Momento Jurídico

CNPG e Conamp alertam sobre retrocessos previstos em Substitutivo

Publicados

em


.
O Conselho Nacional de  Procuradores-Gerais dos Ministérios Públicos dos Estados e da União (CNPG) e a Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp) divulgaram, nesta quarta-feira (02), Nota Técnica acerca do substitutivo ao projeto que trata da Reforma da Lei de Improbidade Administrativa. A iniciativa tem como objetivo apresentar subsídios técnicos e alertar sobre os prejuízos que eventual aprovação do substitutivo pode causar à sociedade brasileira.

Na nota, as entidades apresentam os pontos que representam retrocessos e descompasso com o modelo constitucional de combate à corrupção, delineado pelo constituinte. E também propõem o resgate da discussão do projeto original, o qual foi amplamente debatido em audiências públicas.

A Nota Técnica tomou como base estudos elaborados pelo Grupo Nacional de Defesa do Patrimônio Público (GNPP), coordenado pelo procurador-geral de Justiça em Mato Grosso, José Antônio Borges Pereira.

Confira a Nota Técnica

Fonte:

Leia Também:  TCE-MT capacitação servidores sobre orçamento de obras e contratações extraordinárias para o enfrentamento da Covid-19
Propaganda

Momento Jurídico

Servidores do TCE-MT são capacitados sobre análise de investimentos e teoria de carteiras

Publicados

em


Foto: Marcos Bergamasco/TCE

Os servidores da Secretaria de Controle Externo (Secex) Previdência, gabinetes e do Ministério Público de Contas (MPC) iniciaram nesta segunda-feira (28), capacitação sobre análise de investimentos e moderna teroria de carteiras.

O curso online tem duração de 80 horas e é realizado pela Confederação Nacional das Instituições Financeiras (CNF) em quatro semanas, do dia 28 de setembro a 2 de outubro, de 19 a 23 de outubro, de 23 a 27 de novembro e de 30 de novembro a 4 de dezembro, sempre das 13h às 17h. 

O objetivo do curso é aperfeiçoar os servidores sobre as competências técnicas profissionais e gerenciais, bem como o entendimento dos fatores que influenciam a seleção de ativos de carteiras de investimento, como forma de proporcionar o julgamento célere e em consonância com as normas e procedimentos aplicáveis, além de contribuir com a melhoria do desempenho da Corte de Contas em cumprimento a sua missão constitucional e em benefício da sociedade.

As inscrições foram realizadas via C.I e o curso é realizado pela plataforma e link da CNF. O instrutor é Sergio Shmayev. De acordo com Denise Faria, gestora da Unidade de Cursos e Eventos da CNF, é importante para os servidores a participação no curso para “entender de forma teórica e através da aplicação prática de estudos de casos os fatores que influenciam a seleção de ativos de carteiras de investimento e as estratégias possíveis, além de elaborar previsões e estudos, bem como avaliar o desempenho e o risco dessas carteiras”.

Leia Também:  Eleitor poderá justificar ausência nas Eleições Municipais de 2020 por meio do e-Título

 

Kleverson Souza
Secretaria de Comunicação/TCE-MT
(65) 3613 7559

Fonte: TCE MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA