Momento Esportes

Sesi Bauru e Montes Claros América investem pesado em reforços

Publicados

em


.

A líbero dominicana Brenda Castillo é o mais novo reforço do Sesi Vôlei Bauru para a temporada 2020/2021. Esta será a segunda passagem de Castillo no clube: a primeira foi no período  2016/2017. A jogadora, uma das melhores da posição no mundo, é  titular da seleção da República Dominicana. No ano passado, ela foi o destaque da equipe, na conquista da medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima (Peru), a primeira do país caribenho em 16 anos. A contratação de Castillo foi anunciada pelo Sesi Bauru no último sábado (1). 

“É um grande orgulho e me enche de satisfação voltar a Bauru. É uma equipe muito profissional, que sempre me deu muita atenção. Além disso, meus colegas, fãs e o município, que é super tranquilo, contaram muito também. Sou muito grata”, revela Castillo, eleita a melhor líbero na Olimpíada de Londres (2012).  (20 em 2012, foi eleita a melhor atleta da posição. 

Nesta segunda-feira (03), a oposta chilena Pamela Sanabio, ex-jogadora do Fluminense, também acertou com o clube paulista. Castillo e Sanabio se juntam agora a outras seis reforços já anunciados pelo time paulista: as levantadoras Dani Lins e Carol Leite, as centrais Adenízia, Mayhara e Mara e a ponteira/oposta Tifanny. No comando do time está o técnico: Anderson Rodrigues. 

Leia Também:  Botafogo vence Vasco e leva vantagem para volta da Copa do Brasil

Masculino

O Montes Claros América confirmou ontem (2) o retorno do experiente líbero Tiago Brendle, de 34 anos, ex-Seleção Brasileira. Além do defensor, ex- Sesc Rio, a equipe mineira já conta com o levantador Rodriguinho, ex-Sada Cruzeiro, para a próxima temporada. 

O líbero Pureza, de 24 anos, também mudou de equipe. Ex-jogador do Sesi/SP fechou é o mais novo contratado do Azulim/Gabarito/Uberlândia.

Europeu

O oposto André Saliba está de partida para Portugal, onde irá jogar no Sporting. Além dele, o time europeu já havia se acertado com os centrais brasileiros Victor Hugo e Éder Levi, e o oposto PV. Na Grécia, o Panathinaikos oficializou, no domingo (2), a permanência do central brasileiro Lucas Rangel.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Propaganda

Momento Esportes

Fifa rechaça Mundial de Clubes em 2020 e o projeta no início de 2021

Publicados

em


.

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, disse nesta sexta-feira (18) que o Mundial de Clubes não acontecerá em 2020 em razão dos impactos da pandemia do novo coronavírus (covid-19). Segundo o dirigente suíço, a ideia é que a competição, sediada no Catar, ocorra no início de 2021.

“Como muitas confederações, ou algumas delas, melhor dizendo, possivelmente não terminarão os torneios continentais até dezembro, é improvável que o Mundial ocorra em dezembro, como planejado. Estamos monitorando e discutindo sobre realizá-lo, provavelmente, no começo do [próximo] ano, ao invés do fim do ano [de 2020]” afirmou Infantino em entrevista coletiva realizada após o encerramento do 70º congresso anual da Fifa.

“Faremos isso consultando as confederações e os participantes, para tomarmos a melhor decisão. Hoje, temos uma situação em que há coisas mais importantes que o futebol a serem levadas em conta”, completou o dirigente.

Leia Também:  Tênis: Bruno Soares e Mate Pavic alcançam quartas do Masters de Roma

Em julho, a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) informou que a Libertadores de 2020 acabará em janeiro do próximo ano. A Liga dos Campeões Asiática, por sua vez, tem a decisão prevista para o dia 19 de dezembro. Até o momento, só dois times estão classificados para o Mundial: o Bayern de Munique (Alemanha), pelo título da Liga dos Campeões da Europa, e o Al Duhail, que foi campeão do Catar em agosto e será o representante do país-sede.

O Mundial no atual modelo, com sete equipes, será disputado pela última vez. A partir da edição seguinte, a Fifa pretende realizar a competição com 24 clubes, e a cada quatro anos. A primeira edição seria em 2021, no meio do ano, tendo o Flamengo, campeão da Libertadores de 2019, como um dos participantes. Devido à pandemia, Copa América e Eurocopa foram adiadas para o próximo ano e ocuparão a janela prevista para o Mundial, que ainda não foi remarcado.

“Quisemos deixar o calendário de 2021 para Euro e Copa América. Mas queremos que eles participem do Mundial de Clubes. Nossa relação hoje é muito próxima, tivemos muitas reuniões de nível operacional. Tudo isso vai ser debatido e discutido”, finalizou.

Leia Também:  Botafogo vence Vasco e leva vantagem para volta da Copa do Brasil

Edição: Fábio Lisboa

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA