que uma turnê estava marcada para começar em agosto.

“Como sou muito apaixonada pelo que faço, me apego logo. Ano passado, fiquei envolvida no projeto Sandy e Junior, me doei para aquilo e estava ansiosa pra voltar logo para minha carreira solo. O EP foi a minha maneira de estar aqui, de me expressar artisticamente e dar algo para os meus fãs. Pretendia lançar músicas inéditas, mas vou deixar para ano que vem. Ele é o projeto do momento em que faço 10 anos de carreira, então é especial. Coloco minha alma, e só sei fazer assim. Esse projeto me representa”, orgulha-se.


Fonte: IG GENTE

Propaganda

Momento Entretenimento

Após Papa Francisco, Padre Fábio de Melo também defende união civil gay

Publicados

em


source

O padre Fábio de Melo participou de uma live com o empresário Marcus Montenegro nesta quinta-feira (29), e ele falou sobre a defesa do Papa Francisco pela união de casais homossexuais. “Em 2013, eu dei uma entrevista e fui execrado pela ala mais conservadora da Igreja Católica. A união entre duas pessoas do mesmo sexo não é uma questão religiosa, é uma questão civil. É um direito. Sempre considerei uma injustiça e não cabe a mim julgar, não cabe a mim impor regras religiosas ao outro. A questão é do Estado”.

padre fábio de melo
Divulgação

Padre Fábio de Melo defende a união cicil de homossexuais

Ele voltou a falar também sobre os momentos difíceis que atravessou nos últimos anos. O religioso contou que há três anos e meio teve uma crise muito grave e até pensou em suicídio. “Eu não desejo a ninguém passar o que passei. Pensei em me matar várias vezes. Eu tive dois momentos que pensei em suicídio. Nesta época e quando tinha 18 anos. Fazia noviciado, em Jaguará do Sul, Santa Catarina. Durante um ano e meio, eu tive pensamentos obsessivos para morrer”, contou.

Fabio de Melo revelou ainda que fico curado pela medicina. “Quem me curou primeiro foi a medicação. Os medicamentos foram necessários e quando a medicação me curou, eu fui mudando as minhas posições, a minha rotina. Fui buscar a querer ficar em mim”, completou.

Fonte: IG GENTE

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA