Momento Esportes

Confirmado: Record TV irá transmitir o campeonato carioca 2021

Publicados

em

O campeonato carioca esse ano será na Record TV. A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) e os clubes que disputam a Série A do Campeonato Carioca aceitaram a proposta e assinarão amanhã contrato de dois anos pela cessão dos direitos em TV aberta.

O Cariocão é comprovadamente o estadual mais visto do Brasil, com alcance em todas as regiões. Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco são marcas nacionais com mais de 60 milhões de apaixonados torcedores. “O futebol carioca tem novo parceiro, estabelecendo novo modelo de transmissão. Estamos muito felizes com esse casamento”, disse o presidente da FERJ, Rubens Lopes.

Para a Record TV a volta do futebol para a grade de programação marca um novo tempo no esporte no Brasil. “Estamos muito felizes com esta nova parceria que vem reforçar o crescimento linear da Record TV nos últimos anos. O futebol é parte da história dos cariocas – e de todo o brasileiro. A transmissão dos jogos do Campeonato Carioca irá nos aproximar ainda mais dos nossos telespectadores e mostrar a força do nosso jornalismo, sempre comprometido com a verdade”, enaltece Fabiano Freitas, presidente da RecordTV Rio.

Leia Também:  Stefani e Hayley vencem de novo e vão às semifinais do WTA de Adelaide

Amanhã, quarta-feira, 24 de fevereiro, Record TV Rio recebe em sua sede, em Vargem Grande, zona oeste da cidade, os 12 presidentes dos clubes cariocas para celebrar transmissão do Cariocão. Estarão presentes também o presidente da FERJ, Rubens Lopes Costa Filho, e outros grandes nomes do futebol carioca. Um cenário temático está sendo preparado para receber os representantes dos clubes.

Além dos times clássicos, estarão presentes amanhã representantes de outros times como: Bangu, Boavista, Macaé, Madureira, Portuguesa, Resende, Volta Redonda e Nova Iguaçu.

Cumprindo todas as exigências sanitárias neste período de pandemia, o evento será realizado com distanciamento entre os convidados e todas as normas de segurança serão seguidas.

Momento Esportes

Pia aponta melhorias necessárias à seleção após torneio nos EUA

Publicados

em


Pia Sundhage disse, antes da estreia brasileira no torneio She Believes, há uma semana, que esperava encontrar, durante a competição, respostas para a seleção feminina que apronta para a Olimpíada de Tóquio (Japão). Terminado o quadrangular, a técnica não esmiuçou detalhes, mas afirmou que obteve parte das respostas esperadas.

“Algumas jogadoras foram bem, outras precisam ser mais competitivas em nível internacional, voltar para casa e trabalhar um pouco mais forte. O resultado [no torneio] foi ok e as respostas foram importantes”, comentou Pia, em entrevista coletiva por videoconferência, sobre a vitória do Brasil para cima do Canadá, por 2 a 0, pela terceira rodada do She Believes.

Contra as canadenses, as brasileiras dominaram o primeiro tempo, marcando alto, mostrando intensidade e balançando as redes com a meia Júlia Bianchi e a atacante Debinha. Já na etapa final, o time da América do Norte foi superior e colocou a seleção de Pia sob pressão, ainda que tendo criado somente uma oportunidade real de gol.

“Fiquei bem contente com o primeiro tempo de hoje [quarta-feira]. Não tanto no segundo tempo. Defensivamente, temos que ajustar detalhes. O Canadá colocou quatro atacantes e nos pressionou. Não reagimos bem sem a bola e temos de aprender a lidar com isso. Fomos um pouco ingênuas em alguns momentos. Tentamos jogar da mesma forma, com passes curtos. Precisamos saber nos desvencilhar da pressão na Olimpíada. Não há uma só forma para isso. Precisamos melhorar para fazer transições e contra-atacar”, argumentou a técnica.

Leia Também:  Mesmo rebaixado, Botafogo vence São Paulo por 1 a 0

Antes de enfrentar o Canadá, o Brasil estreou vencendo a Argentina por 4 a 1 na última quinta-feira (18). No domingo passado (21), a seleção de Pia foi superada pelos Estados Unidos por 2 a 0. As norte-americanas, atuais campeãs mundiais e líderes do ranking da Federação Internacional de Futebol (Fifa), ficaram com o título ao golearem as argentinas por 6 a 0 na última rodada e encerrarem o torneio amistoso com três vitórias em três jogos. As brasileiras ficaram em segundo lugar.

Até a Olimpíada, estão previstas mais duas datas Fifa, que são os períodos destinados a jogos entre seleções. A expectativa, portanto, é que Pia tenha, ao menos, outras quatro partidas para obter as respostas que faltam para definir as 18 convocadas para Tóquio. Em entrevistas anteriores, a técnica disse já ter 12 jogadoras definidas.

“Devemos ter dois jogos em abril e dois e junho. Não é o cenário perfeito, mas é o que temos. Podemos fazer qualquer coisa, mas temos que definir prioridades e encontrar um time coeso. Há sempre a chance para qualquer jogadora brasileira que estiver bem ser convocada. Quero não só definir o time titular nesses quatro jogos, mas saber quais atletas sairão do banco para fazer a diferença”, afirmou.

Leia Também:  Eleição que apontará o novo Presidente do Tribunal Regional Eleitoral de MT será realizada nesta quinta-feira com 03 concorrentes

“Uma coisa importante é a parte física. Fizemos três jogos e notamos que algumas jogadoras ficaram cansadas. São circunstâncias da Olimpíada, só que com jogos a cada dois dias. Quem for, terá de estar preparada para fazer muitos jogos. A [zagueira] Rafaelle, que esteve em todas as partidas [no She Believes], é um bom exemplo. Ela foi muito bem. Se você estiver em forma, você está saudável e pronta para jogar. Isso traz confiança”, completou a treinadora.

Edição: Fábio Lisboa

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA