Momento Esportes

Série B: Juventude e Cuiabá empatam no Alfredo Jaconi

Publicados

em


Dois duelos no início da noite desta terça-feira (6) colocaram fogo na disputa por uma vaga no G4 da Série B do Campeonato Brasileiro. Em Caxias do Sul, o Juventude manteve a invencibilidade dentro de casa, mas só empatou com o líder Cuiabá. Em Salvador, o Vitória perdeu para o América-MG, que continua na luta pelas primeiras posições.

Empate com o líder

O empate em 1 a 1 entre Juventude e Cuiabá não foi ruim para os times, porém a equipe gaúcha poderia ter saído com a vitória se não fosse a grande atuação do goleiro João Carlos. Com o resultado, o Dourado segue na primeira posição, com 29 pontos, quatro a mais que o segundo colocado, a Chapecoense, que tem dois jogos a menos. O Juventude tem 23 pontos e está na quarta colocação, pois foi ultrapassado pela Ponte Preta, que derrotou o Guarani por 2 a 0 (gols de Dawhan e Luizão) no Dérbi Campineiro.

A primeira chegada com perigo foi do Juventude. Dalberto deu grande passe para Wagner, que, de frente para João Carlos, finalizou sem dominar, mas jogou para longe do gol. O Cuiabá respondeu abrindo o placar, aos 24 minutos. Boa jogada de Yago pela direita e chutou cruzado. Bem posicionado, Elton completou para o fundo das redes.

O Juventude partiu para cima do Dourado para tentar o empate. Aos 28 minutos, Breno Lopes soltou o foguete, obrigando João Carlos a fazer grande defesa. No minuto seguinte, Igor bateu cruzado e a bola passou raspando a trave. A pressão continuou. Aos 31 minutos foi a vez de Wagner tentar, mas a bola desviou na zaga e foi para fora. Cinco minutos depois, Anderson Conceição salvou o gol do time gaúcho, tirando a bola praticamente nos pés de Wagner.

Leia Também:  Fórmula 1: Aston Martin confirma Vettel e Stroll para temporada 2022

A última boa chance foi do Cuiabá. Cobrança de falta de Elvis e Everton Sena cabeceou para a área. Anderson Conceição finalizou no travessão de Marcelo Carné.

O segundo tempo começou com o Juventude pressionando a saída de bola do Cuiabá. Logo aos 5 minutos, a defesa do Dourado errou e Wagner recebeu lançamento pela direita. O meio-campista tocou na segunda trave para Breno Lopes empatar.

O time gaúcho continuou criando e obrigou o goleiro João Carlos a fazer boas defesas, como nos chutes de Gustavo Bochecha e Renato Cajá, além do cabeceio de Wagner, aos 14 minutos. Quem também chegou perto foi Hélder, que tentou de bicicleta, mas a bola foi para fora. Aos 16 minutos, Dalberto quase marcou um golaço. O atacante tentou encobrir João Carlos e a bola explodiu no travessão.

João Carlos fez mais uma grande defesa aos 30 minutos, em chute de fora da área de Breno Lopes no ângulo esquerdo do goleiro. O Cuiabá quase fez o segundo no lance seguinte. Felipe Marques avançou pela esquerda e tentou encobrir Marcelo Carné, mas a bola foi para fora. O Dourado tentou novamente aos 34 minutos. Cruzamento de Hayner pela direita e a zaga do Juventude tentou afastar, a bola sobrou para Jenison, que, de cabeça, quase marcou.

A última oportunidade da partida foi do Cuiabá. Falta pela esquerda de ataque, que Elvis cobrou no ângulo de Marcelo Carné. O goleiro do Juventude foi bem, jogou para escanteio e segurou o empate.

Na próxima rodada, o Cuiabá recebe a Ponte Preta, sexta-feira (09), às 18h30 na Arena Pantanal. O Juventude enfrenta o Brasil de Pelotas, no sábado (10), às 11h no Alfredo Jaconi.

América-MG garante vitória no 1º tempo

No Barradão, o América-MG venceu o Vitória por 2 a 1 e segue na luta por uma vaga no G4. O Coelho chegou a 23 pontos e ocupa a 6ª posição. O Rubro-Negro estacionou nos 18 pontos e está apenas na 10ª colocação.

O América precisou de apenas seis minutos para abrir o placar. Ademir avançou pela direita e chutou de canhota no ângulo do goleiro Ronaldo. Um golaço. O Coelho continuou melhor e dificultou bastante as tentativas do Vitória. O segundo gol saiu aos 26 minutos. Após finalização de Léo Passos, Ronaldo espalmou. Geovane tentou, mas a bola bateu na defesa. No rebote, Felipe Azevedo ampliou a vantagem mineira.

Leia Também:  Athletico-PR chega às quartas de final da Copa do Brasil

O Vitória só conseguiu assustar aos 40 minutos. Marcelinho recebeu toque de Bocão e arrematou. Cavichioli salvou o que seria gol na certa.

O Rubro-negro precisava partir para cima e tentar o empate, mas o América-MG era perigoso no contra-ataque. Aos 11 minutos, Ademir recebeu lançamento do goleiro Cavichioli, driblou Ronaldo, mas na hora de finalizar acabou jogando na trave.

O Vitória conseguiu diminuir aos 33 minutos, de pênalti. Thiago Carleto tentou o cruzamento, mas a bola bateu na mão de Anderson. O árbitro assinalou pênalti. O próprio Carleto foi para a cobrança e bateu com precisão, no canto direito. Apesar de tentar até o fim, o Vitória não conseguiu o empate e acabou perdendo no Barradão.

Na próxima rodada, o América-MG recebe o Náutico, sexta-feira (9) às 19h15 no Independência. O Vitória enfrenta o Avaí, sábado (10) às 16h no Barradão.

Outros resultados da 14ª rodada nesta terça:

Confiança 1 x 0 CRB

Chapecoense 1 x 0 Botafogo-SP

Avaí 2 x 1 Brasil de Pelotas

CSA 3 x 0 Figueirense

Ponte Preta 2 x 0 Guarani

Veja a classificação atualizada da Série B do Brasileiro.

Edição: Fábio Lisboa

Propaganda

Momento Esportes

Com gol contra, Remo vence Avaí em confronto de Leões pela Série B

Publicados

em


No jogo entre os Leões Azul e da Ilha, melhor para o representante do Pará. Nesta quinta-feira (16), o Remo derrotou o Avaí por 2 a 1 no Baenão, em Belém, pela 24ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

A vitória levou os paraenses aos mesmos 33 pontos do Vasco, ficando atrás do Cruzmaltino pelo saldo de gols e permanecendo na 11ª posição. Os catarinenses, com a derrota, caíram para sexto lugar com 37 pontos, ultrapassados pelo Guarani (que ainda jogará na rodada e soma a mesma pontuação) por terem menos gols marcados.

O primeiro tempo foi de pouca inspiração de ambos os lados. Aos quatro minutos, Getúlio ficou na frente do goleiro Vinícius após desvio de cabeça do também atacante Vinícius Leite, mas bateu na rede pelo lado de fora. A resposta do Remo veio aos 14, em pancada da entrada da área do atacante Matheus Oliveira, que o goleiro Gledson defendeu no reflexo. Aos 43 minutos, quando o jogo caminhava empatado para o intervalo, Matheus Oliveira deixou o atacante Victor Andrade livre na área para finalizar na saída de Gledson e abrir o marcador.

O Avaí empatou na etapa final. Aos dez minutos, Vinícius deu rebote após uma falta batida com força pelo lateral Edilson. Na sequência, Marlon derrubou o atacante Jonathan Copete na área. A infração do zagueiro foi alertada pelo árbitro de vídeo e a penalidade foi marcada. Edilson cobrou, o goleiro defendeu, mas o próprio camisa 2 aproveitou a sobra.

Leia Também:  Athletico-PR chega às quartas de final da Copa do Brasil

A igualdade durou apenas 16 minutos. Aos 26, o volante Pingo levantou a bola na área pela esquerda e o zagueiro Fagner Alemão, tentando afastar o perigo, acabou cabeceando contra a própria meta, recolocando o time da casa à frente. A missão catarinense ficou mais difícil aos 31 minutos, quando Edilson recebeu o segundo amarelo e foi expulso ao chutar a bola na direção do banco do Remo. Mesmo com um a menos, o Avaí se lançou ao ataque, mas não teve êxito e ainda cedeu contra-ataques ao Leão Azul, que não aproveitou.

Os dois times voltam a jogar na próxima terça-feira (21). Às 16h (horário de Brasília), o Remo visita o Guarani no Brinco de Ouro, em Campinas (SP). Mais tarde, às 19h, o Avaí recebe o Goiás na Ressacada, em Florianópolis. Os compromissos valem pela 25ª rodada da Série B.

Edição: Fábio Lisboa

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA