Momento Esportes

Palmeiras e dupla Gre-Nal voltam a campo pela Libertadores

Publicados

em


.

A noite desta quarta-feira (16) marcará a retomada da Libertadores para três equipes brasileiras. O Internacional será o primeiro a entrar em campo, a partir das 19h15 (horário de Brasília), no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, o colorado recebe o América de Cali (Colômbia) pela terceira rodada do Grupo E.

Na sequência, às 21h30, o Grêmio joga em Santiago, no Chile, contra o lanterna do Grupo, o Universidad Católica, que perdeu as duas partidas realizada até o momento. Também às 21h30, o Palmeiras encara o Bolívar (Bolívia) em La Paz. Se quiser manter os 100% de aproveitamento, o líder do Grupo B terá que superar o adversário e os 3.640 metros de altitude.

Em busca da manutenção da liderança

Com duas rodadas disputadas, o Grupo E da Libertadores tem dois líderes. Um deles é o Inter, com quatro pontos. A última partida do Colorado foi justamente contra o grande rival Grêmio, que também tem quatro pontos. O Gre-Nal do dia 12 de março acabou em 0 a 0 na Arena Tricolor. Aquela partida terminou em pancadaria generalizada e teve oito expulsões. Do lado do Inter, Moisés, Edenílson, Cuesta e Praxedes receberam cartão vermelho naquela oportunidade. Além das advertências, que os deixa fora do jogo desta quarta, dois jogadores receberam uma punição pesada. Moisés deve ficar fora por quatro partidas, Edenílson por três jogos.

Além disso, a nova lista de inscritos apresentada pelo clube na última semana teve várias novidades. Lucas Ribeiro, Matheus Jussa, Yuri Alberto, Leandro Fernández e Abel Hernández entraram no grupo, além dos jovens da base João Peglow, Emerson, Léo Borges, Leonardo Ferreira, Keiller e Tiago Barbosa. Além deles, a principal novidade é Rodrigo Dourado, volante que não joga há mais de 15 meses.

Adversário do time brasileiro, o América de Cali fez o último jogo oficial pela Libertadores no dia 10 de março, quando venceu a Universidad Católica por 2 a 1 no Chile. O campeonato colombiano retornou nesse final de semana com a realização de duas partidas, mas o América de Cali ainda não atuou.

Leia Também:  Médico alemão admite ter ajudado atletas com doping por vários anos

Desde julho, quando retomou os treinos, fez duas partidas. Diante do Junior Barranquilla, pelas finais da Superliga local, venceu fora por 2 a 1 e perdeu o título em casa ao levar 2 a 0.

Procurando vitória no Chile

O Grêmio, que tem o mesmo número de pontos do Internacional no Grupo E, não vem em um bom momento no Campeonato Brasileiro. O Tricolor está na décima posição com doze pontos. Do time que jogou o Gre-Nal de março até a equipe que empatou com o Fortaleza no último domingo, seis nomes se repetiram: o goleiro Vanderlei, os zagueiros Geromel e David Braz, o meia Maicon e os atacantes Alisson e Diego Souza. Dos quatro expulsos do clássico da Libertadores, o atacante Luciano e o lateral Caio Henrique não estão mais no clube. O zagueiro reserva Paulo Miranda foi punido com três jogos, e o atacante Pepê tem que cumprir a suspensão nesta quarta.

Na nova lista de inscritos estão o lateral Diogo Barbosa, o meia Robinho e os atacantes Everton e Luiz Fernando. Também foram incluídos garotos da equipe sub-23: Vinicius Machado (goleiro), Jefferson (lateral-esquerdo), Jhonata Varela (volante), Elias (atacante) e Da Silva (centroavante). A grande ausência é o atacante Everton Cebolinha, negociado com o Benfica.

A ida dos brasileiros a Santiago exigirá adaptações aos protocolos sanitários chilenos. O Tricolor embarcou na manhã da última terça em voo fretado, e terá que passar, obrigatoriamente, por uma nova rodada de exames de covid-19 ao chegar à capital chilena. O Chile vive uma reabertura gradual imposta pelo presidente Sebastián Piñera. O local onde está o estádio San Carlos de Apoquindo está na fase 3, que permite abertura de shoppings e lojas. Reuniões sociais têm o limite de cinco pessoas.

Leia Também:  Fórmula 1: "Estão tentando me parar", diz Hamilton após punições

O Universidad Católica voltou a disputar há pouco tempo o Campeonato Chileno, somando três vitórias em quatro jogos desde a retomada, e garantindo a liderança da competição com 28 pontos em 11 jogos, com nove vitórias, um empate e uma derrota.

Jogo na altitude

O terceiro jogo com brasileiros na noite será o do Palmeiras, que lidera o Grupo B com seis pontos em dois jogos. A última partida do Verdão na Libertadores foi a vitória de 3 a 1 sobre o Guaraní (Paraguai). Naquela oportunidade, o centroavante Luiz Adriano marcou os três gols. Nos últimos meses, o time mudou tanto que nem o centroavante estava presente no último jogo do Verdão, o empate em 2 a 2 com o Sport, no último domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

Nesses últimos meses o atacante Dudu saiu, e vários garotos da base ganharam espaço na equipe do técnico Vanderlei Luxemburgo, com destaque para os meias Patrick de Paula e Gabriel Menino e os atacantes Gabriel Veron e Wesley. Outros três garotos foram inscritos na nova lista divulgada na última semana pelo Verdão, o lateral-esquerdo Renan, o meio-campista Danilo e o atacante Gabriel Silva, que chegou a herdar a camisa sete do ídolo Dudu.

Enquanto o Palmeiras fez 15 jogos e conquistou o título estadual desde o seu retorno às competições em 22 de julho, o Bolívar vive exatamente a mesma situação do Jorge Wilstermann. Fez a última partida em 14 de março, ainda pela Libertadores. Foi a vitória por 2 a 0 sobre o Tigre (Argentina), jogando em casa. Depois foram apenas treinamentos. A liberação oficial do governo boliviano aconteceu apenas no dia 31 de julho, para o retorno das atividades do clube. O Bolívar tem uma vitória e uma derrota em dois jogos no Grupo B da Libertadores.

Veja a classificação atualizada da Copa Libertadores.

Edição: Fábio Lisboa

Propaganda

Momento Esportes

Aos 80 anos, morre o ex-atacante Batuta, ídolo do Flamengo

Publicados

em


Na noite de terça-feira (29), o ex-atacante Walter Machado da Silva, conhecido como “Batuta”, faleceu no Rio de Janeiro aos 80 anos. Ele estava internado do Hospital Pró-Cardíaco em Botafogo, Zona Sul do Rio de Janeiro. A causa da morte ainda não foi confirmada. Paulista de Ribeirão Preto, o avante começou no esporte no São Paulo na década de 1950. Passou por Batatais e Botafogo-SP até chegar ao Corinthians em 1961. Foi no Timão que ele se tornou um dos maiores nomes do futebol paulista, marcando 95 gols

O Corinthians prestou homenagem a Batuta no Twiiter e se solidarizou com os familiares e amigos do ex-jogador. 

Outro ídolo do Flamengo, Zico, que vive atualmente no Japão, publicou um vídeo em que relembra sua convivência com Batuta, desde que começou a jogar no clube carioca. 

Após o sucesso retumbante de Batuta em quatro temporadas no Timã, o atacante foi contratado pelo Flamengo. E foi no clube carioca que virou ídolo. A relação foi tão intensa que ele se apaixonou pelo Rubro-Negro.  Ele teve duas passagens pelo Rubro-Negro carioca: a primeira entre 1965 e 1966, e depois retornou ao clube no período entre 1968 e 1969. Ao todo, Batuta marcou 70 gols em 132 partidas, e se sagrou campeão do estadual de 1965. Quando defendia o Flamengo, o atacante foi convocado para a seleção brasileira para a Copa do Mundo de 1966, na Inglaterra. Foram seis jogos e dois gols com a camiseta verde e amarela. Na derrota para Portugal por 3 a 1, que eliminou o Brasil em 1966, ele atuou ao lado de Pelé e Jairzinho. “Batuta” também defendeu Vasco, Racing (Argentina), Barcelona (Espanha), Santos, Botafogo, Rio Negro (Amazonas), Júnior Barranquilla (Colômbia) e Tiquire Flores (Venezuela). Ele encerrou a carreira profissional aos 35 anos, em 1975.

 

Leia Também:  Série D: TV Brasil transmite Bragantino e Fast; saiba como assistir

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA