Momento Jurídico

Portal da Justiça Eleitoral oferece, sem gastar pacote de dados, serviços e dicas ao eleitor

Publicados

em


O portal da Justiça Eleitoral está de cara nova. Mais moderno e completo, para que qualquer cidadão possa ter acesso ao maior número de informações, e com transparência, a tudo que se refere às eleições de 2020.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), comprometido em fornecer serviços de forma prática e ágil, implantou uma nova plataforma inserindo três novos campos principais: Dicas e cuidados para votar em segurança; Fato ou Boato e Tudo sobre as Eleições 2020

Uma novidade importante é que o conteúdo digital do portal pode ser acessado sem que o usuário utilize seu plano dados do celular. Portanto, qualquer usuário que tiver um telefone móvel com acesso a internet poderá utilizar as informações da página gratuitamente.

O foco do portal é levar o máximo de informação sobre, principalmente, a forma segura do processo eleitoral – destacando normas sanitárias por causa da pandemia de Covid-19 e segurança digital das urnas eletrônicas.

A sessão Fato ou Boato traz conteúdo de agências de checagem, que, em parceria com o TSE, realizam trabalho de combate de desinformação e desmistificação de boatos e/ou notícias falsas (fake news).

Leia Também:  Capacitação Gestão Eficaz online será realizada nesta quinta-feira (29)

Segundo o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, as eleições de novembro serão marcadas não apenas pela proteção da saúde dos eleitores, candidatos e agentes públicos, em razão da pandemia da Covid-19, como também pelo combate à desinformação.

O ministro Barroso lembrou que um outro vírus ronda as eleições e que é capaz de comprometer a democracia. “Trata-se das notícias falsas, das campanhas de desinformação e de difamação. Uma causa que precise de mentiras, de ódio ou de agressões não pode ser boa”, ressaltou.

Novidades

Outro espaço importante no novo portal é o destaque para as parcerias digitais feitas com as plataformas de redes sociais e para os doadores das Eleições 2020. Para garantir a segurança e a saúde de mesários e eleitores nas Eleições Municipais 2020, o TSE recebeu doações de equipamentos de proteção, produtos e serviços de empresas e instituições dos mais diversos segmentos. São milhares de insumos doados por empresas parceiras, citadas no espaço, que vão garantir os cuidados necessários para prevenir o contágio pelo novo coronavírus nos locais de votação e nas seções eleitorais durante o pleito.

Leia Também:  Faltam 21 dias: identificação biométrica não será exigida nas Eleições 2020

Navegação

Para acessar o Portal, basta digitar o endereço justicaeleitoral.jus.br ou, na página do TSE, clicar no banner Portal da Justiça Eleitoral, localizado em uma faixa horizontal de cards coloridos na parte central da página inicial.

TP/MO

Fonte: TSE

Propaganda

Momento Jurídico

Eleitor somente poderá entrar nos locais de votação usando máscara facial

Publicados

em


Uma das principais providências sanitárias definidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para garantir a segurança de eleitores e mesários nos dias de votação do pleito deste ano, nesse cenário de pandemia de Covid-19, é a obrigatoriedade do uso de máscara facial pelo eleitor, para que possa entrar e permanecer na seção eleitoral. A medida também vale para os mesários, que, além das máscaras, utilizarão face shields (protetores faciais).

As recomendações para a preservação da saúde de eleitores e mesários estão previstas na Resolução TSE nº 23.631/2020 e no Plano de Segurança Sanitária para as Eleições Municipais de 2020, divulgado pelo presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, no dia 8 de setembro. O Plano foi elaborado por uma consultoria gratuita formada por especialistas da Fiocruz e dos hospitais Sírio-Libanês e Albert Einstein.

Caso o eleitor se dirija à seção eleitoral sem usar máscara e insista em descumprir a determinação que faz parte dos protocolos sanitários divulgados pelo TSE para evitar o contágio pelo novo coronavírus no momento da votação, ele poderá ser impedido de entrar.

Leia Também:  MPMT denuncia prefeito de Reserva do Cabaçal por cinco crimes

O uso de máscara é considerado por médicos especialistas e infectologistas consultados pela Presidência do Tribunal como uma das principais medidas de proteção de que o eleitor dispõe para prevenir a propagação do vírus pelo ar, particularmente em situações em que haja a circulação de pessoas.

A orientação do TSE é para que o eleitor saia de casa, vote e retorne à sua residência sempre usando a máscara facial. Antes e depois de votar, o eleitor deverá higienizar as mãos com álcool em gel, que estará disponível em cada seção. Enquanto estiver na seção, ele deverá também respeitar o distanciamento entre uma pessoa e outra, definido pelos marcadores adesivos que estarão no chão.

Além disso, ao entrar na seção eleitoral, o eleitor deverá mostrar um documento oficial com foto, esticando o braço para que o mesário possa, a distância, verificar os seus dados de identificação.

Outro cuidado que o eleitor deve tomar é levar a sua própria caneta esferográfica para assinar o caderno de votação. Nos locais de voto, não será permitido ao eleitor se alimentar, beber ou praticar ação que necessite a retirada da máscara facial. Após votar, o cidadão deverá se retirar de imediato da seção eleitoral, a fim de evitar aglomerações.

Leia Também:  Policial militar é condenado à perda da função pública em Rondolândia

O primeiro e o segundo turno das Eleições Municipais de 2020 ocorrerão, respectivamente, nos dias 15 e 29 de novembro.

EM/LC, DM

Fonte: TSE

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA