Momento Esportes

Zagueiros marcam e Chape sai na frente do Brusque na final catarinense

Publicados

em


.

A Chapecoense saiu na frente nos primeiros 90 minutos da final do Campeonato Catarinense. Nesta quarta-feira (9), o Verdão derrotou o Brusque por 2 a 0, na Arena Condá, em noite inspirada da dupla de zaga, e terá a vantagem do empate na partida de volta, no domingo (13), às 16h (horário de Brasília), no estádio Augusto Bauer, em Brusque (SC).

As equipes chegaram para a decisão embaladas pelo bom momento nos respectivos Campeonatos Brasileiros. A Chape é a terceira colocada da Série B, a um ponto dos líderes Paraná e América-MG, com dois jogos a menos. No último domingo (6), a equipe levou a melhor no clássico com o Avaí, por 1 a 0. Já o Quadricolor encabeça o Grupo B da Série C, assumindo o primeiro lugar ao superar o Boa Esporte, fora de casa, pelo mesmo placar, também no domingo.

Leia Também:  Brasileiro Feminino: Santos vence Inter e se garante na próxima fase

A pressão na saída de bola é uma característica da Chape do técnico Umberto Louzer. O Verdão dificultou a troca de passes do Brusque e criou pelo menos três boas chances antes dos 20 minutos, quando, enfim, abriu o placar. O meia Paulinho Moccelin cobrou falta na grande área, o zagueiro Luís Otávio dominou em meio à confusão na pequena área e bateu, sem chances, para o goleiro Zé Carlos.

Em vantagem, a Chapecoense deu mais campo ao Brusque, reforçando a marcação a partir do meio-campo. O Quadricolor, neutralizado, não conseguiu assustar na primeira etapa. O cenário não se alterou no segundo tempo e o Verdão aproveitou, novamente com ajuda da bola parada de Paulinho Moccelin e a eficiência de um dos zagueiros. Aos 28 minutos, o meia levantou na área, a defesa desviou para trás e Joílson completou de cabeça para o gol, fechando o placar.

A Chape disputa a quinta final consecutiva em Santa Catarina. Vencedora em 2016 e 2017, a equipe foi vice nas duas últimas edições e busca o sétimo título catarinense de sua história. Atual campeão da Série D, o Brusque ganhou o Estadual uma vez, em 1992. O Quadricolor tenta igualar o feito do outro time da cidade, o Carlos Renaux, campeão em 1950 e 1953.

Leia Também:  Bragantino (PA) domina Fast (AM) e vence a segunda pela Série D

Confira a tabela de classificação do Campeonato Catarinense.

Edição: Fábio Lisboa

Propaganda

Momento Esportes

Libertadores: Flamengo goleia Del Valle por 4 a 0 e chega a oitavas

Publicados

em


Com jeito de revanche, o Flamengo goleou o Independiente Del Valle por 4 a 0, no Maracanã na noite desta quarta (30), chegou a 12 pontos no grupo A e garantiu classificação antecipada para as oitavas de final da Libertadores da América.

Flamengo impiedoso

O jogo foi bem disputado no primeiro tempo, com chances de gol para as duas equipes. Melhor para o Flamengo, que aproveitou duas oportunidades e saiu para o intervalo com a vantagem de 2 a 0.

O Rubro-negro adotou uma postura parecida com o jogo contra o Palmeiras. Com muitos desfalques, o Flamengo optou por esperar um pouco mais o Independiente Del Valle para utilizar o contragolpe.

Assim nasceram os dois gols da equipe na etapa inicial. Aos 25 minutos, Matheuzinho avançou pela direita e encontrou Lincoln, sozinho, dentro da área adversária. O atacante bateu de perna direita no cantinho de Pinos, que ainda tocou na bola, mas não evitou o gol.

Leia Também:  Bragantino (PA) domina Fast (AM) e vence a segunda pela Série D

Cinco minutos depois, Lincoln mostrou raça, deu um carrinho e recuperou a bola no meio de campo. Arrascaeta lançou para Gabigol, que, com inteligência, apenas rolou para Pedro finalizar forte e marcar o segundo.

No fim do primeiro tempo, o Flamengo perdeu Gabigol. O camisa 9 pisou errado, torceu o tornozelo, e teve que ser substituído por Bruno Henrique. O atacante reclamou do estado do novo gramado do Maracanã.

O Rubro-negro terminou com as chances de reação da equipe equatoriana logo aos 5 minutos do segundo tempo. Bruno Henrique passou para Ramon, que cruzou na medida para Arrascaeta. O uruguaio chutou em cima de Pinos. No rebote, Bruno Henrique completou e mandou para o fundo das redes.

Seguindo a estratégia de ficar na defensiva e aproveitar os erros do adversário, o Flamengo chegou ao quarto gol com facilidade. Aos 26 minutos, Arrascaeta lançou Bruno Henrique, que driblou o goleiro e chutou para fazer o segundo dele na partida.

O próximo compromisso do Flamengo pela Libertadores da América é contra o Junior Barranquilla, no dia 21 de outubro, às 21h30, no Maracanã.

Leia Também:  Coluna - O erro de estratégia e a falta de memória dos dirigentes

São Paulo eliminado

Além do Flamengo, outro brasileiro entrou em campo pela Libertadores às 21h30. Em partida do grupo D, o São Paulo perdeu para o River Plate por 2 a 1, em Avellaneda, e está eliminado da competição.

Os dois gols da equipe argentina foram marcados por Julián Álvarez ainda no primeiro tempo. Diego descontou para o Tricolor.

Com o resultado, o São Paulo fica com 4 pontos e não tem mais chances de classificação, faltando ainda uma rodada para o término da fase de grupos. O próximo confronto do Tricolor é contra o Binacional, no dia 20 de outubro no Morumbi, valendo uma vaga para a Copa Sul-Americana.

Veja a classificação atualizada da Copa Libertadores.

Edição: Fábio Lisboa

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA