Momento Esportes

São Paulo autoriza volta do público aos estádios a partir de outubro

Publicados

em


O Comitê Científico do Governo do Estado de São Paulo autorizou a volta do público aos estádios de futebol a partir de 4 de outubro. Inicialmente, poderá ser ocupada no máximo 30% da capacidade das arenas, com o cumprimento de normas sanitárias e uso obrigatório de máscara. A partir de 16 de outubro está autorizada presença de até 50% do público total.

A entrada nos estádios está condicionada a vacinação contra a covid-19 com duas doses (CoronaVvac, AstraZeneca e Pfizer) ou dose única ( Janssen). Pessoas vacinadas com apenas um dose devem apresentar teste negativo para a doença com validade de 48h para os do tipo PCR ou 24h para os testes de antígeno.

O governador João Doria informou pelas redes sociais que a partir de novembro será liberada a presença de público em 100% da capacidade dos estádios.

Edição: Valéria Aguiar

Leia Também:  GP saudita terá alterações no circuito para melhorar visibilidade
Propaganda

Momento Esportes

Em jogo com quatro participações do VAR, Brasil e Equador empatam

Publicados

em


Brasil e Equador empataram em 1 a 1 no final da tarde desta quinta-feira (27) em jogo válido pela 15ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar. A partida foi disputada no Estádio Casa Blanca em Quito. Mesmo sem a presença do craque Neymar, o time do técnico Tite aproveitou logo a primeira chance e abriu o placar aos cinco minutos de jogo.

Após da rebatida da defesa, Coutinho cruzou, Matheus Cunha tentou e a bola sobrou para o volante Casemiro abrir o placar. Depois, aos 13 minutos, ocorreu o primeiro lance com a participação do árbitro de vídeo. O atacante Matheus Cunha foi atingido pelo goleiro Domínguez. Após revisão, o árbitro colombiano Wilmar Roldán confirmou que a falta foi fora da área e expulsou o jogador do Equador.

Mas a vantagem do Brasil de jogar com um atleta a mais durou muito pouco. Aos 19 minutos, o lateral-direito Emerson, que já tinha cartão amarelo, acertou Estrada e foi expulso. E, logo na sequência da partida, ocorreu outra participação importante do árbitro de vídeo. Aos 25, o goleiro brasileiro Alisson havia sido expulso depois de atingir Enner Valencia. Mas, Wilmar Roldán acabou voltando atrás e deu apenas o amarelo para o arqueiro da seleção de Tite.

Leia Também:  Bia Haddad fará final de duplas na Austrália contra campeãs olímpicas

No começo da segunda etapa, outra revisão do VAR. Aos 12 minutos, Roldán viu um pisão do atacante Raphinha em Estupiñán dentro da área e marcou pênalti. Só que voltou atrás depois de rever o lance no vídeo. O gol de empate do Equador saiu aos 29 minutos da etapa final. Depois de um cruzamento, Félix Torres subiu junto com Casemiro e mandou de cabeça para o fundo da rede. E, por incrível que pareça, o juiz Wilmar Roldán ainda conseguiu se envolver em mais um lance com o VAR. Aos 45, ele marcou pênalti do goleiro Alisson em cima de Ayrton Preciado. Mas, depois de rever, mudou de ideia e considerou o lance como legal.

Com esse resultado, o Brasil, que já está classificado à Copa do Quatar, continua na liderança das Eliminatórias com 36 pontos. O Equador, em terceiro, com 24 pontos tem a vaga bem encaminhada para o torneio do final deste ano. O Brasil volta a jogar na terça-feira (01/02) contra o Paraguai no Estádio Mineiro em Belo Horizonte. No mesmo dia, o Equador vai até Lima para enfrentar o Peru.

Leia Também:  Elias comanda vitória do Grêmio sobre Caxias pelo Campeonato Gaúcho

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA