Momento Esportes

Série D: Floresta e Novorizontino empatam e confronto segue aberto

Publicados

em


O primeiro duelo entre Floresta-CE e Novorizontino-SP pelas semifinais da Série D do Campeonato Brasileiro terminou sem vencedor. Neste sábado (16), cearenses e paulistas ficaram no 1 a 1 na Arena Castelão, em Fortaleza, em duelo transmitido ao vivo pela TV Brasil.

As equipes se reencontram no próximo sábado (23), novamente às 18h (horário de Brasília), no estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte (SP). A partida também será exibida pela emissora da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Em caso de outro empate, a decisão de quem se classificará à final da competição será nos pênaltis.

Apesar de visitante, foi o Novorizontino quem tomou a iniciativa do primeiro tempo. Aos seis minutos, Danielzinho ajeitou de costas para o também atacante Guilherme Queiróz chutar de primeira, forçando o goleiro Douglas Dias a uma boa defesa. Aos 14, o atacante Cléo Silva recuperou a bola na intermediária, tabelou com o meia Pereira e finalizou na saída do arqueiro do Floresta, abrindo o placar no Castelão.

Dez minutos depois, o Tigre quase ampliou com Guilherme Queiróz, em posição de impedimento, que não foi assinalado. O camisa 9 recebeu de Pereira diante da meta, mas bateu para fora. Só que logo na primeira investida, o Verdão chegou ao empate. Aos 25 minutos, o volante Jô avançou na intermediária, aproveitou um desvio providencial de calcanhar do atacante Deysinho, invadiu a área e mandou para as redes.

Leia Também:  Campeão olímpico Bruno Schmidt é internado com covid-19

Na volta do intervalo, o jogo ficou muito truncado. O Novorizontino até tentou repetir a postura agressiva do início da partida, mas desta vez encontrou um Floresta ainda mais organizado e fechado na defesa. A melhor chance foi do Tigre. Aos nove minutos, após cobrança de escanteio, a cabeçada do zagueiro Felipe Rodrigues passou rente à meta. O duelo transcorreu sem maiores emoções até o apito final.

Veja a classificação da Série D do Brasileiro.

Edição: Fábio Lisboa

Propaganda

Momento Esportes

Nova geração do tênis precisa acreditar em sim mesma, diz Nalbandian

Publicados

em


Ex-finalista em Wimbledon, David Nalbandian disse que os tenistas mais jovens do circuito masculino da ATP precisam começar a acreditar em si mesmos se quiserem diminuir a distância que os separa de Roger Federer, Rafael Nadal e Novak Djokovic.

O russo Daniil Medvedev parecia estar mais perto de acabar com a hegemonia dos “Três Grandes” nos Grand Slams ao chegar à final do Aberto da Austrália com uma sequência de 20 vitórias, que incluiu 12 triunfos sobre os dez melhores do ranking sem perder nenhum set.

Mas isso não serviu para nada, já que Djokovic o derrotou em três sets e ampliou um recorde com seu nono troféu em Melbourne Park, o 18º do sérvio em um Grand Slam.

Nalbandian disse ao site da ATP que a jornada de Medvedev rumo à vitória no ATP Finals de novembro, durante a qual derrotou Djokovic e Nadal, provou ao restante do circuito que tudo é possível.

“Isto mostrou que qualquer um consegue derrotá-los”, disse o antigo número três do mundo. “Eles são jogadores incríveis, mas não são super-heróis. A nova geração tem que começar a acreditar em si mesma.”

Com o triunfo do Djokovic, 15 dos últimos 16 grandes torneios foram vencidos pelos “Três Grandes”.

Leia Também:  Supercopa de Futsal começa nesta quinta com campeões da temporada 2020

O austríaco Dominic Thiem venceu seu primeiro Grand Slam no Aberto dos Estados Unidos do ano passado, mas na ausência de Nadal e Federer, enquanto Djokovic foi eliminado na quarta rodada por atingir uma juíza de linha com uma bolada acidental.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA