Momento Esportes

Ginástica: Ana Paula Scheffer morre aos 31 anos

Publicados

em


A treinadora e ex-atleta de ginástica rítmica Ana Paula Scheffer morreu nesta sexta (16) em Toledo (Paraná) aos 31 anos de idade. Ela conquistou uma medalha de bronze no aparelho arco na edição de 2007 dos Jogos Pan-Americanos (Rio de Janeiro).

Ana Paula foi encontrada sem vida pela mãe, com a qual morava. A causa da morte ainda está sendo apurada, informou a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) em nota.

Além da presença no Pan do Rio, Ana Paula participou do Pan da modalidade em 2005, dos Jogos Sul-Americanos de 2006 (Buenos Aires) e de 2010 (Medellin), além do Mundial de Ginástica Rítmica de 2009 (Japão).

“Ana Paula Scheffer é uma das atletas que construíram a nossa Ginástica Rítmica, e que a transformaram em motivo de grande orgulho para todos os brasileiros. Além de inspirar, tinha um importante trabalho de formação de novas atletas no Paraná. Parte cedo demais, mas não será esquecida. Meus sentimentos aos familiares e amigos”, declarou a presidente da CBG, Maria Luciene Cacho Resende.

Leia Também:  Presidente da Fifa, Gianni Infantino, é diagnosticado com covid-19

Edição: Fábio Lisboa

Propaganda

Momento Esportes

Com 11 desfalques, Cuiabá vence Botafogo no Rio pela Copa do Brasil

Publicados

em


Mesmo sem ter 11 atletas do elenco à disposição e atuando fora de casa, o Cuiabá saiu na frente do Botafogo no jogo de ida do confronto pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Nessa terça-feira (27), o Dourado bateu o Alvinegro por 1 a 0 no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, assumindo a vantagem do empate para o duelo de volta, que será na Arena Pantanal, em Cuiabá, na próxima terça-feira (19), às 19h (horário de Brasília).

O Cuiabá não pôde contar com os zagueiros Everton Sena e Luiz Gustavo e com os atacantes Felipe Ferreira, Felipe Marques, Élton, Jenison e Marcinho. Os sete chegaram ao clube durante a paralisação do futebol em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19). Como tinham defendido outras equipes na Copa do Brasil, eles não poderiam atuar pelo time do Mato Grosso. Além deles, os laterais Lenon e Romário e os volantes Auremir e Rafael Gava se recuperam de lesão e também foram desfalques.

Administrando a posse da bola e trocando muitos passes, o Botafogo acumulou seis finalizações em cerca de 20 minutos no primeiro tempo, mas sem êxito. Aos poucos, o Cuiabá equilibrou o jogo e passou a assustar em tentativas de fora da área. Na etapa final, a primeira delas foi letal. Aos nove minutos, com o Dourado pressionando o Alvinegro na defesa, o volante Matheus Barbosa aproveitou um passe errado do meia Keisuke Honda e bateu forte, da entrada da área, no canto do goleiro Diego Cavalieri.

Leia Também:  Brasileiro: Coritiba anuncia saída do técnico Jorginho

O Botafogo se lançou ao ataque atrás do empate. Tentativas não faltaram. Pontaria sim. Primeiro, uma cabeçada do meia Bruno Nazário. Depois, outra do atacante Pedro Raul (seguida de um arremate que passou rente a trave). Na sequência, um chute do atacante Lecarlos. Por fim, um desvio do também atacante Kelvin, na pequena área. Melhor para o Cuiabá, que festejou a vitória no Rio e a vantagem para o duelo na Arena Pantanal.

As equipes voltam a campo no sábado (31), cada uma por sua divisão. O Botafogo joga às 17h, mais uma vez no Nilton Santos, contra o Ceará, pela 19ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O Alvinegro está na 16ª posição do torneio. Já o Cuiabá recebe o CRB às 22h, também pela 19ª rodada, mas da Série B. O Dourado é o terceiro colocado e está na zona de acesso à elite do futebol nacional.

Veja a tabela da Copa do Brasil

Edição: Fábio Massalli

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA