Momento Esportes

Série B: Juventude e Cuiabá empatam no Alfredo Jaconi

Publicados

em


Dois duelos no início da noite desta terça-feira (6) colocaram fogo na disputa por uma vaga no G4 da Série B do Campeonato Brasileiro. Em Caxias do Sul, o Juventude manteve a invencibilidade dentro de casa, mas só empatou com o líder Cuiabá. Em Salvador, o Vitória perdeu para o América-MG, que continua na luta pelas primeiras posições.

Empate com o líder

O empate em 1 a 1 entre Juventude e Cuiabá não foi ruim para os times, porém a equipe gaúcha poderia ter saído com a vitória se não fosse a grande atuação do goleiro João Carlos. Com o resultado, o Dourado segue na primeira posição, com 29 pontos, quatro a mais que o segundo colocado, a Chapecoense, que tem dois jogos a menos. O Juventude tem 23 pontos e está na quarta colocação, pois foi ultrapassado pela Ponte Preta, que derrotou o Guarani por 2 a 0 (gols de Dawhan e Luizão) no Dérbi Campineiro.

A primeira chegada com perigo foi do Juventude. Dalberto deu grande passe para Wagner, que, de frente para João Carlos, finalizou sem dominar, mas jogou para longe do gol. O Cuiabá respondeu abrindo o placar, aos 24 minutos. Boa jogada de Yago pela direita e chutou cruzado. Bem posicionado, Elton completou para o fundo das redes.

O Juventude partiu para cima do Dourado para tentar o empate. Aos 28 minutos, Breno Lopes soltou o foguete, obrigando João Carlos a fazer grande defesa. No minuto seguinte, Igor bateu cruzado e a bola passou raspando a trave. A pressão continuou. Aos 31 minutos foi a vez de Wagner tentar, mas a bola desviou na zaga e foi para fora. Cinco minutos depois, Anderson Conceição salvou o gol do time gaúcho, tirando a bola praticamente nos pés de Wagner.

Leia Também:  Alex Telles, do Manchester United, testa positivo para covid-19

A última boa chance foi do Cuiabá. Cobrança de falta de Elvis e Everton Sena cabeceou para a área. Anderson Conceição finalizou no travessão de Marcelo Carné.

O segundo tempo começou com o Juventude pressionando a saída de bola do Cuiabá. Logo aos 5 minutos, a defesa do Dourado errou e Wagner recebeu lançamento pela direita. O meio-campista tocou na segunda trave para Breno Lopes empatar.

O time gaúcho continuou criando e obrigou o goleiro João Carlos a fazer boas defesas, como nos chutes de Gustavo Bochecha e Renato Cajá, além do cabeceio de Wagner, aos 14 minutos. Quem também chegou perto foi Hélder, que tentou de bicicleta, mas a bola foi para fora. Aos 16 minutos, Dalberto quase marcou um golaço. O atacante tentou encobrir João Carlos e a bola explodiu no travessão.

João Carlos fez mais uma grande defesa aos 30 minutos, em chute de fora da área de Breno Lopes no ângulo esquerdo do goleiro. O Cuiabá quase fez o segundo no lance seguinte. Felipe Marques avançou pela esquerda e tentou encobrir Marcelo Carné, mas a bola foi para fora. O Dourado tentou novamente aos 34 minutos. Cruzamento de Hayner pela direita e a zaga do Juventude tentou afastar, a bola sobrou para Jenison, que, de cabeça, quase marcou.

A última oportunidade da partida foi do Cuiabá. Falta pela esquerda de ataque, que Elvis cobrou no ângulo de Marcelo Carné. O goleiro do Juventude foi bem, jogou para escanteio e segurou o empate.

Na próxima rodada, o Cuiabá recebe a Ponte Preta, sexta-feira (09), às 18h30 na Arena Pantanal. O Juventude enfrenta o Brasil de Pelotas, no sábado (10), às 11h no Alfredo Jaconi.

América-MG garante vitória no 1º tempo

No Barradão, o América-MG venceu o Vitória por 2 a 1 e segue na luta por uma vaga no G4. O Coelho chegou a 23 pontos e ocupa a 6ª posição. O Rubro-Negro estacionou nos 18 pontos e está apenas na 10ª colocação.

O América precisou de apenas seis minutos para abrir o placar. Ademir avançou pela direita e chutou de canhota no ângulo do goleiro Ronaldo. Um golaço. O Coelho continuou melhor e dificultou bastante as tentativas do Vitória. O segundo gol saiu aos 26 minutos. Após finalização de Léo Passos, Ronaldo espalmou. Geovane tentou, mas a bola bateu na defesa. No rebote, Felipe Azevedo ampliou a vantagem mineira.

Leia Também:  Ponte Preta segue treinando focada na reabilitação na próxima rodada da série B

O Vitória só conseguiu assustar aos 40 minutos. Marcelinho recebeu toque de Bocão e arrematou. Cavichioli salvou o que seria gol na certa.

O Rubro-negro precisava partir para cima e tentar o empate, mas o América-MG era perigoso no contra-ataque. Aos 11 minutos, Ademir recebeu lançamento do goleiro Cavichioli, driblou Ronaldo, mas na hora de finalizar acabou jogando na trave.

O Vitória conseguiu diminuir aos 33 minutos, de pênalti. Thiago Carleto tentou o cruzamento, mas a bola bateu na mão de Anderson. O árbitro assinalou pênalti. O próprio Carleto foi para a cobrança e bateu com precisão, no canto direito. Apesar de tentar até o fim, o Vitória não conseguiu o empate e acabou perdendo no Barradão.

Na próxima rodada, o América-MG recebe o Náutico, sexta-feira (9) às 19h15 no Independência. O Vitória enfrenta o Avaí, sábado (10) às 16h no Barradão.

Outros resultados da 14ª rodada nesta terça:

Confiança 1 x 0 CRB

Chapecoense 1 x 0 Botafogo-SP

Avaí 2 x 1 Brasil de Pelotas

CSA 3 x 0 Figueirense

Ponte Preta 2 x 0 Guarani

Veja a classificação atualizada da Série B do Brasileiro.

Edição: Fábio Lisboa

Propaganda

Momento Esportes

Mancini busca por time ideal, mesmo depois de usar 25 jogadores em quatro jogos

Publicados

em


Dos jogadores de linha à disposição, apenas quatro não foram escalados pelo treinador:

  • Michel Macedo, lateral-direito, que ficou no banco em todas as partidas;
  • Roni, volante, reserva nos três últimos jogos;
  • Ángelo Araos, meia, relacionado pela primeira vez no duelo contra o América;
  • Matheus Davó, atacante, que sequer foi relacionado.

Até agora, apenas três atletas foram titulares em todos os duelos com Vagner Mancini: o lateral-direito Fagner, o volante Xavier e o meia Mateus Vital.

– Todos estão nos planos. Na minha chegada, disse que a primeira função do treinador é recuperar todos os jogadores. É muito fácil chegar e pedir jogadores. Você vai onerar uma conta que já existe e colocar em xeque quem está no clube. Já fui atleta e passei por tudo isso. Uma das primeiras funções é recuperar jogador. Em duas semanas, vi evolução nos atletas dentro da maneira que eu quero – disse Mancini na última terça-feira.

  Com um jogador a menos Ceará vence o Corinthians de 2 a 1

Leia Também:  Com um a menos, Santos segura empate com Ceará pela Copa do Brasil

Ainda sem ter repetido escalação, o treinador corintiano planejava, depois da vitória contra o Vasco, começar a fixar uma equipe. Porém, o mau desempenho na derrota para o América-MG deve provocar mudanças no time para enfrentar o Internacional, neste sábado, às 19h, na Neo Química Arena.

Para o confronto contra o líder do Brasileirão, Mancini contará com as voltas de Fábio Santos, Otero e Gustavo Mosquito, que não podem defender o Timão na Copa do Brasil.

Veja os jogadores utilizados por Mancini e quantos minutos cada um deles atuou com o técnico:

Goleiros

  • Cássio – 270
  • Walter – 90

Laterais

  • Fagner – 360
  • Lucas Piton – 252
  • Fábio Santos – 90
  • Sidcley – 18

Zagueiros

  • Gil – 360
  • Bruno Méndez – 76
  • Marllon – 281

Volantes

  • Xavier – 360
  • Éderson – 205
  • Camacho – 112
  • Cantillo – 18
  • Gabriel – 16

Meias

  • Mateus Vital – 296
  • Cazares – 222
  • Ramiro – 205
  • Gustavo Mantuan – 106
  • Otero – 55
  • Luan – 52

  Corinthians é derrotado pelo Sport na abertura da 12ª rodada do Brasilleirão

Leia Também:  Melo e Kubot vencem na estreia e avançam às quartas do Aberto de Viena

Atacantes

  • Everaldo – 209
  • Boselli – 112
  • Léo Natel – 87
  • Jô – 60
  • Gustavo Mosquito – 34

 

COMENTE ABAIXO:

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA