Momento Esportes

Grêmio passa pelo Caxias e vai em busca do tetra no Campeonato Gaúcho

Publicados

em


 O Campeonato Gaúcho vai ser novamente decidido em um Gre-Nal. O Tricolor derrotou o Caxias por 2 a 0 neste domingo (09), na Arena do Grêmio, e garantiu vaga na final. Superior na maior parte do jogo, o Tricolor construiu o placar com gols de Matheus Henrique e Ferreira.

O Tricolor segue invicto sob o comando de Tiago Nunes, com cinco vitórias em cinco partidas. O primeiro jogo da final entre Grêmio e Internacional será no próximo domingo (16).

O Grêmio começou pressionando e rondando a área adversária, mas com pouca efetividade. A primeira boa finalização foi do Caxias, aos 9 minutos. Diogo Oliveira avançou pela direita e cruzou, a bola sobrou para Tontini, que chutou forte. Geromel desviou e salvou o Tricolor. Na cobrança de escanteio, Bruno Ré subiu sozinho, cabeceou, e a bola passou raspando o travessão de Brenno.

Leia Também:  Vice-líder, Brasil supera Polônia em sets diretos na Liga das Nações

Depois de 27 minutos com o controle da bola, o Grêmio conseguiu sua primeira chegada e abriu o placar. Ferreira recebeu na linha de fundo pela direita, driblou o defensor, e cruzou na cabeça de Matheus Henrique, que mandou para o fundo da rede. O camisa 7 acabou sofrendo um chute no rosto na hora da finalização e desmaiou, mas se recuperou e voltou para a partida.

O Caxias respondeu cinco minutos depois, novamente com Tontini. Ele recebeu cruzamento de Diogo Oliveira e teve a chance de empatar, mas mandou por cima do gol de Brenno. A equipe visitante quase deixou tudo igual aos 38 minutos. Após cobrança de escanteio de John Clay, Tiago Sales subiu sozinho para cabecear. Brenno salvou. No rebote, Giovane Santos tentou de carrinho, mas o goleiro do Grêmio se jogou na bola para evitar o gol.

No fim do primeiro tempo, o Grêmio chegou ao segundo, com Darlan, mas a arbitragem marcou impedimento e a partida foi para o intervalo com a vantagem mínima do Imortal Tricolor.

Leia Também:  Caxias-RS goleia Rio Branco-PR e lidera o Grupo 8 da Série D

Na frente, o Grêmio passou a controlar o resultado na segunda etapa. Mesmo assim, foi a equipe que mais criou. Aos 23 minutos, Ferreira tocou para Churin, que bateu para o gol. Pitou espalmou e, no rebote, Ferreira driblou o goleiro, mas foi travado por Tiago Sales na hora do chute. No minuto seguinte, Ferreira puxou ataque pela esquerda, finalizou, e acertou o travessão do Caxias.

Ferreira queria jogo e foi premiado com um belo gol. Ele subiu novamente pela esquerda, driblou dois marcadores com apenas um toque e bateu colocado no canto de Marcelo Pitol para fechar o placar na Arena.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Propaganda

Momento Esportes

Brasil abre Copa América com boa vitória sobre a Venezuela

Publicados

em


O Estádio Mané Garrincha, em Brasília, foi palco na noite deste domingo (13) da estreia da seleção brasileira na Copa América de 2021. A equipe nacional fez 3 a 0 na Venezuela pela abertura do Grupo A. Os gols foram marcados pelo zagueiro Marquinhos e pelos atacantes Neymar e Gabriel Barbosa.

Com o resultado, o time verde e amarelo somou os primeiros três pontos e lidera a chave. Ainda neste domingo, às 21h (horário de Brasília), Colômbia e Equador se enfrentam no mesmo grupo na Arena Pantanal. O Peru é o quinto time da chave brasileira e folga nesta rodada inaugural.

Antes do início da partida, ocorreu um rápido cerimonial para abertura da competição. Alguns profissionais da saúde levaram a taça da Copa América até o centro do gramado do Mané Garrincha e o telão do estádio passou imagens alusivas às 10 equipes que participam do torneio e foi organizado um show de fogos de artifício que tomou conta do céu da capital federal.

Com a bola rolando, a primeira partida da Copa América dessa temporada foi totalmente dominada pelo Brasil. Aos sete, quase Richarlison abriu o placar depois de cobrança de escanteio de Neymar. Aos nove, a mesma dupla esteve em ação. Neymar deu um belo lançamento para Richarlison que não conseguiu dominar. Aos 10, Éder Militão por muito pouco não abriu o placar de cabeça. Aos 22, finalmente as redes venezuelanas balançaram. Neymar bateu o escanteio da esquerda e o zagueiro Marquinhos aproveitou o bate e rebate na área para fazer o primeiro gol. Aos 25, Richarlison marcou, mas estava impedido. Aos 29, Neymar fez boa jogada e finalizou rasteiro. A bola passou raspando a trave direita do gol de Graterol.

Na etapa final, o técnico Tite fez duas mudanças, colocando Everton Ribeiro no lugar do Lucas Paquetá e Alex Sandro no lugar de Renan Lodi, e a seleção marcou mais dois gols. Aos 16, o lateral-direito Danilo armou boa jogada e foi derrubado na área. Neymar deslocou o goleiro rival e fez mais um.

Depois, sem forçar muito o ritmo e com Gabriel Barbosa no lugar de Richarlison, Vinícius Júnior na vaga de Gabriel Jesus e Fabinho no lugar de Fred, saiu o terceiro gol aos 43 minutos. Neymar recebeu belo passe de Alex Sandro, driblou o goleiro e largou Gabriel Barbosa sozinho na frente do gol. O atleta do Flamengo empurrou com o peito para o fundo das redes.

A seleção volta a jogar na quinta-feira (17) contra o Peru no Nilton Santos, no Rio de Janeiro. Nesta segunda-feira (14) acontecerão os primeiros dois jogos do grupo A. Argentina e Chile se enfrentam no Nilton Santos, a partir das 18h, e, no Estádio Olímpico de Goiânia, Paraguai e Bolívia se enfrentam a partir das 21h.

Leia Também:  Eurocopa: jogador dinamarquês Eriksen sofre mal súbito em campo

Edição: Gustavo Faria

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA