Momento Jurídico

TCE-MT lança campanha de doação de sangue e oferece transporte para servidores interessados

Publicados

em


Os estoques do MT- Hemocentro vão ganhar reforço com a Campanha Doação de Sangue, Doadores de Vidas, que será realizada pelo Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) entre os dias 23 e 25 de junho. A ação foi lançada pelo vice-presidente do órgão de controle externo, conselheiro Gonçalo Domingos de Campos Neto, na abertura da sessão ordinária remota desta terça-feira (15).

“Com o gesto, podemos dar esperança a quem mais precisa, não importando quem sejam os beneficiários, mas sim que tenham novas oportunidades para recomeçar”, disse.

O vice-presidente lembrou ainda que o número de doações cai neste período do ano e que, no Brasil, apenas 1,8% da população doa regularmente. Assim, convidou os conselheiros a colocarem em suas lapelas o laço vermelho, simbolizando adesão à campanha. “É um dia para agradecermos aos doadores e incentivarmos mais pessoas a doarem.”

Com a campanha, a fim de ampliar o número de doadores no órgão, a Secretaria Executiva de Gestão de Pessoas, por meio do Núcleo de Qualidade de Vida no Trabalho, garantirá o transporte dos servidores até a unidade de coleta. Para isso, é necessário fazer agendamento junto ao setor por meio do telefone 3613-7557, com as servidoras Conceição Piva ou Maria Eduarda.

Leia Também:  Fato ou Boato: é falsa a planilha que mostra inversões entre Aécio Neves e Dilma Rousseff no 2º turno de 2014

É importante destacar que a marcação pode ser feita até a data limite da campanha e que os doadores também podem usar seus veículos próprios para o deslocamento, caso prefiram.

A coordenadora do Núcleo, Estela Biancardi, conta que o Tribunal abraçou esta causa há uma década e que, desde então, tem constatando alta adesão dos colaboradores. Exemplo disso é que, em edições passadas, um ônibus do MT-Hemocentro era enviado à instituição, onde eram feitas as coletas.

Esta modalidade, contudo, ficou inviabilizada diante dos protocolos de biossegurança impostos pela pandemia de Covid-19. Neste contexto, Estela destaca importância da mobilização durante o período, quando a demanda por sangue nos hospitais aumenta e os estoques diminuem.

“Por uma questão de distanciamento, não era possível recebermos o ônibus, então pensamos nesta alternativa. Estamos oferecendo uma possibilidade segura, que obedece a todas as exigências sanitárias, por isso encorajo a todos a aproveitarem essa oportunidade de fazer o bem”, diz a coordenadora.

Vale lembrar que, graças a legislação do TCE-MT, a cada três doações por ano, o servidor conquista o direito a uma folga. O Núcleo de Qualidade de Vida no Trabalho reforça ainda que os profissionais da unidade de coleta e do TCE-MT ficarão disponíveis aos servidores nos horários agendados, por isso é importante respeitá-los.

Leia Também:  ADI requer suspensão da cobrança de ITBI antes do registro do imóvel

Para doar sangue é preciso respeitar um intervalo de 10 dias antes e depois de tomar a vacina contra Covid-19. Além disso, aqueles que testaram positivo para a doença só podem fazer a doação após 30 dias, desde que não seja constatado qualquer tipo de mal-estar ou sequela.

Também é obrigatória a apresentação de documento com foto no momento da doação, que pode ser feita entre 8h30 e 17h, na Rua 13 de junho, 1055, Bairro – Porto. Para mais informações, basta entrar em conta com o Núcleo.

André Garcia Santana
Secretaria de Comunicação/TCE-MT
E-mail: [email protected]
Flickr: clique aqui

Fonte: TCE MT

Propaganda

Momento Jurídico

Campanha lançada neste domingo coloca vítima como protagonista

Publicados

em


Com o objetivo de conscientizar pessoas que sofreram algum tipo de violência sobre os seus direitos e a quais órgãos devem recorrer, foi lançada neste domingo (01) a campanha “Justiça Começa pela Vítima”. Uma iniciativa do Grupo Nacional de Coordenadores de Centro de Apoio Criminal (GNCCRIM), órgão vinculado ao Conselho Nacional de Procuradores-Gerais dos Ministérios Públicos dos Estados e da União (CNPG).

Em Mato Grosso, o Ministério Público Estadual divulgará nas redes sociais, com uso de uma linguagem simples e inclusiva, posts explicativos sobre os direitos que as vítimas têm à informação, ressarcimento, tratamento digno, apoio jurídico, serviços de apoio e de ser ouvida.

“Essa campanha tem uma função muito importante porque coloca a vítima em situação de protagonismo dentro do sistema de Justiça Criminal. Com o apoio do CNPG, levaremos essa campanha a todos estados com o intuito de promover conhecimento necessário à concretização de direitos e à promoção da justiça”, destaca a procuradora-geral de Justiça do DF e atual presidente do GNCCRIM, Fabiana Costa.

Leia Também:  Seduc terá 30 dias para apresentar proposta sobre EE Nova Chance

A presidente do CNPG e procuradora-geral do Amapá, Ivana Cei, explica que a iniciativa coloca o tema em destaque e estimula a discussão em todo o país. “É necessário reforçar a comunicação e levar informações que orientem com clareza as vítimas que, em muitos casos, não sabem por onde iniciar a busca por justiça. Com a nacionalização da campanha, chegaremos a muitos lugares, conscientizando e orientando a comunidade de um modo geral, especialmente as pessoas que buscam seus direitos”, reforça.

Retrato – Em 2020, segundo o 15º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, foram registradas 29,1 mil tentativas de homicídios no país e 532.363 casos de lesão corporal dolosa. Além disso, segundo a mesma pesquisa, no ano passado foram contabilizados 519.568 roubos a transeuntes, 32.268 roubos a residências e 46.588 roubos a estabelecimentos comerciais.

Assista ao vídeo da Campanha

Fonte: MP MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA