Momento Esportes

Comitê de Clubes Paralímpicos integra sistema nacional do desporto

Publicados

em


A sanção do Projeto de Lei (PL) 2.824/2000, como Lei 14.073/2020, incluiu o recém-criado Comitê Brasileiro de Clubes Paralímpicos (CBCP) entre as entidades do Sistema Nacional do Desporto aptas a receberem recursos das loterias federais. O Comitê Brasileiro de Clubes (CBC), o Comitê Olímpico do Brasil (COB) e Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) já integravam esse sistema.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Agora é Lei! É com muita felicidade que o Comitê Brasileiro de Clubes Paralímpicos informa que foi reconhecido, por meio de sanção presidencial, como integrante do Sistema Nacional do Desporto-SND. Essa inclusão permite que seja feito um trabalho específico junto aos clubes, associações e entidades que fomentam o esporte de base para pessoas com deficiência no Brasil. Importante ressaltar que o CBCP tem como diferencial atender o máximo de modalidades que sejam praticadas por pessoas com diferentes tipos de deficiência. Essa é uma vitória do esporte para pessoas com deficiência e vem para equilibrar a organização do esporte no país. Agradecemos a todos que nos apoiaram para chegarmos até aqui. E declaramos que não iremos medir esforços para cumprir nossa missão de: “Fortalecer clubes, associações e entidades que desenvolvem a prática paradesportiva e paralímpica, por meio da ampliação das competências gerenciais, administrativas e técnicas visando a formação de atletas com deficiência”. Seguimos juntos e com muita gratidão! Descrição da imagem #PraTodosVerem arte com o fundo brando. Na lateral superior esquerda lista listas e formato de cone verdes, que são um pedaço do desenho da arte do CBCP. No meio da imagem a frase: O Comitê Brasileiro de Clubes Paralímpico é o mais novo integrante do Sistema Nacional do Desporto. Na parte inferior, a logomarca do CBCP (símbolo da bandeira do Brasil em formato de Cone com o nome Comitê Brasileiro de Clubes Paralímpicos) [Fim da descrição].

Uma publicação compartilhada por Comitê Clubes Paralímpicos (@cbcpoficial) em 15 de Out, 2020 às 10:01 PDT

“O CBCP nasceu da indignação de clubes de pessoas com deficiência que não tinham oportunidade de ter acesso aos recursos destinados ao paradesporto, que se encontravam à disposição do CBC. A lei nos dá oportunidade de escrevermos uma nova história para as instituições de pessoas com deficiência no Brasil”, diz João Batista Carvalho e Silva, presidente da entidade.

Leia Também:  Coluna - Games em português ainda são incomuns no Brasil

O CBC, ao qual João Batista se refere, tinha direito a 0,5 (agora, 0,46%) da arrecadação das loterias. O Comitê de Clubes só autoriza agremiações a ele filiadas a participar dos editais para aquisição de materiais ou contratação de pessoal. O valor de mensalidade pago pelos filiados (cerca de R$ 3,9 mil) é considerado elevado pelas instituições paradesportivas, o que dificultava o acesso aos recursos.

“Trabalhamos arduamente, no Senado e na Câmara dos Deputados, para reconhecerem formalmente o CBCP como integrante do Sistema Nacional do Desporto, para que se corrigisse uma injustiça com esses clubes e associações paralímpicas”, afirma o dirigente do Comitê de Clubes Paralímpicos.

A inclusão do CBCP no PL 2.824/2020 ocorreu em agosto, quando o projeto entrou em votação no Senado. Em razão da alteração no texto, ele teve de voltar à Câmara, sendo aprovado em setembro e levado à assinatura do presidente Jair Bolsonaro. Sancionada na última quarta-feira (14), a lei 14.073/2020 foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (15).

Leia Também:  Brasileiro: Atlético-MG empata e perde chance de encostar em líderes

O novo Comitê terá direito a 0,03% do que era repassado à Confederação Nacional dos Clubes (Fenaclubes), que passa a receber 0,01% da arrecadação das loterias, e a 0,04% do que era direcionado ao CBC, agora detentor de 0,46% e não mais de 0,5%. Com base em números de 2019, a estimativa é de que o CBCP arrecade cerca de R$ 8 milhões ao ano.

Edição: Fábio Lisboa

Propaganda

Momento Esportes

Com retrospecto favorável, Internacional encara Flamengo no Beira-Rio

Publicados

em


O Internacional encara o Flamengo neste domingo (25), às 18h15 (horário de Brasília) no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS), pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os colorados levam ampla vantagem contra os rubro-negros atuando como mandante. A Rádio Nacional transmite a partida.

Levando em consideração somente partidas disputadas pelo Brasileirão no formato de pontos corridos, desde 2003, em 16 embates, os cariocas venceram apenas uma vez na condição de visitantes. Já os gaúchos triunfaram em 11 oportunidades e quatro jogos terminaram empatados. Além disso, o retrospecto positivo também fica demonstrado no número de gols marcados nos confrontos: 27 a 7 a favor dos donos da casa. No ano passado, quando o Flamengo levou a taça de campeão Brasileiro, o Internacional venceu por 2 a 1 no Beira-Rio.

A única derrota do Inter foi em 2015. Na ocasião, o Flamengo venceu por 2 a 1. O gol da vitória foi marcado pelo peruano Paolo Guerrero, que atualmente defende o Colorado. O jogador se recupera de lesão no joelho direito sofrida em agosto, na derrota por 2 a 1 para o Fluminense no Maracanã. A previsão para que Guerrero volte a defender as cores do clube gaúcho é apenas no ano que vem.

Entretanto, apesar das lembranças negativas fora de casa, o último duelo, que terminou empatado por 1 a 1 na Libertadores, teve sabor de vitória para os rubro-negros. Mesmo com placar em igualdade, o Flamengo eliminou o Internacional nas quartas de final da competição continental, após vencer o jogo de ida por 2 a 0 no Maracanã.

Leia Também:  Brasil estreia com medalha no Grand Slam de Judô de Budapeste

Duelo de artilheiros

O meio-campista Thiago Galhardo é a maior esperança de gols do Internacional. Artilheiro do Brasileirão, tendo balançado 14 vezes as redes dos adversários, o jogador marcou a metade dos gols feitos dos colorados na competição. Com 28 gols, a equipe gaúcha tem o terceiro melhor ataque do campeonato, atrás somente de Flamengo, que fez 30, e Atlético-MG, com 31.

Pelo lado da equipe rubro-negra o atacante Pedro tem mostrado que a pontaria está afiada, ocupando o posto de artilheiro do clube no Campeonato Brasileiro com oito gols marcados.

Transmissão da Rádio Nacional

A partida entre Internacional e Flamengo será transmitida ao vivo pela Rádio Nacional, com narração de André Luiz Mendes, comentários de Waldir Luiz e reportagem de Rafael Monteiro. O Show de Bola Nacional começa as 18h. Você escuta a Rádio Nacional aqui:

Leia Também:  Brasileiro: Atlético-MG empata e perde chance de encostar em líderes

Confira aqui a classificação atualizada do Campeonato Brasileiro.

Edição: Fábio Lisboa

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA