Momento Esportes

Tóquio: Gustavo Tsuboi avança à terceira rodada do tênis de mesa

Publicados

em


Gustavo Tsuboi (37° do mundo) venceu o romeno Ovidiu Ionescu por 4 sets a 1 (com parciais de 11/6, 9/11, 13/11, 11/9 e 11/9) pela segunda rodada do torneio olímpico de tênis de mesa. O jogo ocorreu na madrugada deste domingo (25), no Ginásio Metropolitano de Tóquio.

Agora, na rodada 3 do torneio, o atleta, que esta na quarta participação em Jogos, terá pela frente o nigeriano Quadri Aruna (21° do mundo), na noite desta segunda-feira 926). Se avançar, o brasileiro, que já garantiu a melhor colocação pessoal na história olímpica, igualará Hugo Calderano e Hugo Hoyama, com a melhor campanha de um atleta brasileiro em Jogos Olímpicos.

“Ainda não pensei muito no jogo de amanhã. Tenho um probleminha no ombro, preciso me recuperar. Já enfrentei ele há muito tempo atrás, mas ele evoluiu muito, não por acaso está entre os 20 melhores do mundo. É um atleta muito experiente, muito forte, vou fazer o meu melhor. Me dediquei muito para estar aqui e ganhar essa vaga. Foram muitos sacrifícios e quero desfrutar deste momento. E, com certeza, a luta e raça não vão faltar”, disse o atleta à assessoria da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM).

No torneio individual feminino, Bruna Takahashi foi superada pela a francesa Yuan Jia Nan por 4 a 0 (8/11, 7/11, 6/11 e 8/11), também na madrugada deste domingo. “Eu entrei um pouco mais lenta do que o normal. É Olimpíada, bem ou mal dá aquele frio na barriga. Mas estava me sentindo bem, tentei dar o meu máximo. Só que ela já teve dois ou três jogos anteriores e não estranhou quase nada. Eu estava estranhando a luz, o ambiente. Mas isso não é desculpa, apenas demorei um pouco mais para me adaptar por conta disso. Nos dois últimos sets, estava me sentindo melhor, mas já tinha passado metade do jogo. Tenho ainda a disputa por equipes, tenho que continuar treinando”. comentou a mesatenista.

Leia Também:  Sul-Americana: com golaços, Athletico-PR vence e fica perto da final

Edição: Gustavo Faria

Propaganda

Momento Esportes

Tênis de mesa: Hugo Calderano conquista maior título da carreira

Publicados

em


O brasileiro Hugo Calderano fez história neste sábado (25) ao conquistar o WTT Star Contender de Doha (Catar), primeiro torneio do circuito mundial de tênis de mesa após a Olimpíada de Tóquio (Japão). Na final, o carioca de 25 anos, número oito do ranking da Federação Internacional da modalidade (ITTF, sigla em inglês), venceu o esloveno Darko Jorgic (25°) por 4 sets a 2 (11/5, 6/11, 10/12, 11/9, 11/3 e 11/9).

Foi o primeiro título de Calderano em um torneio de nível Star Contender pela WTT (sigla para World Table Tennis), criada pela ITTF para organizar as competições internacionais. Até o ano passado, eventos assim eram chamados de Platinum, sendo os segundos em importância no circuito mundial. A melhor campanha anterior do brasileiro em um Platinum havia sido em 2018, também em Doha, quando foi vice-campeão. Trata-se agora, portanto, da maior conquista da carreira do atleta.

Leia Também:  Tênis: Laura Pigossi decide título de duplas na Espanha

O resultado garante a Calderano uma premiação de US$ 25 mil (o equivalente a R$ 142 mil), além de 600 pontos no ranking mundial. Com isso, o carioca se aproxima do quinto lugar da lista da ITTF na próxima atualização.

O duelo contra Jorgic foi equilibrado. No primeiro set, Calderano foi mais eficiente que o rival e venceu por 11 a 5. O cenário se inverteu na parcial seguinte, com o esloveno encaixando os golpes desde o começo e levando a melhor por 11 a 6. No terceiro set, o brasileiro abriu 10 a 7 e teve três set points, mas Jorgic reagiu, anotando cinco pontos em sequência para ganhar a parcial com 12 a 10. O europeu tentou manter o embalo, mas a força mental do carioca fez a diferença: 11/9 para o número 8 do mundo e duelo empatado.

A partir daí, Calderano foi dominante. Controlou o quinto set do início ao fim, fechando rapidamente em 11 a 3. No sexto, Jorgic esboçou reação após um pedido de tempo quando perdia por 8 a 3, anotando cinco pontos seguidos. O brasileiro, porém, não deixou o filme do terceiro set se repetir, definindo a parcial em 11 a 9 e a partida em 4 a 2.

Leia Também:  Antes de final nacional, Palmeiras e Corinthians empatam no Paulista

“Posso dizer que estou muito feliz de ver que o trabalho do Hugo foi recompensado. Ele jogou muito bem, com uma intensidade muito alta. Isso é uma grande satisfação”, disse o técnico do carioca, o francês Jean-René Mounié, em depoimento ao site da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM).

Antes da decisão, também neste sábado, Calderano teve pela frente o inglês Liam Pitchford (15º) na semifinal. O brasileiro deu poucas chances ao rival e venceu por 4 sets a 1 (11/2, 11/8, 8/11, 11/5 e 11/9).

Edição: Maria Claudia

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA