Momento Esportes

Campeã mundial quebra recorde mundial do disco em seletiva paralímpica

Publicados

em


A segunda etapa da seletiva da seleção brasileira de atletismo paralímpico para os Jogos de Tóquio (Japão) teve início nesta terça-feira (15) no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, com quebra de recorde mundial. Campeã mundial do lançamento de disco na classe F52 (cadeirantes), Beth Gomes registrou 16,92 metros, batendo a marca anterior, que era dela mesma, em três centímetros.

“Vim participar focada na preparação para Tóquio. O recorde [mundial] veio, mas não estava esperando. É consequência dos lançamentos. Este encaixou e estou muito feliz. Espero fazer meu melhor em Tóquio e trazer a tão sonhada medalha seja ela qual for a cor, mas estou trabalhando muito para trazer a douradinha”, celebrou a lançadora, que foi diagnosticada com esclerose múltipla em 1993, em depoimento ao Twitter oficial do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

O Brasil tem 54 vagas paralímpicas no atletismo, sendo que 13 pertencem aos campeões mundiais de 2019, em Dubai (Emirados Árabes Unidos), como é o caso de Beth. Os demais 41 lugares estão em disputa na seletiva, cuja segunda etapa vai até sábado (19) e reúne atletas de meio fundo, fundo, saltos e provas de campo.

14.06.21 - EMANOEL OLIVEIRA - Fase de Treinamento Seletiva para Toquio de Atletismo - paralimpíada 14.06.21 - EMANOEL OLIVEIRA - Fase de Treinamento Seletiva para Toquio de Atletismo - paralimpíada

Emanoel Victor (F37, paralisia cerebral) alcançou o índice para Tóquio 2020 no arrremesso de peso na seletiva nacional, realizada em São Paulo – ALESSANDRA CABRAL
Leia Também:  Boxe brasileiro garante medalha no oitavo dia da Olimpíada 2020

Nesta terça (15), dois atletas alcançaram índice para Tóquio e aguardam o término da seletiva e a homologação dos resultados junto ao Comitê Paralímpico Internacional (IPC) para terem os respectivos nomes confirmados na delegação. No arremesso de peso, Emanoel Victor (F37, paralisia cerebral) alcançou a marca de 14m58, oito centímetros acima do mínimo exigido. Izabela Campos, por sua vez, cravou 35m60 no lançamento de disco da classe F11 (cego total). O índice era 35m41.

A primeira etapa da seletiva foi realizada entre terça-feira (8) e sábado (12) da semana passada, envolvendo apenas velocistas. Dois deles, ambos em classes para atletas com paralisia cerebral, alcançaram índices para Tóquio: Fábio Bordignon nos 100m (T35), e Ricardo Mendonça nos 200m (T37).

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Propaganda

Momento Esportes

Botafogo e Vasco disputam clássico carioca na Série B

Publicados

em


Botafogo e Vasco jogam, neste sábado (31), às 21h (horário de Brasília), no Estádio Nilton Santos, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. A Rádio Nacional transmite o duelo com narração de André Luís Mendes, comentários de Waldir Luiz e plantão de Bruno Mendes.

Acompanhe Botafogo x Vasco , às 21h, clique abaixo:

O Alvinegro vem de duas vitórias seguidas contra Goiás e Confiança-SE. O time do zagueiro Gilvan também não levou gols nesta duas últimas partidas, o quê aumenta a confiança do Glorioso para o Clássico da Amizade. “Sabemos que é um jogo muito difícil”, comentou o defensor alvinegro.

Já o Vasco tenta se reabilitar da derrota, no meio da semana, para o São Paulo por 2 a 0 pela Copa do Brasil.  O técnico Lisca vai comandar o cruzmaltino pela terceira vez. Na partida de estreia, goleou o Guarani por 4 a 1. Lisca não vai contar com o lateral Zeca, suspenso pelo terceiro cartão amarelo e MT pode jogar improvisado na posição já que o reserva Riquelme está contundido

Leia Também:  Boxe brasileiro garante medalha no oitavo dia da Olimpíada 2020

O Vasco soma 22 pontos na série B e ocupa a sétima posição da tabela. Enquanto, o Botafogo vem no décimo-primeiro lugar com 19 pontos.

Confira aqui a classificação da Série B.

Edição: Gustavo Faria

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA