Momento Esportes

Corinthians e Botafogo empatam em partida de muitos gols e polêmica

Publicados

em


.
Não foi dessa vez. Desde 2012 sem derrotar o Corinthians fora de casa, o Botafogo vencia por 2 a 1 até os 47 minutos do segundo tempo, quando Jô empatou para o Timão. O duelo válido pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro marcou a “estreia” da Neo Química Arena, antiga Arena Itaquera, e teve muitos gols e polêmica.

O primeiro lance controverso ocorreu aos 11 minutos de jogo. Fagner tentou lançamento para Gustavo Mosquito. O atacante caiu na área e o árbitro Rafael Traci marcou pênalti de Marcelo Benevenuto. Sem intervenção do VAR, e com muita reclamação do time do Botafogo, Fagner bateu com perfeição no canto direito de Gatito Fernández para abrir o placar.

O Botafogo reagiu. Aos 21 minutos, Guilherme tentou cruzar e a bola bateu no braço de Fagner. Quando todos esperavam a bola alçada na área, Bruno Nazário bateu direto para o gol, de perna esquerda, surpreendendo Cássio. Falha ou golaço? Um pouco dos dois.

O Corinthians voltou bem melhor no segundo tempo e passou a dominar o Botafogo, mas sempre errava no último toque. Em um contra-ataque, o Glorioso virou o jogo. Kalou recebeu no meio de campo, tabelou com Rhuan, driblou Danilo Avelar e chutou de perna direita, rasteiro, para marcar o segundo.

Leia Também:  Novidade na seleção, Ary Borges quer influenciar luta contra racismo

No lance seguinte o Corinthians empatou, mas o gol não valeu. Fagner cruzou e Otero cabeceou para o fundo das redes. O VAR foi acionado e viu falta de Jô em cima de Marcelo Benevenuto.

O Botafogo recuou demais no fim da partida para segurar a vitória e acabou sofrendo o empate. Aos 47 minutos, Léo Natel e Fagner fizeram boa jogada pela direita e o lateral tocou rasteiro para Jô finalizar e deixar tudo igual.

Ouça na Rádio Nacional

 

Com o resultado, o Botafogo chegou a oito pontos e enfrenta o Athletico na próxima quarta-feira (9), às 19h30, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR). O Corinthians agora soma 9 pontos e tem pela frente o clássico com o Palmeiras, quinta-feira (10), às 19h15, na Neo Química Arena, em São Paulo. 

Confira AQUI a tabela de classificação da Série A do Brasileirão.

Flamengo vence a terceira seguida

Mais cedo, o Rubro-Negro carioca derrotou o Fortaleza por 2 a 1 no Maracanã e, provisoriamente, assumiu a vice-liderança da Série A, com 14 pontos. Já o Fortaleza, do técnico Rogério Ceni, segue em décimo lugar, com oito pontos.

O primeiro tempo foi o mais disputado do jogo, com predominância do Flamengo. Aos dez minutos, Éverton Ribeiro brilhou mais uma vez com um golaço que abriu o marcados para o time carioca. Mas oito minutos depois, o volante Juninho, de pênalti, deixou tudo igual no Maraca. Na volta do intervalo, o técnico Domènec Torrent acionou Gabigol, que entrou no lugar do atacante Pedro. E foi o artilheiro rubro-negro que definiu a partida aos 41 do segundo tempo.

 

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Propaganda

Momento Esportes

Vila Nova derrota Imperatriz pela Série C do Campeonato Brasileiro

Publicados

em


.

O Vila Nova chegou à terceira vitória na Série C do Campeonato Brasileiro ao passar pelo Imperatriz por 3 a 0, na partida que fechou a 7ª rodada da competição. Com o resultado, o Tigrão é o novo vice-líder do Grupo A, com 12 pontos conquistados. Já o Cavalo de Aço permanece na lanterna, com apenas um ponto.

O jogo foi marcado pelos gols bonitos e por uma curiosidade. Antes de a bola rolar, a arbitragem solicitou que a equipe do Imperatriz trocasse o calção branco. Como o Vila Nova, que era o mandante, jogaria com calção branco e o time do Maranhão não levou uniforme reserva, o Tigrão emprestou o calção vermelho para o Cavalo de Aço utilizar.

Gols da partida

O primeiro gol do Vila Nova foi aos 15 minutos do primeiro tempo, em uma bela jogada ensaiada. Falta pela direita de ataque com troca de passes até que Emanuel Biancucchi chutou forte no canto direito, obrigando Henal a fazer ótima defesa. No rebote, Henan conferiu para abrir o placar.

O Vila Nova continuou melhor durante todo o primeiro tempo e só não foi para o intervalo goleando porque Henal estava em noite inspirada. O time da casa chegou ao segundo gol aos 38 minutos da segunda etapa, com Caíque. Ele recebeu dentro da grande área, deu um lindo drible no zagueiro, e soltou a bomba para estufar a rede adversária.

Leia Também:  Ymanitu Silva é vice-campeão do Toyota Open de Tênis, na França

Depois de dois belos gols, o terceiro não poderia ser diferente. Aos 46 minutos, Pablo dominou na entrada da área, ajeitou e bateu colocado no ângulo esquerdo do goleiro. Golaço.

Na próxima rodada, o Imperatriz recebe o Ferroviário, sábado (26), às 17h, no Estádio Frei Epifânio. Já o Vila Nova joga com o Treze, no mesmo dia, às 19, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga (OBA).

 

Edição: Liliane Farias

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA