Momento Esportes

Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco se unem em campanha contra o Covid-19: "Torcida única"

Publicados

em

Os quatro grandes clubes do Rio se uniram em uma campanha para combater a disseminação do novo coronavírus. Com mensagens em seus sites e redes sociais, os clubes buscam arrecadar fundos para doar à Fiocruz. Todo o valor arrecadado será destinado à Fundação Oswaldo Cruz para ajudar no tratamento e combate da Covid-19 da seguinte forma.

Ações como produção de kits para diagnóstico, atendimento a pessoas com casos graves, no Centro Hospitalar para a Pandemia de Covid-19 – Instituto Nacional de Infectologia, que está sendo construído na sede da Fiocruz -, apoio comunitário e pesquisas que colaborem com o combate à doença e cuidado aos pacientes.

Para ajudar, o torcedor deve entrar no site www.futebolxcovid19.com.br se cadastrar e definir o valor que pretende doar. Neste endereço vai ser possível acompanhar a quantidade de doações, chamar outras pessoas para contribuir e, quando isso tudo acabar, ver como os recursos foram utilizados. Haverá, ainda, uma auditoria externa independente.

Na nota divulgada com o início da campanha, os presidentes dos quatro grandes deixaram mensagens de apoio ao movimento. A ideia, inclusive, é de que ele se estenda para os demais clubes do Brasil, não se restringindo apenas ao Rio de Janeiro.

Confira a nota conjunta divulgada por Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco:

Clubes do Rio se unem em campanha de responsabilidade social para apoiar o combate ao novo coronavírus

Com a chegada e o avanço do novo coronavírus no Brasil, os quatro grandes clubes do Rio se articularam rapidamente, com a certeza de que não importa a cor da camisa e que o grande rival de todos neste momento é um só. Neste momento de união, Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco lançam hoje, em conjunto, a campanha “Contra a Covid-19 é torcida única”.

Para participar, o torcedor deverá apenas acessar o site www.futebolxcovid19.com.br, selecionar o seu clube, cadastrar-se e escolher o valor que deseja doar. No portal da campanha, será possível acompanhar a evolução das doações, convidar amigos para participar deste movimento e, no fim das ações de combate, verificar como os recursos foram utilizados. Para mais transparência, haverá uma auditoria externa independente atuando durante toda a ação.

Os valores arrecadados nesta campanha serão destinados à Fiocruz para auxiliar no combate e tratamento do novo coronavírus, em ações como produção de kits para diagnóstico, atendimento a pessoas com casos graves, no Centro Hospitalar para a Pandemia de Covid-19 – Instituto Nacional de Infectologia, que está sendo construído na sede da Fiocruz, apoio comunitário e pesquisas que colaborem com o combate à doença e cuidado aos pacientes.

Para o vice-presidente de Gestão e Desenvolvimento Institucional da Fiocruz, Mario Moreira, que coordena a iniciativa Unidos Contra a Covid-19, esta ação demonstra a importância da união e da solidariedade em momentos como esse. “Há muito a se fazer e a Fiocruz está firmemente engajada no combate à Covid-19, como é próprio da sua trajetória e tradição. O compromisso dos clubes com esta causa demonstra uma torcida uníssona em combatermos essa pandemia”, afirma Mario.

O grande objetivo é mobilizar multidões, e a paixão dos brasileiros por futebol faz com que os clubes tenham forte representatividade e enorme alcance na sociedade. Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, pontuou sobre a importância dos clubes nesta campanha.

“É extremamente apropriado usar o potencial de marcas tão fortes para uma mobilização em prol da ciência e do bem-estar coletivo. A nossa Nação Rubro-Negra está convidada a aderir a essa ação nobre e de causa humanitária. Unidos daremos a volta por cima”, disse o mandatário rubro-negro.

O presidente do Botafogo, Nelson Mufarrej, também convocou a torcida alvinegra para participar deste movimento.

“Essa iniciativa é bastante representativa nesse momento difícil e o futebol carioca promove uma corrente que vai cuidar do próximo e salvar vidas. O Botafogo conta com a participação dos seus torcedores e reitera a importância da união com Flamengo, Fluminense e Vasco para mitigar a propagação da Covid-19. A rivalidade só existe dentro de campo”, declarou Mufarrej.

O combate ao avanço do novo coronavírus é uma luta de todos, e a hora é de levantar a bandeira da solidariedade. Presidente do Fluminense, Mario Bittencourt comentou sobre a iniciativa conjunta dos clubes.

“Vivemos um cenário social bastante grave e todo apoio é mais do que bem-vindo. A sociedade precisa dessa ajuda e o Fluminense, em conjunto com os coirmãos, finca a sua bandeira e convoca os tricolores para multiplicar essa ideia. Juntos podemos fazer a diferença”, pontuou o dirigente tricolor.

Conhecido por seu engajamento em causas sociais, o Vasco também se colocou à disposição para reforçar esta iniciativa, como reforçou o presidente Alexandre Campello.

“É uma ação prioritária e o tempo urge. Entendemos a nossa responsabilidade social e estamos sempre buscando alternativas para ajudar a enfrentar essa crítica situação. O Vasco ressalta a grandeza do futebol do Rio ao se unir pela causa”, garantiu Campello.

Apesar de ter sido iniciada no Rio de Janeiro, a ideia é que a campanha seja abraçada também por outros clubes de todas as regiões do Brasil. A torcida de todos é que este momento crítico se resolva da melhor forma possível no Brasil e em todo o mundo. Com o apoio de cada torcedor, será possível vencer essa luta para em breve estarmos juntos novamente nas arquibancadas.

Sobre a Fiocruz

A Fundação Oswaldo Cruz, que em 2020 completa 120 anos, tem sido responsável, há mais de um século de vida, por promover o bem-estar e a inclusão social por meio da ciência, da cidadania e do fortalecimento de uma saúde pública de qualidade para a população brasileira. Sua importância transcende as barreiras nacionais, sendo reconhecida internacionalmente como uma instituição de referência em ciência e saúde pública.

Com Assessorias

Leia Também:  Handebol: seleção feminina derrota Hungria nos Jogos de Tóquio
Propaganda

Momento Esportes

Tóquio: Abner Teixeira vence e avança às quartas de final no boxe

Publicados

em


O peso-pesado Abner Teixeira estreou com vitória e avançou às quartas de final  na manhã desta terça-feira (27) contra o número cinco do mundo Chaeavon Clarke (Grã-Bretanha). Estreante em Olimpíadas, o pugilista paulista, de 25 anos, 14º no ranking mundial, ganhou por 4 a 1, na categoria acima de 91 quilos. Todas as lutas do boxe estão ocorrendo na na Ryögoku Kokugikan,onde também ocorrem as lutas de sumô na capital japonesa.

O brasileiro, de 25 anos, volta ao ringue às 7h39 (horário de Brasília) da próxima sexta (30) contra Hussein Ishaish, que eliminou um dos favoritos à medalha de ouro, o equatoriano Julio Castillo. Se vencer, Abner jájá assegura a medalha de bronze. 

Natural de Osasco, Abner descobriu o boxe aos nove anos, ao participar de um projeto social em Sorocaba (SP). Percorria a pé seis quilômetros diariamente até chegar à academia. Hoje, na estreia no ringue olímpico, o paulista começou ganhando o primeiro round por 29 a 28 e perde o seguinte por 27 a 30. Na sequência, Abner foi superior, ganhando por 30-27, 29-28 e 29-28.

Leia Também:  Olimpíada: Gabriel Medina brilha e alcança semifinal do surfe

Próximas estreias

Quarta-feira (28)

2h12 – Keno Marley x vencedor (Shabbos Negmatulloev/Tajiquistão) e  Daxiang Chen/China) – categoria 81 kg

Quinta-feira (29)

5h – Hebert Conceição x vencedor (Ashish Kumar/Índia) x Erbieke Thuoheta/China) – categoria 75 kg

7h24 – Grazielli x vencedora  (Tsukime Namiki/Japão x Catherine Nanziri/Uganda) – categoria 51 kg

Sexta-feira (30)

5h – Bia Ferreira x vencedora (Wu Shih-Yi/Taiwan x Agnes Alexiusson/Suécia) – categoria 60 kg

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA