Momento Esportes

Santos ganha clássico e segue na liderança do Brasileiro Feminino

Publicados

em


.

Um gol da centroavante Larissa, já nos acréscimos da etapa final, garantiu a vitória de virada do Santos para cima do São Paulo, no clássico deste domingo (6) pela Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. O jogo realizado na Arena Barueri foi acompanhado de perto pela técnica da seleção feminina, Pia Sundhage, e pela auxiliar Bia Vaz.

Com a vitória, as Sereias da Vila ampliaram a vantagem na liderança da competição, chegando a 18 pontos em sete jogos, três a mais que o total do Palmeiras. A equipe comandada por Guilherme Giudice volta a campo na quarta-feira (9), às 15h (horário de Brasília), diante do São José, fora de casa. No mesmo dia, mas, às 17h, o Tricolor Paulista tentará a reabilitação contra a Ponte Preta, no Centro de Formação de Atletas de Cotia (SP). O time de Lucas Piccinato caiu para o nono lugar, com 10 pontos.

Os gols saíram na etapa final. Aos 10 minutos, a meia Natane cobrou falta com muita categoria e acertou o ângulo esquerdo da goleira Michelle. O empate santista saiu aos 36 minutos. Larissa recebeu da também atacante Ketlen pela direita e cruzou para a centroavante Amanda Gutierrez, que, na pequena área, desviou de cabeça para as redes.

 

A virada saiu em uma cobrança de escanteio pela direita, aos 46 minutos. Após o levantamento a meia altura, na primeira trave, Larissa desviou para o gol, tirando do alcance da goleira Carla. O Tricolor ainda teve a chance do empate em um recuo de bola ruim da zaga santista para a goleira. A atacante são-paulina Duda tentou aproveitar, mas, Michelle se antecipou na dividida e salvou as Sereias.

No jogo entre os próximos rivais de santistas e tricolores, também neste domingo, o São José entrou na zona de classificação à próxima fase ao derrotar a Ponte Preta por 1 a 0, em Campinas (SP), com gol da centroavante Mylena Carioca, aos 32 minutos do primeiro tempo. As joseenses subiram ao oitavo lugar, com 12 pontos, enquanto a Macaca, com a sétima derrota em sete jogos, segue na lanterna da Série A1.

Palmeiras assume vice-liderança

Em outro encontro deste domingo, o Palmeiras assumiu o segundo lugar ao bater o Avaí/Kindermann por 2 a 1 no estádio Nelo Bracalente, em Valinhos (SP), onde o time feminino do Verdão manda os jogos. As palestrinas somam os mesmos 15 pontos do Corinthians, que joga na segunda-feira (7) contra o Cruzeiro, às 19h, no Parque São Jorge, mas, ficam na frente por ter um gol a mais de saldo. Já as catarinenses caíram para o sexto lugar, com 12 pontos.

Leia Também:  Juventude sai na frente contra CRB pela Copa do Brasil

O Avaí/Kindermann saiu na frente aos 12 minutos, em um golaço de Cathielen. A atacante aproveitou lançamento do meio-campo, esperou a bola quicar e bateu de esquerda, no ângulo. O empate do Palmeiras saiu nos acréscimos do primeiro tempo. Após cruzamento da meia Ary Borges pela esquerda, a centroavante Carla Nunes desviou de cabeça e tirou do alcance de Bárbara.

 

A goleira da equipe catarinense ainda fez duas grandes defesas no segundo tempo, mas, não impediu a virada das alviverdes. Aos 17 minutos, a zaga do Avaí/Kindermann afastou de forma parcial, a meia Rosana lançou Carla Nunes com uma cabeçada e a companheira, cara a cara com Bárbara, bateu no contrapé da camisa 1, decretando a vitória do Palmeiras.

O Verdão volta a campo na quarta-feira, às 15h, contra o Minas Icesp, no Gama (DF), enquanto a equipe de Santa Catarina pega o Audax em Caçador (SC) na quinta-feira (10), também às 15h.

Os próximos rivais de paulistas e catarinenses se enfrentaram no último sábado (5), em Osasco (SP). A partida terminou 0 a 0, com o time brasiliense desperdiçando um pênalti, que foi defendido pela goleira Michelle. As osasquenses, que iniciaram, nesta semana, uma parceria com o Juventus, somaram o primeiro ponto na tabela, ocupando o 14º lugar. O Minas, com sete pontos, está uma posição a frente.

Flamengo se reabilita em Manaus

Em Manaus, o Flamengo se reabilitou da derrota para o Corinthians, na última segunda-feira (31), e superou o Iranduba por 2 a 0. A meia Carlinha abriu o placar aos nove minutos e a atacante Flávia ampliou aos 14. Na etapa final, aos 11 minutos, após cobrança de escanteio, a zagueira Karen desviou de cabeça e aumentou a vantagem rubro-negra. A equipe da casa até esboçou uma reação quatro minutos depois, com um golaço de bicicleta da atacante Paulinha, mas, o placar não foi mais alterado.

Com o resultado, as cariocas foram a 10 pontos, assumindo o 10º lugar, deixando o próprio Iranduba para trás. O Hulk, como é apelidado o clube amazonense, com nove pontos, desceu para o 12º lugar, no limite da zona de rebaixamento. A equipe de Manaus vive uma grave crise financeira e compete com atletas cedidas pelo 3B da Amazônia, principal rival local e que disputa a Série A2 (segunda divisão) nacional.

Leia Também:  Tite anuncia convocados para início das Eliminatórias da Copa de 2022

As duas equipes voltam a jogar na quarta-feira, às 15h. O Iranduba visita o Grêmio, enquanto o Flamengo recebe a atual campeã Ferroviária.

Campeãs tropeçam de novo

As Guerreiras Grenás, aliás, voltaram a tropeçar pelo Brasileiro. No sábado (5), mesmo jogando em casa, a equipe de Araraquara (SP) foi superada justamente pelo Grêmio, por 1 a 0. A terceira vitória consecutiva das Gurias Gremistas – e a terceira derrota da Ferroviária em três jogos desde o reinício da competição – foi decretada pela lateral Gisseli Mariano, aos 45 minutos do primeiro tempo. As gaúchas foram para 15 pontos, na quarta posição, enquanto as paulistas caíram para o sétimo lugar, com três pontos a menos.

Também no sábado, o Internacional não teve dificuldades para fazer 3 a 0 no Vitória, em Salvador. A lateral Ari abriu o placar aos 37 minutos da etapa inicial, de cabeça. No segundo tempo, aos três minutos, a atacante Jhennifer bateu, a bola desviou na zaga e enganou a goleira Yanne, parando nas redes. Por fim, aos 25, a lateral Bruninha definiu o marcador, em arremate da entrada da área.

 

 

As Gurias Coloradas estão em quinto lugar, com os mesmos 15 pontos de Palmeiras, Corinthians e Grêmio, mas, uma vitória a menos. O time gaúcho, que recebe o Timão na quinta, às 19h30, é o único invicto entre os 16 times da Série A1. No mesmo dia, mas, às 17h, o Vitória visita o Cruzeiro. O Rubro-Negro baiano é o penúltimo, ainda sem pontos ganhos e nenhum gol marcado em sete jogos.

Confira AQUI a tabela de classificação da Série A1 do Campeonato Brasileiro Feminino.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Propaganda

Momento Esportes

Jogadores da seleção de rugby apoiam projeto social do Recife

Publicados

em


.

Proporcionar que jovens carentes sonhem com uma vida melhor através do esporte, essa é uma das missões do Projeto Social Diamantes do Gueto, que, desde o início deste ano, investe no desenvolvimento de crianças e adolescentes na periferia de Recife. São três oficinas (rugby, jiu-jitsu e showzinho, atividades lúdicas para socializar jovens).

“Temos uma propagação gigante do futebol. Então, trabalhar com o jiu-jitsu e rugby é bem desafiador. No início, muitos meninos até acham que rugby é futebol americano. Mas, aos poucos, eles vão vendo e conhecendo mais a modalidade. Mostramos os valores envolvidos no esporte. A modalidade é uma ferramenta com um potencial gigantesco. É uma filosofia de vida para mudar a realidade dessas crianças e fazer com que corram atrás dos sonhos”, diz o idealizador do projeto, Abraão Silva de Melo.

Em setembro, a iniciativa que atende quase 200 crianças de 3 a 17 anos nas comunidades de Santo Amaro e Coque, ganhou importantes parceiros, os irmãos Daniel e Felipe Sancery, da seleção brasileira e do São José Rugby.

 
 
 

 
 
 
 
 

 
 

 
 
 

Um dia chegaremos lá! Quando nós entramos em uma comunidade para cuidar das crianças que habitam naquela localidade, nos deparamos com várias circunstâncias de vida difíceis, nas quais aqueles pequenos estão imersos. A tendência do Homem natural é desacreditar que daquele contexto possa surgir alguém com boas perspectivas de futuro. Tudo desfavorece eles de trilhar um caminho de sucesso e serem bem sucedidos na vida. Mas, porém, contudo, toda via… diante de todo esse cenário caótico e desanimador, brota em nós um sentimento diferente. Algo, ou melhor, ALGUÉM nos traz uma ótica diferenciada a este respeito. A história do nosso salvador JESUS é bem semelhante à história deles. Nasceu em um lugar de poucas ou nenhuma perspectivas, família pobre, mãe solteira… cumpria todos os requisitos para ser mais um suprimido pelos preconceitos, mas ao invés disso, veio para trazer cura e libertação, vida e vida em abundância para todos aqueles que são vítimas de sofrimento e que nEle crêem. JESUS CRISTO é o motivo e a motivação do nosso acreditar nessas vidas. A cruz foi a maior prova de amor! Jesus conseguiu, eles também vão conseguir. #missaodiamantesdogueto #missoesurbanas #missões #rugby #rugby? #rugby4life #rugbylife #rugbylife #rugbyunion #rugbyleague #rugbyplayer #brasilrugby #tupis #recife

Uma publicação compartilhada por Diamantes do Gueto (@missaodiamantesdogueto) em 24 de Fev, 2020 às 7:23 PST

Através de postagens nas redes sociais, os atletas conheceram e se identificaram com a história dos gêmeos recifenses Wandreys Silva e Wanderson Silva, que participam dos encontros de rugby em Recife. “Foi uma história que surgiu na primeira aula na comunidade. O vínculo dos gêmeos Silva com os Sancery foi automático. Cheguei para os meninos e apresentei a história dos Sancery. Disse que eles tinham potencial para também alcançarem a seleção brasileira. Mas precisavam seguir se dedicando nos treinos. Os garotos ficaram muito empolgados. Mostrei vídeos dos Sancery na seleção. Foi um estímulo gigante. Depois fizemos até uma montagem no Instagram com fotos dos jogadores da seleção e dos meninos aqui do projeto”, declarou Abrãao.

Leia Também:  Renato Portaluppi completa quatro anos como treinador do Grêmio

Foi através dessa postagem que a história chegou ao São José Rugby, clube de Felipe Daniel Sancery. “Participei de uma live com os garotos para falar dos valores do esporte e tudo mais. Foi o André Nogueira, ex-jogador e agora um dos administradores do São José Rugby, que teve a ideia de mandar as camisetas com o meu nome e o do meu irmão para os garotos. E deu muito certo. Muito bom ver essas crianças felizes e empolgadas para seguir no esporte. Sabemos das dificuldades que os Diamantes do Gueto enfrentam. E qualquer tipo de ajuda é super bem-vinda. Ninguém tem dúvida de que o jovem que tem contato com o esporte desde cedo tem uma mente mais aberta, consegue ter redes sociais mais amplas. Enfim, uma vida melhor”, declarou Felipe.

 
 
 

 
 
 
 
 

 
 

 
 
 

Os jogadores da seleção brasileira de rugby @fel_sancery e @dan_sancery , são irmão gêmeos e oriundos do clube @saojoserugby . Os irmãos Sancerys, conheceram e se identificaram com a história da nossa duplinha Wandreys Silva e Wanderson Silva, que também são gêmeos e participam da nossa oficina de rugby e decidiram, junto ao @saojoserugby , enviar um presente mais que especial para os irmãos Silva. Duas camisas oficiais de jogo do clube de origem deles. A entrega do presente foi bem inusitada. Acompanhem o vídeo! ?? #rugby #saojoserugby #gemeos #brasilrugby #presente #missaodiamantesdogueto #missoesurbanas #missões #recife #saojosedoscampos

Uma publicação compartilhada por São José Rugby Clube (@saojoserugby) em 8 de Set, 2020 às 1:39 PDT

“Quando menos esperávamos, recebemos o contato do clube e dos irmãos. Eles falaram que iam mandar as camisetas para a gurizada do nosso projeto. Foi uma bênção para todos nós. A molecada amou o presente. Sentiram-se muito valorizados. Eles sempre falam que estão guardando muito bem as camisetas. Só usam para vir à oficina de rugby”, comemora Abraão.

Leia Também:  Adriana celebra recomeço na seleção após lesão que a tirou da Copa

Edição: Fábio Lisboa

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA