Momento Esportes

Campeão do NBB pelo Bauru, Demétrius assume basquete do Corinthians

Publicados

em


.

Demétrius Ferraciú é o novo técnico do time de basquete masculino do Corinthians. Campeão da edição 2016/2017 do Novo Basquete Brasil (NBB) pelo Bauru, o treinador de 47 anos foi anunciado pelo Timão nesta quarta-feira (2). Ele chega um dia após o Alvinegro anunciar que disputará o NBB 2020/2021, com início em 14 de novembro.

O clube deu pistas nesta terça (1º) da chegada de Demétrius . Em postagem no Instagram, publicou fotos da equipe de basquete do final dos anos 80. Todas com a presença do novo técnico, que foi armador do Corinthians.

O treinador é o primeiro nome oficializado pelo Timão para a próxima temporada. Em agosto, o clube anunciou a participação no Campeonato Paulista de basquete, mas, que utilizaria o time sub-19. O Alvinegro também confirmou, no mês passado, a saída do técnico Bruno Savignani, que dirigiu a equipe profissional nas últimas três temporadas.

Demétrius chega ao Parque São Jorge após dirigir o Bauru nas cinco edições anteriores do NBB. Além do título em 2016/17, conduziu o time do interior paulista em 2015, quando a equipe foi vice-campeã da Liga das Américas -atual Champions League, a “Libertadores” do basquete. Ele também foi auxiliar da seleção brasileira masculina nas Olimpíadas de 2012 e 2016 e na Copa do Mundo de 2014.

Leia Também:  Botafogo segura empate com Vasco e avança na Copa do Brasil

O basquete corintiano foi reativado no fim de 2017. Na primeira temporada, a equipe foi campeã da extinta Liga Ouro, à época uma espécie de segunda divisão do NBB, ascendendo à principal liga do país. No retorno à elite, alcançou o sexto lugar, classificando-se para a Liga Sul-Americana, onde foi vice-campeão em 2019. Nesse mesmo ano, ficou em segundo no Campeonato Paulista. O time ocupava o sétimo lugar da edição 2019/20 do NBB quando o torneio foi encerrado precocemente, devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Propaganda

Momento Esportes

Regata Santos-Rio terá duelo entre medalhistas da família Grael

Publicados

em


.

A família Grael estará em peso na edição de número 70 da regata Santos-Rio, que tem largada prevista para o dia 23 de outubro. Martine, que brilhou nos Jogos de 2016 (Rio de Janeiro) e venceu um Campeonato Mundial em 2014 ao lado de Kahena Kunze, fará sua terceira participação na regata, que é considerada a mais difícil do país. Pai de Martine, Torben Grael, bicampeão olímpico e dono de cinco medalhas nos Jogos, também marcará presença, assim como Lars Grael, irmão de Torben e tio de Martine, dono de duas medalhas de bronze. Todos estarão em barcos diferentes.

Martine destaca a disputa saudável em família e a experiência a favor de seu pai e tio. Torben tem cinco conquistas como comandante, e Lars um título: “Acho que rola disputa entre todos os barcos. E é claro que todos imaginam ganhar. Mas tenho um respeito enorme pelo meu pai e meu tio, e a experiência dos demais velejadores. Não vou para chegar atrás, mas também não seria nenhum vexame. Aliás, é minha terceira Santos-Rio. E com esse negócio de barco a vela, já viu que experiência conta, e muito”, diz.

Leia Também:  Surto de covid-19 no Flamengo deixa Sindicato de Atletas em alerta

“A Santos-Rio é a síntese da história da vela de oceano no Brasil. Será minha 18ª participação, fui muito ativo nas décadas de 1980 e 1990, e agora [chego] motivado por tudo que está passando no país e também pela vela de oceano celebrando a 70ª edição dessa regata, que é a mais importante do Brasil”, afirma Lars Grael.

Além deles, já estão confirmados outros grandes nomes da modalidade como Kiko Pelicano, Samuel Gonçalves, Samuel Albrecht, e Henry Boening, o Maguila, proeiro de Robert Scheidt. É esperada a participação de mais de 40 barcos.

Vale lembrar que os veleiros de oceano farão parte do programa dos Jogos Olímpicos de 2024 (Paris), com barcos de 30 pés e dupla mista com um homem e uma mulher como tripulantes. “Será, sem dúvida, um grande evento. Estamos preparando uma competição especial com todos os cuidados e protocolos diante da pandemia do novo coronavírus (covid-19)”, diz Mario Martinez, comodoro da Associação Brasileira de Veleiros de Oceano (ABVO).

Leia Também:  Regata Santos-Rio terá duelo entre medalhistas da família Grael

“Todos os campeões da Santos-Rio presentes nessa edição serão homenageados na largada, teremos a presença de uma fragata da Marinha do Brasil, um desfile de barcos a partir das 10h30 na Ponta da Praia em Santos e uma salva de canhão para cada barco vencedor da história da Santos-Rio”, encerra Martinez.

Edição: Fábio Lisboa

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA