Momento Esportes

Campeão Acreano pela 1ª vez, Galvez tem Série D pela frente

Publicados

em


.

O Galvez ganhou combustível para disputar Série D do Campeonato Brasileiro deste ano, após ser campeão pela primeira vez na história do Campeonato Acreano, feito alcançado no último sábado (12). O Imperador levou os dois turnos do Estadual e evitou a finalíssima. Para isto, bateu o Rio Branco por 2 a 0 na decisão do returno. O palco do título foi a Arena Acreana, na capital Rio Branco.

 
 
 

 
 
 
 
 

 
 

 
 
 

Somos Campeões Acreano 2020 ??????? #riobrancoacre #acre

Uma publicação compartilhada por Galvez EC (@galvezec) em 12 de Set, 2020 às 5:17 PDT

Agora o Imperador vai em busca de outra façanha inédita, o acesso à Série C do Campeonato Brasileiro. O clube acreano estreará pelo Grupo 1 da competição nacional contra o Fast, de Manaus, no próximo domingo (20), na Arena Acreana.

No ano passado, o Galvez participou pela primeira vez da quarta divisão. Além disso, tem a experiência de já ter disputado torneios como a Copa do Brasil (em nível nacional) e a Copa Verde (em nível regional). No Campeonato Estadual, antes do título deste ano, bateu na trave em 2015, 2018 e 2019, quando foi vice-campeão.

Leia Também:  Primeiro atleta a nadar até Alcatrazes sonha tornar percurso em evento

Galvez é uma equipe considerada jovem do futebol brasileiro. Criada em 2011 pela Polícia Militar do Estado do Acre, o nome dado ao clube faz referência ao jornalista e diplomata espanhol Luís Galvez Rodriguez de Arias, que proclamou a República Independente do Acre em 1889 (depois o estado voltaria a ser incorporado à Bolívia, até, definitivamente, pertencer ao Brasil).

Veja a tabela do Campeonato Acreano.

Edição: Fábio Lisboa

Propaganda

Momento Esportes

Atlético-GO e Botafogo empatam em 1 a 1 no estádio Olímpico

Publicados

em


.
Empate que não foi bom para ninguém. Atlético-GO e Botafogo ficaram no 1 a 1, no Estádio Olímpico, em um jogo marcado pela superioridade das defesas. Com o resultado, o Dragão chegou a 13 pontos, na 13ª posição, mas pode ser ultrapassado pelo Coritiba, que joga contra o Fluminense, na segunda-feira (28). O Glorioso agora tem 11 pontos e segue na zona do rebaixamento, ocupando a 18ª colocação.

O Botafogo começou pressionando o Atlético-GO e teve o domínio da partida até os 15 minutos, quando diminuiu o ritmo. O jogo passou a ser mais equilibrado e as equipes encontravam muita dificuldade de criar uma chance real para abrir o placar. As tentativas eram ou por finalizações de longa distância, ou em cruzamentos na área sem ninguém para definir.

O primeiro gol do jogo saiu de um chute da entrada da área. Vitor Luis arriscou de perna esquerda e a bola bateu na mão do lateral-direito João Victor. Pênalti assinalado pelo árbitro Leandro Vuaden. O próprio Vitor Luis foi para a cobrança, bateu forte, no meio, e abriu o placar para o Alvinegro carioca.

O Atlético-GO precisou de apenas quatro minutos para deixar tudo igual no segundo tempo. Depois de um tiro de meta fraco cobrado por Rafael Forster, Hyuri recebeu a bola, passou para Janderson, que tocou rasteiro na entrada da pequena área. Hyuri apareceu e, de carrinho, empatou a partida.

O gol deixou o jogo mais animado, entretanto, as duas defesas mostraram segurança e deram poucas oportunidades para os adversários. Cada equipe teve apenas uma chance clara de marcar.

Leia Também:  Primeiro atleta a nadar até Alcatrazes sonha tornar percurso em evento

Aos 23 minutos, Bruno Nazário deixou Luiz Otávio na cara do gol. O volante teve tempo de escolher o canto e bater forte, mas Jean operou um milagre e fez a defesa em dois tempos. Aos 45 minutos foi a vez do Dragão desperdiçar. Nicolas cruzou a bola na cabeça de Júnior Brandão que, sozinho, jogou para fora.

Na próxima rodada, o Botafogo enfrenta o Fluminense, domingo (4 de outubro), às 11h, no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ). O Atlético-GO visita o Fortaleza, no mesmo dia, às 18h15min, no Castelão, na capital cearense.

Ceará 2 x 2 Goiás

Também neste domingo (27), o Ceará em empatou em 2 a 2 com o Goiás, na Arena Castelão, na capital Fortaleza. Com o resultado o Vozão chegou a 14 pontos, ocupando provisoriamente o 12º lugar na tabela de classificação. Já o Goiás, permanece na zona de rebaixamento: soma nove pontos e, por enquanto, está em 19º lugar. 

Mal começou o primeiro tempo e o meia-central Fernando Sobral mandou uma bomba da entrada da área que acertou o travessão do gol de Tadeu.  E logo depois, ainda no primiero minuto de jogo, o Esmeraldino abriu o placar. Após cruzamento de Vinícius, Breno cabeceou e o goleiro Fernando Prass foi na bola, mas deu rebote, e aí Rafael Moura mandou para o fundo da rede. Após sofrer o primeiro gol, o Ceará teve várias chances de empatar com belas jogadas de Rafael Sobis, Vina e Felipe Silva. Aos 43 saiu, após escanteio, o zagueiro Thiago marcou de cabeça, mas o árbitro anulou, alegando que a bola batida do escanteio fez uma curva por fora da linha. Não valeu. E depois, aos 45, Vina arriscou um belo chute, mas o goleiro Tadeu impediu o empate. 

Na etapa final,  o gol de empate saiu aos 23 minutos, com o  volante Charles: ele arrancou com a bola e, mesmo sem ângulo chutou e balançou a rede para o Vozão. Tudo igual no Olímpico. E a equipe cearense não parou por aí. Destaque para o meia Vina, que aos 23 mandou uma bomba perto do travessão e depois, aos 27, virou o placar para o Ceará, após invadir a área e marcar com categoria. E o Ceará ainda teve chance de ampliar com Caju, que desperdiçou uma chance inacreditável, aos 41 minutos,  dentro da pequena área. E, como diz o ditado, quem não faz, leva. E foi o que aconteceu: aos 45 minutos, após cobrança de falta, o zagueiro David Duarte subiu e marcou o gol de empate do Goiás. Confira AQUI a tabela de classificação da Série A do Campeonato Brasileiro.

 

Leia Também:  Série B: à beira do Z4, Cruzeiro encara o Avaí no Mineirão

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA