Momento Esportes

Brasil goleia seleção peruana e segue 100% na Copa América

Publicados

em


Com gols do lateral Alex Sandro, do meia Everton Ribeiro e dos atacantes Neymar e Richarlison, o Brasil goleou a seleção peruana por 4 a 0, na noite desta quinta-feira (17) no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, pela 2ª rodada da Copa América. O resultado deixou o time do técnico Tite na liderança do Grupo B com seis pontos e 100% de aproveitamento.

A seleção brasileira dominou o confronto, e não demorou a abrir o marcador. Logo aos 11 minutos, Alex Sandro recebeu passe de Gabriel Jesus, após bom cruzamento de Everton Cebolinha, e mandou para o fundo das redes peruanas. Aos 24, o volante Fabinho chutou forte de fora da área, aproveitando rebote após a zaga afastar cruzamento de Neymar, e a bola passou perto do gol defendido por Gallese.

Após o intervalo, o ritmo continuou o mesmo, com o Brasil comandando as ações. Aos 14 foi marcado pênalti de Tapia em Neymar. Mas, com auxílio do VAR (árbitro de vídeo), o juiz acabou voltando atrás.

Leia Também:  Olimpíadas: Ágatha e Duda perdem para as chinesas no vôlei de praia

Porém, aos 22 Neymar deixou o seu. O camisa 10 recebeu na entrada da área, girou para se livrar da marcação e bateu cruzado. Quatro minutos depois o atacante do PSG (França) assumiu o papel de garçom e tocou para Richarlison, que bateu de chapa para forçar o goleiro a defender.

 Aos 32, o Peru criou sua chance mais perigosa, quando o atacante Valera, dentro da pequena área sozinho, perdeu um gol incrível.

Dez minutos depois o Brasil conseguiu o gol que sacramentou a vitória. Após boa tabela entre Neymar e Everton Ribeiro, o camisa 10 tocou para Richarlison, que mandou para Everton, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes. Mas a equipe do técnico Tite queria mais, e conseguiu aos 46, com Richarlison.

Na próxima rodada, o Brasil folga na competição. O time de Tite volta a entrar em campo na próxima quarta-feira (23), quando mede forças com a Colômbia.

Leia Também:  Brasileiro: Juventude bate Chapecoense em Caxias do Sul

Edição: Fábio Lisboa

Propaganda

Momento Esportes

Delegações barulhentas compensam ausência de torcedores na Olimpíada

Publicados

em


No boxe, foram os uzbeques com tambores. No tênis de mesa, chineses acenando bandeiras torceram tanto que a imprensa japonesa reclamou que parecia um jogo fora de casa para o time anfitrião.

A Olimpíada pode estar oficialmente sem torcedores, mas as delegações nacionais estão assumindo a responsabilidade pelo barulho nos locais de competição de Tóquio, substituindo os torcedores que foram barrados por medidas contra o novo coronavírus.

Tecnicamente, torcer não é permitido por causa do risco de infecções de covid-19, mas tem sido difícil aplicar essa regra durante o drama da competição olímpica.

Após serem adiados por um ano, os Jogos de Tóquio estão sendo realizados sem espectadores, uma medida sem precedentes para evitar o potencial de disseminação do vírus e para tranquilizar um público japonês nervoso que, em geral, foi contra a realização da Olimpíada durante a pandemia.

No Nippon Budokan de Tóquio, onde o judô está sendo disputado, uma autoridade disse à Reuters que estava ficando cansada de pessoas pedindo para ficar nas arquibancadas.

Leia Também:  Olimpíada: Brasil chega a uma final e em duas semifinais na natação

“Quem está pedindo para entrar nas arquibancadas são membros da imprensa e pessoas afiliadas às Olimpíadas”, disse a autoridade, se recusando a ser identificado. “Está se tornando um problema.”

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA