Momento Esportes

Cruzeiro de BH pode perder seis pontos no Brasileirão caso não pague dívida

Publicados

em

 

     O Cruzeiro, de BH,  tem mais uma situação de ordem financeira para resolver. E essa pode gerar prejuízo desportivo.
 
    O clube foi acionado na Fifa pelo Zorya, da Ucrânia, por uma dívida referente à aquisição do atacante Willian(foto),  hoje no Palmeiras.
 
     A Raposa perdeu o processo em primeira instância, e foi punida pela Fifa com a perda de seis pontos no Campeonato Brasileiro. Porém, os advogados celestes recorreram da decisão no Tribunal Arbitral do Esporte (TAS, na sigla em inglês) para suspender, ao menos por ora, a punição. O valor do débito gira em torno de R$ 6 milhões.
 
     Na manhã desta quarta-feira(10), a coluna do Ancelmo Gois, do Jornal O Globo, noticiou a possível perda de seis pontos do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro.
 
     Em junho de 2017, os ucranianos acionaram o Cruzeiro na Fifa cobrando o valor devido pelo clube celeste. A decisão do Comitê Disciplinar da Fifa, favorável ao Zorya, determinando a perda de seis pontos por parte da Raposa, saiu no dia 22 de março deste ano.
 
     No dia 23 de maio, o Cruzeiro recorreu da decisão no TAS e, nessa terça-feira(09), as partes (Cruzeiro, Zorya e CBF) receberam uma carta da Fifa a qual suspende a perda de pontos por reconhecer a validade do recurso interposto pelo jurídico da Raposa.
 
     Em nota, o Cruzeiro confirmou a derrota na Fifa, o recurso no TAS e disse que, em caso de derrota no Tribunal Arbitral do Esporte, fará o pagamento para não sofrer punições desportivas. Após o TAS deliberar de forma definitiva sobre o tema, e o clube mineiro ainda for considerado culpado, ele só sofreria a punição de seis pontos caso não executar a dívida (R$ 6 milhões) no prazo de 90 dias.
Leia Também:  Melhores duplas brasileiras de vôlei de praia estreiam no Superpraia
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Momento Esportes

Tóquio 2020 proíbe álcool, comemorações e pedidos de autógrafos

Publicados

em


Consumo de álcool, comemorações do tipo ‘bate aqui’ e conversas em voz alta serão proibidos para o número reduzido de portadores de ingresso da Olimpíada que terão acesso aos locais de competição, e os organizadores reconheceram que o “clima de comemoração” será limitado nos Jogos já adiados em um ano devido ao novo coronavírus (covid-19).Decisão de Seiko Hashimoto, presidente do Comitê de Tóquio, levou em conta alerta de autoridades de saúde, segundo as quais a bebida incentivaria contatos e interação em bares.Os organizadores levam adiante os preparativos da Olimpíada, ainda chamada de Tóquio 2020, apesar do grande temor do público japonês de que receber atletas de todo o mundo poderia resultar em mais surtos de covid-19.

Reportagens segundo as quais os organizadores estão cogitando permitir o consumo de álcool nos locais de competição de Olimpíada provocaram revolta nesta semana, e a hashtag “cancelem os Jogos Olímpicos” atraiu dezenas de milhares de tuites.

“Já que o Comitê Organizador quer realizar os Jogos de maneira segura e protegida, é nossa responsabilidade fazê-los acontecer”, disse a presidente da Olimpíada de Tóquio, Seiko Hashimoto, a repórteres nesta quarta-feira (23), um mês antes da cerimônia de abertura de 23 de julho. “Então, se nossos cidadãos têm receios [sobre servir álcool de Olimpíada], acho que teremos que desistir. É por isso que decidimos proibir a venda de álcool.”

A venda de álcool foi limitada dentro e ao redor de Tóquio depois que autoridades de saúde alertaram que beber incentivaria contatos próximos e interação em bares, o que poderia ajudar a disseminar o vírus.

Leia Também:  Sorteio define confrontos das oitavas de final da Copa do Brasil

O patrocinador Asahi Breweries disse que concorda com a decisão de proibir a venda de álcool e que a considera natural.

*Reportagem adicional de Antoni Slodkowski, Ju-min Park, Rocky Swift e Ami Miyazaki

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA