Momento Esportes

Honda deixará a F1 para se concentrar em tecnologia de emissão zero

Publicados

em


A japonesa Honda Motor anunciou nesta sexta-feira (2) que vai encerrar sua participação como fornecedora de motores no Campeonato Mundial de Fórmula 1 no final da temporada de 2021, para se concentrar em tecnologia de emissão zero.

A decisão foi tomada no final de setembro e a empresa não pretende retornar à F1, disse o presidente-executivo Takahiro Hachigo em entrevista coletiva online.

“Isso não é resultado da pandemia do novo coronavírus, mas por causa de nossa meta de longo prazo de eliminação de carbono”, disse ele.

Como outras montadoras, a Honda está correndo para construir veículos de nova energia em uma mudança na indústria, que Hachigo descreveu como  “uma vez em um século”. Essa corrida está se acelerando em meio à pandemia de covid-19, à medida que as montadoras revisam os planos de produção para conquistar participação no mercado com novos modelos, incluindo veículos de baixa ou zero emissão.

A Honda, que voltou à F1 em 2015 em parceria com a equipe Red Bull Racing, disse que vai desviar os recursos que usou para construir motores de F1 para acelerar o desenvolvimento de tecnologias de emissão zero, como células de combustível e baterias.

“Entendemos como foi difícil para a Honda Motor Company chegar a uma decisão. Entendemos e respeitamos o raciocínio por trás disso”, afirmou o chefe de equipe da Red Bull, Christian Horner, em um comunicado.

Leia Também:  Fortaleza vence Clássico-Rei outra vez e garante título cearense
Propaganda

Momento Esportes

Jogos de Tóquio: Bia Ferreira conquista Torneio de Boxe dos Balcãs

Publicados

em


A brasileira Bia Ferreira conquistou neste sábado (24) o Torneio de Boxe dos Balcãs, na categoria até 60 kg. A competição, realizada em Sófia (Bulgária), foi a primeira internacional da qual a atleta baiana (uma grande esperança de medalha para o Brasil nos Jogos de Tóquio) participou após o início da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Para garantir a medalha de ouro, a brasileira, venceu três lutas, a última delas, na final contra Donjeta Sadiku, do Kosovo.

Após a conquista, Bia postou em seu perfil no Instagram uma mensagem na qual afirmou: “Como é bom voltar aos ringues!”.

Esperança em Tóquio

Bia Ferreira é uma das maiores esperanças brasileiras de medalha nos Jogos de Tóquio (Japão). Antes da pandemia do novo coronavírus, ela vinha numa excelente fase. Ao longo do segundo semestre do ano passado colecionou conquistas importantes: a medalha de ouro no Pan de Lima (Peru), a prata nos Jogos Mundiais Mitares em Wuhan (China) e o ouro no Mundial de Boxe da Rússia.

Leia Também:  Aos 80 anos, Pelé é homenageado pela Fifa

Edição: Fábio Lisboa

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA