Momento Esportes

Tubarão estreia em casa contra Umuarama, líder do Grupo C da LNF

Publicados

em


Após o Joaçaba, o próximo time de Santa Catarina a jogar pela primeira vez em casa nesta edição da Liga Nacional de Futsal (LNF) é o Tubarão. Nesta sexta-feira (2), a equipe recebe o Umuarama na Arena Estener Soratto, em Tubarão (SC), às 17h (horário de Brasília), em duelo da 12ª rodada. Devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19), os compromissos são agendados gradativamente pela organização.

Os rivais se reencontram cerca de um mês após se enfrentarem no interior paranaense. O duelo que marcou a estreia do Tubarão e o segundo jogo do Umuarama na temporada terminou empatado em 1 a 1. O time catarinense vencia até os segundos finais, graças a um gol do pivô Ronaldo, até que o ala Augusto deixou tudo igual para o Azulão, mandante da partida no ginásio Amario Vieira da Costa.

De lá para cá, o Tubarão voltou à quadra outras duas vezes, sempre fora de casa. Até a última sexta-feira (25) a realização de partidas de futsal estava proibida em Santa Catarina, como uma medida de prevenção contra a pandemia. O time superou o Campo Mourão por 2 a 1, mas, no último dia 17 de setembro, foi goleado pelo Pato, por 5 a 1. Com quatro pontos, a equipe é a quinta do Grupo C.

 
 
 

 
 
 
 
 

 
 

 
 
 

Vamos juntos!

Uma publicação compartilhada por Tubarão Futsal (@tubaraofutsaloficial) em 2 de Out, 2020 às 3:23 PDT

O Umuarama fez valer o fator casa, já que foi o mandante em seis das sete partidas que disputou, e lidera a chave com 14 pontos. No compromisso mais recente pela LNF, no último dia 20, o Azulão derrotou a Assoeva por 3 a 2. Os paranaenses terão uma sequência de cinco jogos como visitante até o fim da primeira fase, começando pelo duelo em Tubarão.

Leia Também:  Libertadores: com gol nos acréscimos, Santos vence Defensa y Justicia

Campeão empata

Na quinta-feira (1), Joaçaba e Pato empataram em 2 a 2 no primeiro jogo em Santa Catarina pela edição 2020 da Liga Nacional de Futsal. A partida no ginásio do Centro de Eventos da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc). O pivô Tiago Selbach colocou a equipe de Pato Branco (PR) em vantagem, mas o ala Bazzinho empatou ainda no primeiro tempo. Na etapa final, o fixo Murilo virou para o time da casa e o fixo Murilo, a três minutos do fim, evitou a derrota dos atuais bicampeões nacionais.

A igualdade levou o Pato a 11 pontos em sete jogos, ainda na vice-liderança do Grupo C, a três pontos do Umuarama. O Joaçaba, por sua vez, somou o segundo ponto na competição, mas segue sem vencer depois de cinco partidas. Confira a classificação da Liga Nacional de Futsal.

A LNF prossegue no fim de semana, com cinco jogos no sábado (3) e dois no domingo (4). Confira abaixo os confrontos (horários de Brasília).

Sábado (3)

11h – Intelli Tempersul x São José (Grupo A)

Leia Também:  Corinthians vence Vasco e mantém invencibilidade de 10 anos

13h15 – Joinville x Carlos Barbosa (Grupo B)

15h – Praia Clube x Magnus Sorocaba (Grupo A)

18h – Jaraguá x Joaçaba (Grupo C)

20h30 – Blumenau x Cascavel (Grupo B)

Domingo (4)

11h – Assoeva x Pato (Grupo C – transmissão ao vivo na TV Brasil

19h – Campo Mourão x Umuarama (Grupo C)

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Propaganda

Momento Esportes

Brasil estreia com medalha no Grand Slam de Judô de Budapeste

Publicados

em


No primeiro dia de disputas no Grand Slam de Judô de Budapeste (Hungria),  o brasileiro Willian Lima, de 20 anos, faturou a medalha de bronze na c ao vencer por dois waza-ari (ippon) o meio-leve (categoria até 66 quilos) o atleta Erkhembayar Battogtokh, da Mongólia. Com o triunfo, Lima garantiu 500 pontos no ranking, que vale para a classificação para à Olimpíada de Tóquio (Japão) em 2021. Atualmente,  o brasileiro ocupa a 29ª colocação

A corrida pela vaga olímpica foi estendida até 29 de junho de 2021, devido ao adiamento dos Jogos de Tóquio (Japão) para o ano que vem. Os 18 judocas mais bem colocados no ranking – em cada categoria, e por gênero – carimbam o passaporte rumo a Tóquio. A competição distribui mil pontos aos atletas campeões. Atualmente, Willian Lima ocupa a 29ª colocação.

A competição em Budapeste marca o retorno do Circuito Mundial de Judô após seis meses de paralisação, em decorrência da pandemia do novo coronavírus (covdi-19). O evento termina no domingo (25). A delegação brasileira conta com 18 judocas – 12 homens e seis mulheres – na capital húngara, onde estão cerca de 400 atletas de 69 países, incluindo o Brasil. As lutas tem transmissão gratuita, ao vivo, no portal da Federação Internacional de Judô (IJF, sigla em inglês). Confira no final do texto a programação das lutas deste fim de semana. .

Leia Também:  Judô brasileiro volta a competir sexta-feira em Grand Slam, na Hungria

O judoca publicou mensagem no Instagram, dedicando a conquista desta sext-feira (23) aos atletas italianos que não puderam participar do Grand Slam devido à pandemia. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Essa medalha eu dedico as pessoas da Itália que por motivos de saúde não puderam competir mas também dedico a cada pessoa responsável pela missão Europa @timebrasil , @noticiascbj e @portugaljudo pois se não fosse a ajuda de vocês nesse tempo difícil de pandemia não teria conseguido treinar de forma que atingisse minha melhor forma para voltar a competir. Muito obrigado a todos que torcem e estão comigo nessa caminhada. . . . I dedicate this medal to people from Italy who for health reasons could not compete but I also dedicate to each person responsible for the Europe mission @timebrasil, @noticiascbj and @portugaljudo because if it weren’t for your help in this difficult time of the pandemic, I wouldn’t have been able to train in a way that would reach my best form to compete again. Thank you very much to everyone who cheers and is with me on this journey.??#CBJ #COB #MB #BolsaAtleta #ForUs ?? ?? ??

Uma publicação compartilhada por Willian Lima ? (@wlima_) em 23 de Out, 2020 às 11:38 PDT

Caminho até o bronze

Nesta sexta-feira (23), o brasileiro estreou com vitória após um ippon contra o israelense Yarin Menagede. Na rodada seguinte, Willian se classificou para as oitavas de final ao superar por waza-ari o atleta Azeri Nijat Shikhalizada, do Azerbaijão, um dos cabeças de chave da categoria até 66 kg. Nas oitavas, o brasileiro se destacou pela intensidade: venceu o  o mongol Narmandakh Bayanmunkh, e o peruano o Juan Postigos. Na penúltima luta, a disputa seguia equilibrada com o russo Abdula Abdulzhalilov até que o adversário encaixou um contra-golpe, venceu o brasileiro, garantindo a vaga na final. Willian ficou com um dos bronzes, o outro foi para o Orkhan Safarov, do Azerbaijão.

Leia Também:  Corinthians vence Vasco e mantém invencibilidade de 10 anos

Lutas deste fim de semana

Sábado (24)

6h – Preliminares

10h – Bloco Final (medalhas)

Lutam: Ketleyn Quadros (63kg), Maria Portela (70kg), Eduardo Katsuhiro (73kg), João Pedro Macedo (81kg) e Guilherme Schimidt (81kg). 

Domigo (25)

6h – Preliminares

10h – Bloco Final (medalhas)

Lutam: Maria Suelen Altheman (+78kg), Beatriz Souza (+78kg), Rafael Macedo (90kg), Marcelo Gomes (90kg), Rafael Buzacarini (100kg), Leonardo Gonçalves (100kg), Rafael Silva “Baby” (+100kg) e David Moura (+100kg).

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA