Momento Jurídico

Entrevista coletiva – Agradecimento público aos doadores das Eleições 2020 e telão

Publicados

em


A um mês das Eleições Municipais de 2020, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, faz evento público de agradecimento a empresas doadoras de itens de segurança para a Justiça Eleitoral e anuncia a instalação do telão das Eleições, patrocinado pelas associações de magistrados e do Ministério Público.

O evento será nesta quinta-feira (15), às 17 horas, no auditório 1 da Corte.

Os veículos que não quiserem/puderem ir presencialmente podem acompanhar ao vivo pelo canal da Justiça Eleitoral no YouTube.

Na pauta, a finalização da entrega aos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) dos equipamentos de segurança doados por diversas empresas e instituições e a contagem regressiva de um mês para o primeiro turno do pleito, no dia 15 de novembro.

Neste ano, a eleição se mostra especialmente desafiadora pelo contexto de pandemia e pela necessidade de combater a desinformação. Daí a importância das parcerias para garantir a segurança de eleitores e mesários e fomentar um ambiente seguro para a votação.

Os jornalistas presentes no auditório do TSE poderão fazer perguntas ao final da apresentação.

Leia Também:  MG: CNMP permite processo contra promotor por inquérito de aeroporto

Para o credenciamento, os profissionais da imprensa devem enviar e-mail com o assunto “Coletiva Eleições 2020 Presencial” para [email protected] e a mensagem deve conter nome, número do documento de identidade e número de telefone. No caso das equipes de televisão, serão permitidos três profissionais (repórter, câmera e auxiliar) de cada veículo. Já para jornais, revistas e portais, dois profissionais poderão ter acesso ao auditório (repórter e fotógrafo) e apenas um no caso das rádios.

Os jornalistas, cinegrafistas e auxiliares que forem presencialmente devem permanecer de máscara durante todo o evento, além de manter distância mínima de 1 metro dos demais. Após a coletiva, todos devem deixar o prédio do TSE.

Fonte: TSE

Propaganda

Momento Jurídico

Ministro Luiz Fux edita resolução que cria o Inova STF

Publicados

em


Ministro Luiz Fux edita resolução que cria o Inova STF

Foi publicada no Diário da Justiça desta terça-feira (27) a Resolução 708/2020, que institui o Laboratório de Inovação do Supremo Tribunal Federal (Inova STF). A iniciativa busca modernizar o processo judicial no Tribunal por meio da execução centralizada de ações baseadas em tecnologias digitais. Uma das metas de gestão anunciadas pelo ministro Luiz Fux, o Inova STF reunirá uma equipe multidisciplinar em ambiente único e inovador, para que sejam arquitetadas soluções de tecnologia jurisdicionais.

O Inova STF foi pensado para acelerar as entregas que serão realizadas no âmbito do STF Digital e, com isso, atingir a meta da Corte constitucional 100% digital. A principal diretriz é a construção de soluções inovadoras, simples e que visem ao aumento do desempenho, da agilidade e da eficiência dos processos de trabalho por elas abarcadas. O grupo de trabalho ficará vinculado à Secretaria-Geral da Presidência e à Secretaria do Tribunal e contará com a participação de representantes do Gabinete da Secretaria-Geral, de representantes das áreas afetadas pelos projetos e do Escritório de Gestão de Projetos Estratégicos, além da Coordenadoria de Soluções Judiciais vinculada à Secretaria de Tecnologia da Informação do STF, à qual cabe o desenho e a execução das soluções tecnológicas.

Leia Também:  MG: CNMP permite processo contra promotor por inquérito de aeroporto

De acordo com a resolução, a aprovação e priorização das iniciativas selecionadas para execução, que devem observar o planejamento estratégico do Tribunal, ficarão a cargo do secretário-geral da Presidência do STF e do diretor-geral, que representarão o STF em eventos de inovação, a fim de debater os desafios enfrentados pela instituição e pelo Poder Judiciário na tarefa de modernização do processo judicial. Também caberá ao secretário-geral e ao diretor-geral o estabelecimento de parcerias com entidades externas, inclusive por meio da Lei de Inovação Tecnológica, com o objetivo de estimular o desenvolvimento científico, a pesquisa e a inovação.

PR/EH//SGPr
 

 

Fonte: STF

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA