Momento Esportes

Brasil perde da Suécia, em último jogo antes da Copa América Feminina

Publicados

em

A seleção feminina de futebol foi superada pela Suécia no segundo e último amistoso europeu de preparação para a Copa América. Nesta terça-feira (28), as brasileiras saíram na frente, mas não suportaram a pressão das anfitriãs e perderam de virada, por 3 a 1, na Friends Arena, em Estocolmo.

A técnica Pia Sundhage (que é sueca) fez mudanças em relação ao time superado pela Dinamarca, por 2 a 1, na última quinta-feira (24), em Copenhague. A lateral Fê Palermo, que atuou pela esquerda na capital dinamarquesa, foi para a lateral direita (antes ocupada por Letícia Santos), com Tamires assumindo o lado oposto. A volante Duda Santos deu lugar a Angelina, enquanto a meia Ary Borges entrou na vaga da atacante Bia Zaneratto.

Os primeiros 45 minutos foram de bastante equilíbrio, com o Brasil tendo as oportunidades mais claras. Aos 25, Tamires cruzou pela esquerda e acertou a trave. Nos acréscimos, aos 47 minutos, Adriana chutou da entrada da área, a goleira Hedvig Lindahl deixou a bola escapar e a também meia Kerolin quase completou para as redes.

Leia Também:  Isaquias Queiroz garante ouro no Pan-Americano de Canoagem no Canadá

As brasileiras mantiveram a postura na volta do intervalo e não demoraram a abrir o placar. Aos quatro minutos, Angelina lançou Fê Palermo pela direita. A lateral esticou para Debinha, que invadiu a área e bateu no canto de Lindahl.

O gol modificou o cenário da partida, com o Brasil se fechando para sair nos contra-ataques e dando campo à Suécia, que passou a pressionar. O recuo brasileiro se mostrou excessivo e as anfitriãs tomaram a dianteira no marcador. Aos 19 minutos, a meia Johanna Kaneryd tomou a bola próxima à área, driblou a zagueira Rafaelle e bateu na diagonal para empatar o jogo. Dois minutos depois, a lateral Jonna Andersson cruzou pela direita e a atacante Lina Hurtig cabeceou sem chances para Lorena.

Mais inteiras, as suecas continuaram a comandar as ações ofensivas e ampliaram aos 43 minutos. A atacante Stina Blackstenius recebeu nas costas da zaga e tocou por cobertura, na saída de Lorena, fazendo um golaço. As europeias quase marcaram o quarto nos acréscimos, com a zagueira Magdalena Ericsson finalizando na pequena área, para grande defesa da goleira brasileira.

Leia Também:  Brasil empata com Espanha na estreia da Copa do Mundo sub-20

O próximo compromisso do Brasil será a Copa América, na Colômbia. A estreia será no próximo dia 9 de julho, contra a Argentina. As brasileiras estão no Grupo A, com sede na cidade de Armenia, ao lado de Uruguai, Venezuela e Peru. As três melhores equipes da competição vão à Copa do Mundo do ano que vem, em Austrália e Nova Zelândia. O campeão assegura vaga na Olimpíada de Paris (França), em 2024.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Fonte: EBC Esportes

Propaganda

Momento Esportes

Bia Haddad supera a polonesa Iga Swiatek, atual número 1 do mundo

Publicados

em

Nesta quinta-feira (11), a brasileira Bia Haddad deu mais uma prova de que vive um momento especial na carreira ao derrotar a polonesa Iga Swiatek, atual número 1 do mundo, por 2 sets a 1 (parciais de 6/4, 6/3 e 7/5) para se classificar para as quartas de final do WTA 1000 de Toronto (Canadá).

“Tênis em um nível como esse, independente de onde você joga, é necessário dar o máximo e ir até o limite. Estou muito feliz e orgulhosa de mim e do meu time”, afirmou a brasileira em entrevista concedida após a partida ainda em quadra.

O próximo desafio da brasileira será a vencedora do duelo entre a espanhola Garbiñe Muguruza e a suíça Belinda Bencic, que já bateu na competição a norte-americana Serena Williams.

A atual temporada tem sido especial para a paulista de 26 anos, que na última segunda (8) alcançou a 24ª posição do ranking da Associação Internacional de Tênis Feminino (WTA, sigla em inglês). Neste ano Bia faturou os dois principais títulos da carreira (os WTA 250 de Nottingham e Birmingham, ambos na Inglaterra), além de ser campeã no WTA 125 de Saint Malo (França). Já nas duplas a brasileira começou o ano levando o título no WTA 500 de Sidney (Austrália), ao lado da cazaque Anna Danilina. Em junho, além do título de simples levantou o troféu de duplas no WTA 250 de Nottingham, desta vez em parceria com a chinesa Shuai Zhang.

Leia Também:  Brasil empata com Espanha na estreia da Copa do Mundo sub-20

Fonte: EBC Esportes

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI