Momento Esportes

Em carta, pai de Messi defende direito de o filho rescindir com Barça

Publicados

em


.

O pai de Lionel Messi publicou a carta enviada à La Liga, primeira divisão do futebol espanhol, rejeitando a alegação de que uma cláusula – sobre multa rescisória de 700 milhões de euros no contrato do filho –  ainda esteja vigente se ele deixar o Barcelona e ingressar em um clube rival.

Messi, eleito seis vezes melhor jogador do mundo, insiste que pode sair com transferência gratuita, enquanto o Barcelona, ​​apoiado pela La Liga, afirma que a cláusula de rescisão deve ser paga.

A Liga espanhola divulgou um comunicado no domingo (30) dizendo que o contrato de Messi ainda era válido, após o jogador anunciar que queria deixar o clube no final da temporada, e não comparecer a um exame médico de pré-temporada.

A administração da Liga informou que a única maneira de um clube assinar contrato com o atacante é ele ativar uma cláusula de rescisão por meio do pagamento de 700 milhões de euros, mas a carta de Jorge Messi ao presidente da La Liga, Javier Tebas, afirma que a cláusula não é mais aplicável.

Leia Também:  Governo promove debate sobre prevenção ao suicídio por meio do esporte

“Não sabemos qual contrato eles analisaram e com que base concluíram que haveria uma ‘cláusula de rescisão’ aplicável no caso de o jogador decidir revogar unilateralmente o contrato após a conclusão da temporada 2019-20”, Jorge Messi escreveu em carta publicada nas redes sociais. 

“Isso se deve a um erro óbvio de sua parte. Essa indenização não se aplicará quando a rescisão do contrato, ,por decisão unilateral do jogador entrar em vigor a partir do final da temporada esportiva 2019-20”, acrescentou ele, referindo-se à cláusula do contrato.

“É óbvio que a indenização de 700 milhões de euros, prevista na cláusula anterior…não se aplica.”

Propaganda

Momento Esportes

Série B: Figueirense e Guarani empatam em 2 a 2, em Florianópolis

Publicados

em


.

Jogando no estádio Orlando Scarpelli,em Florianópolis (SC), Figueirense e Guarani ficaram apenas no empate, na primeira partida de sábado, pela 11ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O placar de 2 a 2 não foi bom para as equipes. Com o resultado, o Furacão chegou a dez pontos e ocupa provisoriamente a 14ª posição. Já o Bugre vem logo atrás, em 15º, com nove pontos conquistados.

O Guarani abriu o placar no segundo minuto de jogo. Bruno Sávio recebeu lançamento pela direita e cruzou na área. Rafael Costa se esticou todo e, com um toque de pé direito, achou o cantinho do goleiro Rodolfo Castro, que só olhou a bola entrar.  O camisa nove voltou a marcar depois de sete jogos sem balançar as redes.

O Figueirense quase empatou aos oito minutos, com Keké. O atacante tentou encobrir  o goleiro Jefferson Paulino, mas Cristovam salvou em cima da linha. Ao partir para o ataque, o time catarinense acabou sofrendo o segundo gol.

Aos 24 minutos, o Bugre fez linda troca de passes até Rafael Costa tocar de calcanhar para Bidu. O lateral-esquerdo entrou na grande área e soltou a bomba para ampliar o placar para o Guarani com um golaço.

Leia Também:  Série B: à beira do Z4, Cruzeiro encara o Avaí no Mineirão

A reação do Figueirense começou aos 40 minutos. Everton Santos completou cruzamento da esquerda, de bicicleta, mas o goleiro Rafael Pin, que havia entrado no lugar de Jefferson Paulino logo após o segundo gol, fez a defesa.  

Na última jogada do primeiro tempo, o Figueirense marcou. Em posição irregular, Sanchez recebeu a bola pela esquerda e cruzou. Diego Gonçalves desviou de cabeça para fazer. Foi o primeiro gol do Furacão no Orlando Scarpelli na Série B do Campeonato Brasileiro.

O Figueirense empatou aos 12 minutos da etapa final. Depois de cobrança de escanteio pela direita, a bola sobrou para Victor Oliveira, quase caído, chutar com força no ângulo do goleiro Rafael Pin para deixar tudo igual.

O jogo ficou bastante equilibrado em todo o restante do segundo tempo, com poucas chances de gol para as duas equipes, que saíram de campo com o placar de 2 a 2.

Duelos da rodada

Na próxima rodada, tem clássico catarinense: o Figueirense enfrenta o Avaí, na terça-feira (29), às 19h15min, na Ressacada, casa do adversário. O Guarani recebe o Sampaio Corrêa, no mesmo dia, às 21h30min, no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP).

Leia Também:  Governo promove debate sobre prevenção ao suicídio por meio do esporte

A 11ª rodada da Série B continua com mais três partidas neste sábado (26). Às 16h, CSA e Juventude se enfrentam no Rei Pelé, em Maceió (AL). Vitória e Oeste duelam às 16h30min, no Barradão, em Salvador (BA),  e o Brasil de Pelotas recebe o Paraná, às 18h30min, no Bento Freitas, em Pelotas (RS).

No domingo (27), Ponte Preta e Confiança jogam no Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), às 20h30min.

Na noite de ontem (25), O CRB derrotou o Botafogo-SP por 2 a 1; Chapecoense e América-MG empataram em 0 a 0; e o Avaí venceu o Cruzeiro por 1 a 0, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA