Momento Esportes

Copa Sul-Americana: Athletico-PR joga mal e perde para o Melgar

Publicados

em


O Athletico-PR perdeu a invencibilidade e a liderança do Grupo D na Copa Sul-Americana com a derrota por 1 a 0 contra o Melgar, nesta terça-feira (4), no estádio Nacional de Lima. O Furacão não foi bem na partida, finalizou pouco, sofreu o gol no início do segundo tempo e não teve forças para empatar.

Com o resultado, o Athletico-PR permanece com seis pontos e fica na segunda posição do Grupo D. O Melgar é o líder, com nove pontos e 100% de aproveitamento.

O jogo

A primeira chegada realmente perigosa da partida foi apenas aos 22 minutos. Depois de boa troca de passes, Iberico recebeu pela esquerda na grande área e chutou cruzado. Santos fez boa defesa e espalmou para escanteio. O Athletico respondeu sete minutos depois. Abner avançou e chutou cruzado. Renato Kayzer tentou completar, mas não chegou a tempo e acabou sendo travado na hora de finalizar.

O Furacão até tinha campo para jogar e ficou com a posse de bola. Apesar de trocar muitos passes e ter liberdade para atacar pela esquerda, o Athletico-PR encontrou dificuldade para arrematar. Sempre que tentava um chute, a bola desviava em algum defensor do Melgar.

Leia Também:  Corinthians vence em Lima e segue vivo na Copa Sul-Americana

Somente aos 38 minutos que o time de Paulo Autuori conseguiu uma finalização sem desvio. Após cobrança de escanteio pela direita, Thiago Heleno subiu sozinho na risca da pequena área, mas cabeceou muito mal, para fora.

Se no primeiro tempo o Melgar pouco assustou, na etapa complementar precisou de apenas 4 minutos para abrir o placar. Reyna fez grande jogada pela esquerda e cruzou para a entrada da área do Furacão. Cuesta desviou de calcanhar e Bordacahar, de cabeça, completou no canto esquerdo de Santos.

O Athletico perdeu a chance de empatar aos 13 minutos. Pereyra se enrolou todo para sair do campo de defesa e Renato Kayzer roubou a bola. O atacante entrou sozinho na entrada da área e finalizou de perna direita, mas bateu para fora.

Com a vantagem no placar, o Melgar passou a aproveitar os espaços cedidos pelo time brasileiro, que se lançava ao ataque para empatar. Aos 21 minutos, Bordacahar recebeu passe de Cuesta e bateu de perna esquerda. A bola passou tirando tinta da trave direita de Santos. Sete minutos depois, o time peruano trocou passes com muita facilidade ao redor da área do Furacão, mas o chute de Iberico ficou fácil para a defesa de Santos.

Leia Também:  Apesar da oposição aos Jogos, John Coates está confiante que ocorrerão

O Athletico respondeu no minuto seguinte. Abner cruzou na área e a bola sobrou para Erick, que bateu por cima do gol. O time brasileiro quase empatou aos 34 minutos. Após cobrança de escanteio, Richard apareceu para chutar, mas acabou acertando em Matheus Babi, que tinha acabado de entrar no jogo.

Sem muita inspiração, o Furacão encontrou dificuldade e pouco incomodou o goleiro Cáceda nos minutos finais. Melhor para a equipe peruana, que chegou à terceira vitória em três jogos. Na próxima rodada, o Athletico-PR enfrenta o Metropolitanos, terça-feira (11), às 19h15 (horário de Brasília), no estádio Olimpico de la UCV, em Caracas (Venezuela).

Edição: Fábio Lisboa

Propaganda

Momento Esportes

Flu e Portuguesa decidem quem disputará título do Carioca contra Fla

Publicados

em


Fluminense e Portuguesa jogam neste domingo (9), no Maracanã, para decidir quem vai enfrentar o Flamengo na final do Campeonato Carioca. No primeiro duelo da semifinal, as equipes empataram em 1 a 1. Em caso de nova igualdade no placar, o Tricolor das Laranjeiras fica com a vaga, por ter feito melhor campanha que a Lusa na Taça Guanabara. Já a Portuguesa entra em campo em busca da vitória para chegar pela primeira vez na final do Estadual. O duelo, a partir das 16h (horário de Brasília), terá transmissão ao vivo da Rádio Nacional. A cobertura esportiva começa às 15h30, com narração de André Luiz Mendes, comentários de Waldir Luiz e Bruno Mendes. 

O Flu chega ao Maracanã após uma odisséia na Copa Libertadores da América, com mais de dez mil quilômetros percorridos. Os brasileiros viajaram para a Colômbia, casa do Junior Barranquilla, mas por conta da tensão social no país, o jogo foi transferido pela Conmebol para Guayaquil (Equador), onde o Tricolor empatou em 1 a 1 com a equipe colombiana, na última quinta-feira (6).

Leia Também:  Conmebol confirma dias e horários do retorno das Eliminatórias

“Vamos buscar descansar bem os atletas, quero contar com todos que estiverem nas melhores condições. E sobretudo estarão em campo aqueles que tiverem recuperado bem da viagem. É uma partida importante do estadual”, afirmou o técnico Roger Machado durante coletiva no Equador, após o jogo da terceira rodada do Grupo D da Libertadores.

A tendência é que os veteranos Fred e Nenê sejam poupados, assim como quase todos os titulares. Samuel Xavier, o uruguaio Abel Hernández e o argentino naturalizado paraguaio Raúl Bobadilla devem ser escalados desde o início para a partida desta tarde. 

Já a Portuguesa, comandada pelo técnico Felipe Surian, chega ao último jogo da semifinal invicta na temporada diante dos quatros maiores times do Rio de Janeiro.

“É uma boa equipe, a melhor entre os chamados pequenos clubes da competição. Chegou com justiça nas semifinais e pode, sim, surpreender um Fluminense desgastado por tantas viagens. O destaque individual do time é o Chay”, avalia Waldir Luiz, comentarista da Rádio Nacional. 

Leia Também:  Flu e Portuguesa decidem quem disputará título do Carioca contra Fla

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA