Momento Esportes

Com festa no aeroporto, Daniel Alves chega à capital paulista para se apresentar ao São Paulo

Publicados

em

 

        Daniel Alves está na capital paulista para ser apresentado como novo jogador do São Paulo.
 
       O lateral-direito, são-paulino declarado, desembarcou no aeroporto de Congonhas por volta das 15h30 desta segunda-feira(05)  e foi  recepcionado por centenas de torcedores do Tricolor em uma grande festa no saguão.
 
     A apresentação oficial de Daniel Alves à torcida será nesta terça-feira(06), no Morumbi,  que deverá lotar para receber a estrela do futebol mundial.
 
      Foi praticamente impossível vê-lo no meio da multidão. Antes de sair da sala de desembarque, o jogador vestiu um boné da principal torcida organizada ligada ao São Paulo.
 
      Do aeroporto, o jogador seguiu para um hotel para descansar. Ele passará por uma bateria de exames na terça-feira e irá ao CT da Barra Funda.
 
      A concentração dos torcedores em Congonhas começou por volta das 13h com inúmeras faixas, instrumentos musicais, cânticos e até sinalizadores. Enquanto os tricolores aguardavam Daniel Alves, um torcedor com um agasalho do Palmeiras passou pelo saguão e foi recebido com os gritos de "sem Mundial".
 
      Daniel Alves, de 36 anos, assinou contrato com o São Paulo por três temporadas (até dezembro de 2022). Sem clube desde o fim do contrato com o Paris Saint-Germain, no fim de julho, o lateral aceitou o projeto a longo prazo oferecido pelo Tricolor, que visa colocá-lo na Copa do Mundo de 2022, no Catar.
Leia Também:  Liga das Nações: Brasil termina 1ª fase com vitória e enfrenta Japão
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Momento Esportes

Tóquio 2020 proíbe álcool, comemorações e pedidos de autógrafos

Publicados

em


Consumo de álcool, comemorações do tipo ‘bate aqui’ e conversas em voz alta serão proibidos para o número reduzido de portadores de ingresso da Olimpíada que terão acesso aos locais de competição, e os organizadores reconheceram que o “clima de comemoração” será limitado nos Jogos já adiados em um ano devido ao novo coronavírus (covid-19).Decisão de Seiko Hashimoto, presidente do Comitê de Tóquio, levou em conta alerta de autoridades de saúde, segundo as quais a bebida incentivaria contatos e interação em bares.Os organizadores levam adiante os preparativos da Olimpíada, ainda chamada de Tóquio 2020, apesar do grande temor do público japonês de que receber atletas de todo o mundo poderia resultar em mais surtos de covid-19.

Reportagens segundo as quais os organizadores estão cogitando permitir o consumo de álcool nos locais de competição de Olimpíada provocaram revolta nesta semana, e a hashtag “cancelem os Jogos Olímpicos” atraiu dezenas de milhares de tuites.

“Já que o Comitê Organizador quer realizar os Jogos de maneira segura e protegida, é nossa responsabilidade fazê-los acontecer”, disse a presidente da Olimpíada de Tóquio, Seiko Hashimoto, a repórteres nesta quarta-feira (23), um mês antes da cerimônia de abertura de 23 de julho. “Então, se nossos cidadãos têm receios [sobre servir álcool de Olimpíada], acho que teremos que desistir. É por isso que decidimos proibir a venda de álcool.”

A venda de álcool foi limitada dentro e ao redor de Tóquio depois que autoridades de saúde alertaram que beber incentivaria contatos próximos e interação em bares, o que poderia ajudar a disseminar o vírus.

Leia Também:  OMS debaterá riscos da covid-19 na Olimpíada com Japão e COI

O patrocinador Asahi Breweries disse que concorda com a decisão de proibir a venda de álcool e que a considera natural.

*Reportagem adicional de Antoni Slodkowski, Ju-min Park, Rocky Swift e Ami Miyazaki

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA