Momento Esportes

Nikão se diz pronto para missão de assumir a camisa 10 do São Paulo

Publicados

em


A camisa 10 do São Paulo, que já foi de ídolos como Raí, Pita, Pedro Rocha, Zizinho e Hernanes, agora pertence a Nikão. Apresentado nesta quinta-feira (20) como novo reforço tricolor, o meia-atacante deixou claro que está ciente da responsabilidade que terá pela frente.

“É uma camisa com uma história grande, mas venho para cá fazer meu trabalho. É um clube com uma torcida apaixonante, de uma representatividade muito grande. Aprendi uma frase que levo para a vida: quanto mais é dado, mais é cobrado”, declarou o jogador, em entrevista coletiva no centro de treinamentos do clube, na Barra Funda, zona oeste da capital paulista.

Nikão era ídolo no Athletico-PR, onde atuou por seis anos e foi bicampeão da Copa Sul-Americana, além de também vencer a Copa do Brasil. No São Paulo, ele terá de escrever uma nova história. Não que ele já não tenha feito isso durante a vida – inclusive fora do futebol.

“Perdi minha mãe aos oito anos, com câncer. Aos 16, perdi a vó que me criou, de infarto. Com 23, perdi meu irmão em um acidente. Não conheço meu pai até hoje. Passei por muitas dificuldades e lutas, mas Deus esteve me sustentando e me deu uma família, uma esposa, filhos lindos. Só tenho a agradecer por vivenciar este grande momento e estar em um clube deste tamanho”, afirmou.

Com três anos de contrato, Nikão deve começar a jornada como atleta do São Paulo na próxima quarta-feira (26), às 19h (horário de Brasília), contra o Santo André, no Morumbi, pela primeira rodada do Campeonato Paulista. Ele é um dos cinco reforços trazidos pelo Tricolor para 2022. Além do meia-atacante, chegaram o goleiro Jandrei, o lateral Rafinha e os meias Alisson e Patrick.

Leia Também:  Brasil perde da Suécia, em último jogo antes da Copa América Feminina

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Propaganda

Momento Esportes

Ceará arranca vitória sobre o Strongest na altitude de La Paz

Publicados

em

O Ceará arrancou uma vitória de 2 a 1 sobre o The Strongest (Bolívia), nesta quarta-feira (29) no estádio Hernando Siles, em La Paz, em jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana.

Agora as equipes decidem quem fica com a vaga para as quartas de final da competição na próxima quarta-feira (6) no estádio do Castelão.

Ainda tentando se adaptar aos mais de 3.600 metros de La Paz, a defesa do Vozão acabou falhando após cobrança de escanteio aos 4 minutos do primeiro tempo e Ursino não perdoou.

Porém o Ceará melhorou com o passar do tempo, e chegou ao empate aos 30 minutos da etapa final. Após Geovane mandar a bola na área, Ursino desviou para Erick, que finalizou para superar o goleiro Viscarra.

Leia Também:  Águas abertas: Ana Marcela Cunha conquista ouro nos 5 km no Mundial

A igualdade no marcador animou de vez o Vozão, que pressionou mais e foi premiado nos acréscimos da partida. Já aos 47 minutos, Nino Paraíba ficou com a bola após Arrascaita vacilar e tocou para o atacante Zé Roberto garantir a vitória da equipe brasileira.

O Vozão agora se concentra no Brasileiro, competição na qual enfrenta o Internacional no próximo sábado (2) no Castelão.

Edição: Fábio Lisboa

Fonte: EBC Esportes

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI