Momento Esportes

Cruzeiro vence Minas Brasília e segue vivo no Brasileiro Feminino

Publicados

em


O Cruzeiro ainda tem chances de classificação à próxima fase da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. A vitória por 2 a 0 sobre o Minas Brasília, neste sábado (10) à noite, levou a Raposa aos 20 pontos, a três do Grêmio, último time no G-8. As Cabulosas se beneficiaram do empate das tricolores com o São José por 1 a 1.

A Raposa recebeu as brasilienses no Sesc Alterosas, em Belo Horizonte, pela 14ª rodada da competição. Aos 18 minutos da etapa final, após boa jogada individual da atacante Micaelly, a bola sobrou para a meia Duda bater da entrada da área, no canto de Thalya. Já nos acréscimos, a atacante Mariana Santos foi lançada, com liberdade, escapou da goleira e definiu a vitória celeste.

Em 10º, as cruzeirenses torcem, agora, por um tropeço do Flamengo neste domingo (11). O Rubro-Negro enfrenta o Palmeiras em Itu (SP) e, se vencer, vai a 24 pontos – o que acabaria com as chances de classificação das mineiras, que podem ir, no máximo, a 23 pontos nesta primeira fase.

Leia Também:  Fluminense vence Santos e assume quarta posição do Brasileiro

A derrota impediu que o Minas assegurasse, com uma rodada de antecipação, a permanência na elite. A equipe tem quatro pontos de vantagem para o Iranduba, que joga no domingo, em Caçador (SC), contra o Avaí/Kindermann. O time de Brasília torce por uma derrota das amazonenses para entrar na última rodada, na quarta-feira (14), livre do rebaixamento.

Ruim para os dois

Em Gravataí (RS), a atacante Fernanda Tipa, de pênalti, colocou o São José à frente do Grêmio, no início do primeiro tempo. Na etapa final, a meia Jane Tavares aproveitou a sobra de uma bola rebatida pela zaga e bateu com categoria, de fora da área, deixando tudo igual. As gremistas estiveram mais perto da virada que as paulistas do segundo gol, mas a igualdade prevaleceu no estádio Vieirão.

O resultado não foi bom para ninguém. O São José foi a 17 pontos, estacionando na 11ª posição. As joseenses podem atingir, no máximo, 20 pontos – o que é insuficiente para disputar a última vaga no G-8. Já o Grêmio corre risco de perder o lugar na zona de classificação se o Flamengo vencer o Palmeiras. As tricolores estão em oitavo, com 23 pontos, com dois pontos (e um jogo) a mais que as rubro-negras.

Leia Também:  Liga Nacional de Futsal: Joinville e Foz Cataratas empatam no sul

Mata-mata em vista

O empate em Gravataí foi comemorado pelo Internacional, que, antes mesmo de ir à campo pela 14ª rodada (também neste domingo, contra o já rebaixado Audax, em Porto Alegre), garantiu-se no mata-mata. Com 27 pontos, as Coloradas não podem mais ser ultrapassadas pelas gremistas. Ferroviária e São Paulo, ambos com 26 pontos, podem seguir o mesmo caminho se empatarem no duelo entre si, em Araraquara (SP). Avaí/Kindermann e Palmeiras, com 24 pontos, asseguram vaga se vencerem, respectivamente, Iranduba e Flamengo.

Confira a classificação da Série A1 do Brasileiro Feminino.

Edição: Verônica Dalcanal

Propaganda

Momento Esportes

Sem amistosos, Pia valoriza períodos de treinos da seleção feminina

Publicados

em


A seleção brasileira feminina de futebol encerra nesta terça-feira (27), na cidade de Portimão, em Portugal, o segundo período de treinamentos desde o começo da pandemia do novo coronavírus (covid-19). Diferente de setembro, quando reuniu apenas jogadoras que atuam no Brasil na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), desta vez a técnica Pia Sundhage chamou somente atletas que jogam na Europa, nos Estados Unidos e na China.

A estratégia foi adotada devido às restrições para viagens internacionais, que dificultam a realização de amistosos. Apesar da impossibilidade de atuar contra outros rivais, a treinadora considera positiva a oportunidade de estar com as atletas e fazê-las entender o padrão de jogo concebido para a seleção. Nos dois períodos, foram 45 convocadas ao todo.

“Esses dois períodos de treinos foram muito importantes. Tivemos muitos dias juntos [18, sendo nove no Brasil e nove em Portugal], que foram diferentes. Aqui na Europa, a intensidade foi um pouco maior. No fim das contas, as duas convocações trabalharam nossa ideia de jogo. O objetivo é que todas estejam na mesma sintonia, em ideia de jogo e intensidade”, afirma Pia, em entrevista coletiva por videoconferência.

Leia Também:  Fórmula 1: Lewis Hamilton conquista pole position no GP de Portugal

Sem amistosos, a técnica colocou em prática o trabalho em Portimão em um jogo-treino com as 21 convocadas para os treinos na Europa, mais dois jogadores do time sub-17 masculino do Portimonense, clube local. Pia aproveitou para testar atletas em diferentes posições, como já fizera em setembro, em Teresópolis. Na atividade do último domingo (25), as atacantes Maria (Juventus, da Itália) e Mylena (Famalicão, de Portugal) atuaram como laterais.

Pia Sundahage comanda treino da seleção brasileira na Granja Comary, em Teresópolis (RJ)Pia Sundahage comanda treino da seleção brasileira na Granja Comary, em Teresópolis (RJ)

Pia Sundahage comanda treino da seleção feminina Granja Comary, em Portimão (Portugal) – Laura Zago/CBF/Direitos Reservados

Na Granja Comary, a atacante Chu (Ferroviária) também foi observada no setor defensivo. Ao contrário da Copa do Mundo, em que podem ser convocadas 23 atletas, na Olimpíada de Tóquio (Japão), só poderão ser chamadas 18 jogadoras.

“Jogaremos muitos jogos em pouco tempo. Seria excelente termos atletas que podem atuar em diferentes posições. O mais importante é que elas adquiram essa habilidade. Jogadoras que possam fazer isso [mudar de posição] durante o jogo é algo que nós, técnicos, sempre gostamos de ter para trabalhar taticamente”, explica.

Devido à pandemia, a seleção feminina ainda não tem partidas marcadas. Em 2020, a equipe de Pia Sundhage atuou três vezes, com uma derrota (1 a 0 para a França) – a primeira sob comando da sueca – e dois empates (0 a 0 com a Holanda, 2 a 2 com o Canadá). Todos os confrontos foram pelo Torneio Internacional da França, em março.

Ouça na Rádio Nacional

 

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA