Momento Esportes

Bahia busca novo treinador para sequência do Brasileirão

Publicados

em


.

O Bahia está à procura de um substituto do técnico Roger Machado, que foi demitido na noite desta quarta-feira (3), após perder por 5 a 3 contra o Flamengo, no Pituaçu, em Salvador. Até a chegada do novo comandante, o auxiliar técnico Cláudio Prates assume interinamente o cargo. Caso o clube não contrate outro profissional até o domingo (6), Prates estará à beira do campo contra o Internacional, no Beira Rio, em Porto Alegre. A partida será válida pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

Os baianos foram responsáveis pela demissão do sexto treinador no Brasileirão. Em rodadas anteriores, outros cinco já haviam sido dispensados – Felipe Conceição (Bragantino), Eduardo Barroca (Coritiba), Ney Franco (Goiás), Daniel Paulista (Sport) e Dorival Júnior (Athletico-PR). O comentarista da Rádio Nacional Waldir Luiz diz que a troca de técnicos faz parte da cultura do futebol no país.

“É uma cultura do futebol brasileiro. Os clubes mandam o treinador embora para ver se melhora, nem sempre dá certo.”

Waldir analisa as possibilidades que o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, pode buscar no mercado.

Leia Também:  Série B: Náutico e Chape empatam nos Aflitos em partida movimentada

“A diretoria terá que traçar um perfil para o novo treinador. Alguns nomes estão há um certo tempo fora do mercado, como Mano Menezes e Luiz Felipe Scolari (Felipão), que recebem salários altíssimos. Também existem outros nomes mais jovens com condição de assumir o Bahia, que é o caso, por exemplo, do Zé Ricardo e Paulo César Gusmão (PC Gusmão). A contratação vai depender do que a diretoria deseja, se quer um técnico mais experiente e que tenha mais diálogo com o grupo ou um profissional mais jovem, que trabalhe muito no campo.” e completou – “Se eu fosse o presidente do Bahia, contrataria alguém que esteja atento às novas filosofias do futebol, uma equipe com transição e reposição rápida”.

Roger Machado chegou ao comando do Tricolor de Aço em abril do ano passado. Neste período, foi bicampeão Estadual (2019 e 2020). Ao todo, realizou 74 jogos à frente do elenco baiano e obteve a seguinte campanha: 30 vitórias, 22 empates e 22 derrotas. O aproveitamento do treinador foi de 50%.

Leia Também:  Três jogos movimentam a noite pela quarta fase da Copa do Brasil

Edição: Valéria Aguiar

Propaganda

Momento Esportes

Série B: Náutico e Chape empatam nos Aflitos em partida movimentada

Publicados

em


.

Duas partidas deram sequência à 10ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro nesta sexta-feira (18). Nos Aflitos, Náutico e Chapecoense empataram em 1 a 1, em um jogo muito disputado e com emoção até o último minuto. No Batistão, o Confiança foi melhor e passou pelo Guarani por 1 a 0.

Empate nos Aflitos

O Náutico teve mais posse de bola no primeiro tempo, mas não conseguia acertar o último passe. A Chapecoense optou por ficar na defesa e esperar o momento certo para o contragolpe. Quase deu certo logo aos 15 minutos. Anselmo Ramon tocou para Matheus Ribeiro, que entrou sozinho na grande área e bateu cruzado. A bola desviou na defesa e foi para fora.

Aos 22 minutos, Anselmo Ramon fez bela jogada e tentou de perna esquerda de fora da área, mas a bola passou à esquerda do gol. A Chape só não abriu o placar aos 27 minutos porque Jefferson salvou o Náutico. Aylon tentou o cruzamento, mas houve o toque na zaga e o goleiro teve que se esticar todo para impedir o gol.

A Chape criava as melhores oportunidades. Aos 40 minutos, Paulinho Moccelin ganhou de Hereda na corrida, chutou e Jefferson espalmou. O lateral-direito desistiu da jogada e Moccelin recuperou a bola, tocou para trás e encontrou Matheus Ribeiro. Sozinho, na marca do pênalti, o camisa 2 isolou.

Leia Também:  Magnus mantém 100% de aproveitamento na Liga Nacional de Futsal

No último lance do primeiro tempo, o Náutico teve sua chance. Hereda avançou pela direita e cruzou. A bola passou por todo mundo e Jhonnatan apareceu para finalizar, mas acabou mandando por cima.

O Timbu voltou melhor para a etapa final. Aos 11 minutos, Jorge Henrique cobrou falta da intermediária e Paiva apareceu no meio da defesa para cabecear. João Ricardo fez bela defesa e salvou a Chapecoense. Dez minutos depois foi a vez de Dadá testar o goleiro. O meia chutou forte de perna esquerda de fora da área e João Ricardo botou para escanteio.

De tanto insistir, o Náutico marcou o gol. Aos 32 minutos, Thiago Fernandes subiu pela direita e cruzou na medida para Kieza. O camisa 9 cabeceou firme e abriu o placar nos Aflitos.

A Chapecoense não desistiu da partida e chegou ao empate no último lance. Aos 48 minutos, Thiago Ribeiro deu bela assistência para Busanello, que chutou cruzado para deixar tudo igual nos Aflitos.

Com o resultado, a Chapecoense chegou a 17 pontos, na terceira posição do campeonato. O Náutico soma 14 pontos e ocupa a 9ª colocação. Na próxima rodada, a Chape encara o América-MG, sexta-feira (25), às 19h15, na Arena Condá. O Náutico visitaria o Sampaio Corrêa, mas o confronto foi adiado devido à decisão do Campeonato Maranhense. Desta forma, o Timbu só entra em campo na terça-feira (29), pela 12ª rodada, contra o Cuiabá, na Arena Pantanal.

Leia Também:  Fifa proíbe Santos de registrar jogadores por dívida em contratação

Vitória sergipana

Confiança e Guarani também se enfrentaram nesta sexta-feira (18) pela 10ª rodada da Série B. Melhor para o time de Sergipe, que, no retorno do técnico Daniel Paulista, venceu por 1 a 0. Com o resultado, o Confiança chegou a 11 pontos, pulando para a 11ª posição. Já o Bugre fica com 8 pontos, na 16ª colocação, interrompendo uma sequência de três partidas consecutivas sem derrotas.

A partida foi bastante equilibrada no primeiro tempo, com oportunidades para as duas equipes. Na etapa final, o gol da vitória do Confiança saiu logo aos 7 minutos, com Matheus Mancini completando boa jogada de Silva pela esquerda. O Guarani tentou pressionar para conseguir o empate, mas o time de Sergipe segurou a vitória até o apito final do árbitro.

Na próxima rodada, o Guarani enfrenta o Figueirense, sábado (26), às 11h, no Orlando Scarpelli. Já o Confiança vai a Campinas encarar a Ponte Preta, domingo (27), às 20h30, no Moisés Lucarelli.

Veja a classificação atualizada da Série B do Brasileiro.

Edição: Fábio Lisboa

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA