Momento Esportes

Brasil abre Copa América com boa vitória sobre a Venezuela

Publicados

em


O Estádio Mané Garrincha, em Brasília, foi palco na noite deste domingo (13) da estreia da seleção brasileira na Copa América de 2021. A equipe nacional fez 3 a 0 na Venezuela pela abertura do Grupo A. Os gols foram marcados pelo zagueiro Marquinhos e pelos atacantes Neymar e Gabriel Barbosa.

Com o resultado, o time verde e amarelo somou os primeiros três pontos e lidera a chave. Ainda neste domingo, às 21h (horário de Brasília), Colômbia e Equador se enfrentam no mesmo grupo na Arena Pantanal. O Peru é o quinto time da chave brasileira e folga nesta rodada inaugural.

Antes do início da partida, ocorreu um rápido cerimonial para abertura da competição. Alguns profissionais da saúde levaram a taça da Copa América até o centro do gramado do Mané Garrincha e o telão do estádio passou imagens alusivas às 10 equipes que participam do torneio e foi organizado um show de fogos de artifício que tomou conta do céu da capital federal.

Com a bola rolando, a primeira partida da Copa América dessa temporada foi totalmente dominada pelo Brasil. Aos sete, quase Richarlison abriu o placar depois de cobrança de escanteio de Neymar. Aos nove, a mesma dupla esteve em ação. Neymar deu um belo lançamento para Richarlison que não conseguiu dominar. Aos 10, Éder Militão por muito pouco não abriu o placar de cabeça. Aos 22, finalmente as redes venezuelanas balançaram. Neymar bateu o escanteio da esquerda e o zagueiro Marquinhos aproveitou o bate e rebate na área para fazer o primeiro gol. Aos 25, Richarlison marcou, mas estava impedido. Aos 29, Neymar fez boa jogada e finalizou rasteiro. A bola passou raspando a trave direita do gol de Graterol.

Na etapa final, o técnico Tite fez duas mudanças, colocando Everton Ribeiro no lugar do Lucas Paquetá e Alex Sandro no lugar de Renan Lodi, e a seleção marcou mais dois gols. Aos 16, o lateral-direito Danilo armou boa jogada e foi derrubado na área. Neymar deslocou o goleiro rival e fez mais um.

Depois, sem forçar muito o ritmo e com Gabriel Barbosa no lugar de Richarlison, Vinícius Júnior na vaga de Gabriel Jesus e Fabinho no lugar de Fred, saiu o terceiro gol aos 43 minutos. Neymar recebeu belo passe de Alex Sandro, driblou o goleiro e largou Gabriel Barbosa sozinho na frente do gol. O atleta do Flamengo empurrou com o peito para o fundo das redes.

A seleção volta a jogar na quinta-feira (17) contra o Peru no Nilton Santos, no Rio de Janeiro. Nesta segunda-feira (14) acontecerão os primeiros dois jogos do grupo A. Argentina e Chile se enfrentam no Nilton Santos, a partir das 18h, e, no Estádio Olímpico de Goiânia, Paraguai e Bolívia se enfrentam a partir das 21h.

Leia Também:  Brasileiro: Flamengo mira G4 e São Paulo fugir da zona de descenso

Edição: Gustavo Faria

Propaganda

Momento Esportes

Delegações barulhentas compensam ausência de torcedores na Olimpíada

Publicados

em


No boxe, foram os uzbeques com tambores. No tênis de mesa, chineses acenando bandeiras torceram tanto que a imprensa japonesa reclamou que parecia um jogo fora de casa para o time anfitrião.

A Olimpíada pode estar oficialmente sem torcedores, mas as delegações nacionais estão assumindo a responsabilidade pelo barulho nos locais de competição de Tóquio, substituindo os torcedores que foram barrados por medidas contra o novo coronavírus.

Tecnicamente, torcer não é permitido por causa do risco de infecções de covid-19, mas tem sido difícil aplicar essa regra durante o drama da competição olímpica.

Após serem adiados por um ano, os Jogos de Tóquio estão sendo realizados sem espectadores, uma medida sem precedentes para evitar o potencial de disseminação do vírus e para tranquilizar um público japonês nervoso que, em geral, foi contra a realização da Olimpíada durante a pandemia.

No Nippon Budokan de Tóquio, onde o judô está sendo disputado, uma autoridade disse à Reuters que estava ficando cansada de pessoas pedindo para ficar nas arquibancadas.

Leia Também:  Olimpíada: seleção feminina de vôlei estreia neste domingo em Tóquio

“Quem está pedindo para entrar nas arquibancadas são membros da imprensa e pessoas afiliadas às Olimpíadas”, disse a autoridade, se recusando a ser identificado. “Está se tornando um problema.”

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA