Momento Esportes

Atlético empata com Tombense e vai à 15ª final consecutiva no Mineiro

Publicados

em


Depois de abrir larga vantagem na partida de ida das semifinais do Campeonato Mineiro, o Atlético ficou no empate com o Tombense por 1 a 1, no Estádio Mineirão e se classificou à decisão do estadual pelo décimo quinto ano consecutivo. A sequência começou em 2007 e até agora o Galo, clube com mais conquistas no Estadual na história (46), tem sete títulos e sete vices. O adversário na final será conhecido neste domingo (9), no duelo entre América e Cruzeiro, às 16h (horário de Brasília), no Estádio Independência, em Belo Horizonte.

No primeiro jogo da semifinal, no último sábado (1º de maio), o Atlético fez 3 a 0 e deixou a vaga na decisão encaminhada. Após nova vitória – e nova goleada – pela Libertadores da América, contra o Cerro Porteño, do Paraguai, na terça (4), por 4 a 0, o comandante Cuca optou por poupar alguns titulares e escalar uma equipe mista. No entanto, não demorou para que o Galo ampliasse ainda mais a vantagem que tinha no duelo. Aos sete minutos, Hyoran cobrou escanteio da esquerda e Eduardo Sasha, de cabeça, completou para o gol: 1 a 0.

Leia Também:  Athletico-PR avança às semifinais do Estadual após empate com Paraná

Com o placar agregado em 4 a 0 para o Atlético, a partida ficou morna. O goleiro Matheus Mendes, do Galo, pouco foi incomodado. Somente aos 32 minutos da segunda etapa o placar foi alterado novamente, após um contra-ataque do Tombense. Caíque, que havia entrado pouco antes, recebeu pela direita e tocou por cima do goleiro adversário, dando números finais ao duelo. 

Como prêmio de consolação, o Tombense ergueu, pelo segundo ano consecutivo, o troféu de campeão do interior. Já o Galo, antes de começar a decidir o título estadual, tem um desafio pela Libertadores. Na próxima quinta (13) encara o América de Cali, em Barranquilla, na Colômbia, a partir das 21h (horário de Brasília).

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Propaganda

Momento Esportes

Sergio Ramos deixa o Real Madrid após 16 anos

Publicados

em


O capitão do Real Madrid, Sergio Ramos, está de saída do clube após 16 anos, nos quais conquistou 22 troféus, anunciou o time espanhol nesta quarta-feira (16).

De acordo com o jornal espanhol Marca, Ramos, de 35 anos, não chegou a um acordo para renovação depois que o Real lhe ofereceu um contrato de um ano com redução de 10% no salário, que ele rejeitou.

Ramos assinou com o Real vindo do Sevilla em 2005, por 27 milhões de euros, valor recorde para um zagueiro espanhol.

Com 671 jogos e 101 gols, Ramos foi escolhido capitão em 2015, após a saída do goleiro Iker Casillas.

A última temporada de Ramos no Real, na qual não conquistou nenhum título, foi marcada por lesões que levaram o técnico da Espanha, Luis Enrique, a deixá-lo de fora da equipe para a Eurocopa.

Leia Também:  Vôlei: seleção feminina sofre, mas derrota Alemanha na Liga das Nações
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA