Momento Esportes

D’Ale reforça time reserva do Inter contra o Flu em busca de 1ª vitória fora no Brasileirão

Publicados

em

 

     O Inter dosa suas energias com prioridade às decisões em mata-matas  e terá time reserva neste sábado(03), às 19h, no Maracanã, para enfrentar o Fluminense pela 12ª rodada do Brasileirão.
 
    Mas com um reforço de peso: D'Alessandro deve ser titular em solo carioca com a missão de comandar a escalação alternativa em busca da primeira vitória fora de casa na competição.
 
     Ainda resta a confirmação de Odair Hellmann, com a divulgação do time minutos antes da partida. Mas o gringo é figura praticamente garantida, mesmo após ter atuado durante quase 90 minutos na vitória por 2 a 0 sobre o Nacional, na última quarta-feira(31),  na partida que garantiu o Inter nas quartas de final da Libertadores.
 
      Uma vitória sobre o Fluminense pode fazer a equipe voltar ao G-4. O Inter é sexto colocado com 20 pontos – um a menos que o Atlético-MG, que figura em quarto.
 
     Expulso no triunfo nos pênaltis sobre o Palmeiras, D'Ale está suspenso na Copa do Brasil e desfalcará a equipe contra o Cruzeiro, na próxima  quarta-feira(07), às 21h30, no Mineirão, pela ida da semifinal.
 
      Ainda assim, o argentino integrou a delegação no Rio de Janeiro. Vale lembrar: O Inter não retorna a Porto Alegre e vai direto a Belo Horizonte após a partida.
 
     A escalação de D'Alessandro passa também pela sequência da temporada. Caso não entre em campo hoje, o argentino ficará 10 dias sem jogar.
Leia Também:  Brasileiro: Ceará domina Inter fora de casa, mas duelo acaba empatado
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Momento Esportes

Tóquio 2020 proíbe álcool, comemorações e pedidos de autógrafos

Publicados

em


Consumo de álcool, comemorações do tipo ‘bate aqui’ e conversas em voz alta serão proibidos para o número reduzido de portadores de ingresso da Olimpíada que terão acesso aos locais de competição, e os organizadores reconheceram que o “clima de comemoração” será limitado nos Jogos já adiados em um ano devido ao novo coronavírus (covid-19).Decisão de Seiko Hashimoto, presidente do Comitê de Tóquio, levou em conta alerta de autoridades de saúde, segundo as quais a bebida incentivaria contatos e interação em bares.Os organizadores levam adiante os preparativos da Olimpíada, ainda chamada de Tóquio 2020, apesar do grande temor do público japonês de que receber atletas de todo o mundo poderia resultar em mais surtos de covid-19.

Reportagens segundo as quais os organizadores estão cogitando permitir o consumo de álcool nos locais de competição de Olimpíada provocaram revolta nesta semana, e a hashtag “cancelem os Jogos Olímpicos” atraiu dezenas de milhares de tuites.

“Já que o Comitê Organizador quer realizar os Jogos de maneira segura e protegida, é nossa responsabilidade fazê-los acontecer”, disse a presidente da Olimpíada de Tóquio, Seiko Hashimoto, a repórteres nesta quarta-feira (23), um mês antes da cerimônia de abertura de 23 de julho. “Então, se nossos cidadãos têm receios [sobre servir álcool de Olimpíada], acho que teremos que desistir. É por isso que decidimos proibir a venda de álcool.”

A venda de álcool foi limitada dentro e ao redor de Tóquio depois que autoridades de saúde alertaram que beber incentivaria contatos próximos e interação em bares, o que poderia ajudar a disseminar o vírus.

Leia Também:  Brasileiro: Ceará domina Inter fora de casa, mas duelo acaba empatado

O patrocinador Asahi Breweries disse que concorda com a decisão de proibir a venda de álcool e que a considera natural.

*Reportagem adicional de Antoni Slodkowski, Ju-min Park, Rocky Swift e Ami Miyazaki

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA