Momento Esportes

Fluminense estende contrato de Nenê até o fim de 2021

Publicados

em


.

O Fluminense anunciou nesta terça-feira (1) a extensão de contrato de Nenê. O meio-campista de 39 anos tinha compromisso com o Tricolor até dezembro deste ano e prorrogou o vínculo até o fim de 2021.

Em declaração ao site oficial do clube, Nenê comemorou a renovação: “Uma alegria muito grande. Desde antes da pandemia, já dizia que estava muito feliz aqui e que minha intenção era continuar essa jornada. Espero que possa continuar grandes coisas esse ano. Estou muito feliz e vou continuar dando meu máximo, a minha vida dentro de campo por essa camisa”.

Nenê chegou ao Fluminense em julho de 2019 e foi a segunda contratação da gestão do presidente Mario Bittencourt. A primeira havia sido o goleiro Muriel. Desde que chegou ao Tricolor, Nenê se destacou pela entrega em campo, mesmo sendo um dos jogadores mais experientes a atuar no Campeonato Brasileiro.

Ouça na Rádio Nacional

Leia Também:  Série D: TV Brasil transmite Bragantino e Fast; saiba como assistir

O meio-campista é o artilheiro do Fluminense na temporada, com 15 gols marcados, e o principal goleador da Copa do Brasil, com seis gols. Só contra o Figueirense, na partida de volta da terceira fase, marcou os três da vitória por 3 a 0. Nenê já fez 53 jogos com a camisa do Flu desde que chegou ao clube, com 18 gols no total.

Veja a classificação atualizada da Série A do Brasileiro.

Edição: Fábio Lisboa

Propaganda

Momento Esportes

Apesar da covid-19, CBF conta com jogadores que atuam na Europa

Publicados

em


A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) espera que jogadores que atuam na Europa, incluindo o atacante Neymar, do Paris Saint-Germain (PSG), viajem para a América do Sul para os jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo na próxima semana, apesar das preocupações com a pandemia do novo coronavírus (covid-19) e do risco de conflitos com os clubes.

O Brasil enfrenta a Bolívia em São Paulo no próximo dia 9 de outubro e depois viaja para Lima para enfrentar o Peru, quatro dias depois. Todas as seleções sul-americanas estarão em ação neste período.

Embora a Ásia e a Concacaf tenham adiado as Eliminatórias para março, devido à pandemia de covid-19, a América do Sul decidiu seguir em frente com as partidas no mês que vem.

No entanto, fronteiras estão fechadas em vários países – onde exceções teriam que ser acordadas com os governos para a entrada das equipes– e há altos índices de infecção na América do Sul.

O presidente da CBF, Rogério Caboclo, disse à Reuters que, embora esteja ciente de que a Major League Soccer (MLS), que contém clubes nos Estados Unidos e no Canadá, tenha levantado objeções, ele não prevê quaisquer outros problemas para a liberação de atletas.

“Apenas a MLS declarou que deseja manter os jogadores em quarentena e, assim, ficou mais difícil liberá-los”, afirmou ele. “Ninguém mais. O prazo para qualquer recusa já passou, então quero acreditar que não haverá problemas.”

Na semana passada, Jonas Baer-Hoffmann, secretário-geral do Sindicato Mundial de Jogadores (FIFPro), disse à Reuters que os atletas deveriam ter permissão para decidir se querem viajar, sem medo de punições.

Leia Também:  Série C: Santa Cruz e Jacuipense-BA empatam no Arruda

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA